Home Praia Evandro busca mais um título em Itapema, desta vez ao lado de Bruno Schmidt
Praia - 15 de maio de 2019

Evandro busca mais um título em Itapema, desta vez ao lado de Bruno Schmidt

Dupla quer levar o Brasil ao 1º lugar na etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia

Poucas praias trazem tantas boas recordações para o campeão mundial Evandro como Itapema. Ao lado do campeão olímpico Bruno Schmidt, desde fevereiro, o bloqueador e melhor sacador do mundo sempre foi campeão quando entrou em quadra na cidade catarinense, e vai em busca de mais um título a partir desta quinta (16.05), quando estreará na etapa brasileira do Circuito Mundial de vôlei de praia.

Válida pela corrida olímpica, a competição de quatro estrelas será uma excelente oportunidade para que Evandro e Bruno Schmidt deem uma arrancada em busca do sonho de Tóquio 2020. E experiência não faltará à parceria.

“Estou muito confiante em um bom resultado nesta etapa de itapema. Tenho um retrospecto muito positivo por aqui. Nas duas vezes em que joguei, ganhei. A primeira no Circuito Brasileiro, em 2017, e a outra no Mundial, no ano passado. Acho que sei bem o caminho das pedras e pretendo segui-lo a partir de amanhã. A intenção é sair com mais uma vitória, mais um pódio de Itapema”, disse Evandro.

Bruno e Evandro buscam título em Itapema (Márcio Rodrigues/Megafoto)

Após dois 17º lugares nas duas primeiras etapas do ano, em Doha, no Catar, e Xiamen, na China, Evandro e Bruno Schmidt sabem que precisam de um bom resultado em Itapema para embalarem de vez na corrida olímpica. Mas para um campeão mundial e um campeão olímpico, não existe pressão. Apenas treinamento e muita confiança.

Aprendizado

“Acho que a gente teve duas etapas como teste. Temos os descartes para fazer, nem todas entrarão na contagem para a corrida olímpica e já descartamos essas duas primeiras. Agora é realmente jogar, tentar fazer o torneio ficar longo e aprender com o que não deu certo esse ano. O Circuito está muito forte e precisamos crescer, evoluir com a competição. Precisamos forçar que isso aconteça. Não está vindo fácil, mas trem o lado positivo. Quando você faz força para que isso aconteça e consegue se adaptar ao Circuito Mundial, você realmente fica forte, o time fica consistente. É nisso que estamos apostando. Treinamos muito após a última etapa e vamos estrear confiantes em Itapema”, analisou Bruno Schmidt.

Evandro e Bruno Schmidt estrearão nesta quinta, na fase de grupos, onde os times são divididos em oito chaves com quatro duplas. A dupla com melhor ranking dentro de cada chave joga contra a dupla de pior colocação (1º x 4º), e as outras duas intermediárias jogam entre si (2º x 3º). Está é denominada a ‘rodada 1’. Os vencedores das partidas da rodada 1 se enfrentam (jogo dos vencedores), e quem levar a melhor fica com o primeiro lugar do grupo, indo direto às oitavas de final. Os grupos, no entanto, ainda serão divulgados nesta quarta pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB).

View this post on Instagram

Amanhã é dia da nossa estreia em Itapema, etapa 4* do #CircuitoMundial ! Mas hoje já tem partidas do classificatório rolando na arena montada na Av Nereu Ramos, altura da rua 307. Fiquem ligados aqui no nosso insta para saberem sobre os nossos jogos no torneio! Vamos juntos!! 👍 @bancodobrasil @bbnosesportes @cimedesportes @redbull @redbullbr @underarmourbrasil @underarmour @cdfteam @anasolprotetorsolar @congeladosdasonia @marinhaoficial @prefeitura_rio 🏐 #EquipeEvandroeBruno #CTLeblon #CircuitoMundial #itapema #bbnosesportes #bancodobrasil #cimed #cimedesportes #AtitudeCimed #cimedsemlimites #voxxsuplementos #redbull #congeladosdasonia #anasol #euamosol #bolsaatleta #marinhadobrasil #prefeituradorio #volei #voleidepraia #beachvolley #timebrasil #umsósonho #umsóobjetivo #rumoatoquio #toquio2020 #olimpíada #torcidabrasil

A post shared by Evandro_Bruno Schmidt (@evandroebruno_oficial) on

O perdedor fica em segundo lugar e vai para a repescagem. Já as duplas que foram derrotadas na rodada 1 duelam pela terceira colocação (jogo dos perdedores). Quem vence fica em terceiro e vai à repescagem e quem perde fica em quarto e está eliminado da competição na fase de grupos. A partir da fase de grupos o torneio passa a ser disputado no sistema de eliminatória simples, com repescagem, oitavas, quartas, semifinais e finais.

LEIA TAMBÉM

Leal é inscrito para defender o Brasil na Liga das Nações

Eczacibasi oficializa a contratação de Natália

Lloyd surpreende e é anunciada no vôlei turco

+ EMS/Taubaté bate o Sesi SP e fatura o inédito título da Superliga

Lucarelli é o MVP da Superliga 2018/2019

Confira a lista de todos os 25 campeões da Superliga Masculina

Problema cardíaco afasta Bruna Honório da Seleção

Asics anuncia lançamento de novo uniforme da Seleção

Modena anuncia fim da carreira do treinador Julio Velasco

Na mira do Sada/Cruzeiro, esloveno fecha com o Trentino

Marcelinho anuncia aposentadoria

Veja também

As estatísticas de Brasil 3 x 0 China em Brasília

A estreia da Seleção Brasileira na Liga das Nações feminina (VNL) não poderia ser melhor. …