Home Destaques EMS/Taubaté vence o Sada/Cruzeiro no tie-break e vai pegar o Sesi SP na final
Destaques - Superliga - 14 de abril de 2019

EMS/Taubaté vence o Sada/Cruzeiro no tie-break e vai pegar o Sesi SP na final

Diante de um Ginásio do Riacho, em Contagem (MG), lotado, totalmente coberto de azul, e num jogo novamente eletrizante, nervoso, com muita discussão, provocações, cartões amarelos e vermelho, o EMS/Taubaté/Funvic superou o poderoso Sada/Cruzeiro, de virada, e eliminou o time mineiro nas semifinais da Superliga Cimed Masculina 2018/2019.

A equipe paulista derrotou os donos da casa, que buscavam a nona final consecutiva da competição – em oito anos foram seis títulos e dois vices -, por 3 sets a 2 (parciais de 21/25, 36/34, 25/19, 19/25 e 15/12), em 2h32 minutos de partida, no terceiro jogo da série melhor de cinco nas semifinais, fechando o playoff em 3 a 0.

A equipe comandada pelo técnico Renan Dal Zotto venceu o primeiro confronto, na semana passada, em Contagem, por 3 a 1, e voltou a superar o rival no segundo duelo, terça-feira, no Ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP), por 3 a 2, também de virada.

O adversário na final é o Sesi SP, que eliminou o Sesc RJ na outra semifinal, em três jogos – com a vitória por 3 a 0, neste sábado, em São Paulo (SP).

Douglas Souza faturou o VivaVôlei (Agenciai7)

O ponteiro Douglas Souza, do Taubaté, que saiu do banco de reservas para ajudar o time visitante a virar o placar, foi eleito o melhor em quadra e faturou o Troféu VivaVôlei.

O oposto Evandro, do Sada/Cruzeiro, foi o maior pontuador da partida, com 22 pontos, seguido pelo norte-americano Sander, com 19. Le Roux marcou 11 e Isac, 10. Pelo Taubaté, o destaque foi o ponteiro Lucarelli, também com 19 pontos. Lucão marcou 13, Vissoto, 12 e Conte, 11. Otávio marcou 9 e Douglas Souza, 7.

O Taubaté devolveu a eliminação sofrida para o time mineiro na temporada passada, quando chegou a abrir 2 a 0 nos playoffs, mas permitiu a virada.

Evandro foi o maior pontuador do jogo (Agenciai7/Divulgação)

Ao final do jogo, em entrevista ao SporTV, o norte-americano Sander falou da sua despedida com a camisa do Cruzeiro:

“Foi uma experiência maravilhosa. Estou feliz por ter escolhido vir jogar aqui no Sada/Cruzeiro nesta temporada. Estou indo jogar na Rússia, mas espero um dia voltar a jogar aqui. Ainda quero ser campeão por esse time. É uma despedida triste, mas uma grande jornada. Fiquei muito feliz por ter vindo para cá”, disse o norte-americano, que está indo para o Dínamo de Moscou (RUS).

O jogo

Ao contrário do jogo anterior, quando optou pelo ponteiro Filipe no time titular, o técnico do Cruzeiro, Marcelo Mendez iniciou a partida com Rodriguinho. O primeiro set seguiu equilibrado até o 21º ponto, quando Le Roux foi para o saque e fechou a parcial em 25/21.

Uma confusão marcou o primeiro set. Uma pessoa com a camisa do Cruzeiro estava na arquibancada, posicionado na altura da linha do fundo da quadra do Taubaté, e ficava dando dicas à comissão técnica dos donos da casa se a bola do saque teria sido dentro ou fora, orientando os pedidos de desafio de Marcelo Mendez. A atitude foi questionada pela comissão técnica da equipe paulista e houve polêmica. A pessoa acabou saindo por conta própria.

O segundo set foi o mais equilibrado da série até então e só terminou depois de 43 minutos, com a vitória de Taubaté por 36 a 34. Renan tirou o levantador Rapha e entrou com Uriarte, que deu mais velocidade ao jogo. Na reta final da parcial, os dois times abusaram dos erros de saque. O Taubaté chegou a errar cinco seguidos. Mas, foi justamente no serviço de Otávio, num saque tático, sem peso, que traiu o norte-americano Sander na recepção, que o time vistante fechou o placar, empatando a partida.

O Cruzeiro saiu na frente no Riachão (Agenciai7/Divulgação)

O terceiro set começou com mudanças no Taubaté. Uriarte começou como titular no lugar do Rapha e Douglas Souza no lugar do argentino Conte. A parcial começou com os dois times trocando pontos, até o 11º, quando Douglas Souza foi para o saque e aumentou a diferença para os paulistas. Jogando nos contra-ataques, Taubaté abriu seis pontos de vantagem e a manteve até o final, vencendo por 25 a 19, virando a partida para 2 a 1.

Marcelo Mendez iniciou o quarto set com o capitão Filipe no lugar de Rodriguinho para melhorar o fundo de quadra e a mudança surtiu efeito. O saque de Evandro e Le Roux fez a diferença e o Cruzeiro abriu seis pontos de diferença, administrando a frente até fechar o set em 25 a 19, em 27 minutos, empatando a partida em 2 a 2.

Sander encara o bloqueio do Taubaté (Agenciai7/Divulgação)

O tie-break foi tenso e com reclamação. Quando estava 8 a 6 para Taubaté, Evandro tomou cartão vermelho por reclamação. O Cruzeiro empatou em 9 a 9, em um ataque de Sander na diagonal bem fechada. Em dois bons saques de Lucarelli, os visitantes abriram 13 a 10 e Marcelo Mendez paro o jogo. Num contra-ataque, Evandro encostou, mas deu Taubaté no final do set: 15 a 12, para fechar a partida em 3 a 2 e encerrar o playoff em 3 a 0.

Sada/Cruzeiro: Cachopa, Evandro, Sander, Rodriguinho, Le Roux, Isac e Serginho (líbero). Entraram: Luan, Filipe e Sandro

Técnico: Marcelo Mendez

EMS/Taubaté: Rapha, Vissoto, Lucarelli, Conte, Lucão, Otávio e Thalles (líbero). Entraram: Uriarte, Abouba, Douglas Souza e Athos

Técnico: Renan Dal Zotto

SUPERLIGA CIMED 18/19 – SEMIFINAL

PRIMEIRA RODADA

06.04 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 0 Sesc RJ, às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/23, 25/23 e 25/19)

06.04 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) 1 x 3 EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30, no Riacho, em Contagem (MG) (28/30, 19/25, 25/22 e 24/26)

SEGUNDA RODADA

10.04 (QUARTA-FEIRA) – Sesc RJ 2 x 3 Sesi-SP, às 16h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) (21/25, 25/19, 25/19, 22/25 e 10/15)

09.04 (TERÇA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) 3 x 1 Sada Cruzeiro (MG), às 21h30, no Abaeté, em Taubaté (SP) (25/15, 19/25, 16/25, 29/27 e 15/12)

TERCEIRA RODADA

13.04 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 0 Sesc RJ, às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – (25/21, 25/21 e 25/21)

13.04 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) 2 x 3 EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30, no Riacho, em Contagem (MG) – (25/21, 34/36, 19/25, 25/19 e 15/12)

LEIA TAMBÉM

+ Renan solta a primeira lista dos convocados para a Seleção Masculina

Novara elimina o Vakifbank, no golden set, com 39 pontos de Egonu

De virada, Sesi-SP derrota o Sesc RJ e já pode garantir vaga na final no próximo sábado

Civitanova bate poloneses e vai encarar o Zenite Kazan na final da Champions

EMS/Taubaté vira para cima do Sada/Cruzeiro e faz 2 a 0 na série semifinal

+ Dentil/Praia Clube atropela o Sesi/Bauru de novo e vai à final da Superliga

Itambé/Minas sofre em Osasco, mas se garante na decisão

+ Fivb atende atletas e cria ações para minimizar efeitos do calendário

Adenízia pede afastamento da Seleção e deixa Tóquio-2020 em aberto

Um papo com Macris sobre Seleção, veganismo, ranking e futuro

+ Patrocínio do Sesc é renovado e time feminino começa a reconstrução

Seleção Masculina jogará em Cuiabá e Brasília na Liga das Nações

Bruninho exclusivo: “Cabeça do Leal encaixando com filosofia da Seleção”

Veja também

Opinião: O novo capítulo de uma relação conturbada

A aguardada primeira convocação da Seleção Brasileira feminina em 2019 saiu na noite desta…