Home Superliga Osasco joga por quinto lugar e para conhecer rival nos playoffs
Superliga - 14 de março de 2019

Osasco joga por quinto lugar e para conhecer rival nos playoffs

No José Liberatti, Osasco/Audax receberá o BRB/Brasília

O Osasco/Audax encerra sua participação na fase de classificação da temporada 2018/19 da Superliga Cimed nesta sexta-feira, diante de sua torcida. A equipe comandada pelo técnico Luizomar de Moura recebe o BRB/Brasília a partir das 21h30, em partida que terá transmissão pelo Canal Vôlei Brasil. O objetivo é fechar o returno com chave de ouro, somando a oitava vitória em 11 partidas e chegar embalado para o playoff das quartas de final.

Em quinto lugar, com 39 pontos, Osasco conta com o apoio das arquibancadas do ginásio José Liberatti para somar mais três e fechar a fase de classificação com 42 pontos. Se conseguir, entra na briga para subir pelo menos mais um degrau na tabela. O terceiro colocado Sesc-RJ tem 42 pontos e uma missão dura em Uberlândia, contra o Dentil/Praia Clube. Já o Hinode Barueri, que aparece em quarto, soma 41 pontos e entra em quadra como favorito diante do São Caetano, fora de casa.

– O mais importante é continuar jogando bem, sempre buscando um crescimento. Fizemos um returno muito bom, bem melhor que o primeiro turno. Claro que subir na tabela é importante, até por questão de mando de quadra. Mas nosso objetivo é manter a concentração em seguir colocando em prática nosso trabalho nos treinos e nas horas de estudo dos adversários – avalia a capitã Walewska. O discurso da central mostra o foco nos playoffs.

A rodada desta sexta-feira vai definir quem será o adversário do Audax nas quartas de final. Se as posições na tabela de classificação forem mantidas, as comandadas de Luizomar enfrentarão o Hinode Barueri. Contudo, se houver movimentação entre o terceiro e o quinto lugares, a primeira rodada dos playoffs pode trazer o maior clássico do vôlei mundial, entre Osasco e Sesc.

– Independentemente de quem vier, estaremos preparadas para dar o nosso melhor para honrar a tradição da nossa camisa e o amor da nossa torcida – garante Camila Brait.

Time de Osasco encerra returno em casa (João Pires/FotoJump)

Osasco não deve enfrentar dificuldades na última rodada da fase de classificação. Encara um adversário que ocupa a penúltima posição na Superliga. Com problemas ao longo da temporada, o BRB Brasília tem retrospecto de quatro vitórias e 17 derrotas.

– Jogar em casa e ter um desempenho mais eficiente que o outro time são fatores que pesam antes da partida. Quando a bola sobe para o primeiro saque, vai levar a melhor quem lutar mais. Por isso, jamais desvalorizamos nenhuma equipe. E vamos entrar em quadra com tudo para jogar o nosso melhor vôlei – ensina a levantadora Claudinha.

LEIA TAMBÉM

Sander, destaque do Sada/Cruzeiro, recebe propostas do exterior

+Egonu desequilibra na Champions, Novara vence e anuncia técnico

Todos os dias deveriam ser das mulheres

Macris fala de mudanças, após iniciar dieta vegana

Líbero Serginho fala sobre mais um título do Sada/Cruzeiro e planos para o futuro

Veja também

Após decepção em casa, duplas brasileiras jogam na China

As duplas brasileiras já têm mais um desafio pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2019.…