Home Internacional Deu a lógica na escolha da sede do Mundial masculino de 2022
Internacional - 19 de novembro de 2018

Deu a lógica na escolha da sede do Mundial masculino de 2022

Rússia era favorita diante de México e Qatar

O anúncio da Rússia como sede do Campeonato Mundial masculino de 2022 não pegou ninguém de surpresa.

No discurso da Federação Internacional, durante o Congresso em Cancun (MEX), a palavra “unânime” foi usada por Ary Graça Filho ao explicar a escolha pelos russos, que disputavam com México e Qatar a condição.

– Depois de um processo de escolha muito competitivo, a FIVB concluiu de forma unânime que a candidatura da Rússia era a melhor para o desenvolvimento global do vôlei. Isso nos permitirá inspirar as pessoas na Rússia com o vôlei. Estamos muito animados na parceria com a Rússia para o Mundial masculino de 2022. Não temos dúvidas de que ela irá entregar um evento de ponta, no qual a FIVB irá apresentar as últimas novidades tecnológicas e avanços para o entretenimento dos fãs – explicou o brasileiro que dirige a entidade.

Na comparação com Qatar e México, a Rússia é incomparavelmente mais tradicional, com um rol enorme de conquistas internacional, além de já ter uma estrutura de ginásios preparada para receber uma grande competição como o Mundial. O Zenit Kazan é um dos principais clubes do planeta há alguns tempo. Sem falar do poderio financeiro do império de Vladimir Putin.

A seleção masculina da Rússia conquistou em 2018 a primeira edição da Liga das Nações, após vencer a França na decisão, em Lille. No Mundial da Itália/Bulgária, o time disputou o Final 6 em Turim.

A escolha dos russos também foi elogiada por Giba. O brasileiro atualmente é o presidente da Comissão de Atletas da FIVB.

– A decisão de premiar a Rússia com o Campeonato Mundial masculino é um outro grande passo para o desenvolvimento do vôlei. A paixão dos fãs é incrível. Eu sei desde a época como jogador. E a Rússia já mostrou qualidade para sediar grandes eventos esportivos de forma espetacular. Eu joguei na Rússia por dois anos e estou muito feliz em saber que um grande país irá receber o Mundial.

Veja também

Taubaté vence mais uma e segue líder invicto

O EMS Taubaté Funvic segue imbatível na Superliga Masculina Banco do Brasil 2020/21. Na no…