Home Mundial de Clubes Pela primeira vez em 26 anos, semi do Mundial de Clubes é formada apenas por europeus
Mundial de Clubes - 28 de novembro de 2018

Pela primeira vez em 26 anos, semi do Mundial de Clubes é formada apenas por europeus

Última vez que os quatro primeiros do torneio foi totalmente europeu foi em 1992, em Treviso

Pela primeira vez em 26 anos, os quatro semifinalistas do Mundial Masculino de Clubes da FIVB serão totalmente europeus, depois que a equipe os italianos do Diatecx Trentino e os poloneses do Asseco Resovia obtiveram vitórias nesta quarta-feira, na cidade polonesa de Resovia, pelo Grupo B.

O Trentino, clube mais condecorado da história da competição com quatro medalhas de ouro, venceu os campeões Sul-Americanos e da Superliga Sada/Cruzeiro por 3 a 1 (17/25, 28/26, 25/23, 27/25) para conquistar a primeira vaga do dia. Na sequência, a anfitriã Resovia seguiu o exemplo com um sólido 3 a 0 (25/21, 25/21, 25/11) sobre o atual campeão asiático Khatam Ardakan para completar o quebra-cabeça das semifinais.

No Grupo A, o atual campeão Mundial Zenit Kazan, da Rússia, e o polonês Skra Belchatow estão eliminados. Avançaram às semifinais o italiano Lube Civitanova e o russo Fakel Novy Urengoy.

A última vez que os quatro primeiros de um Campeonato Mundial de Clubes foi totalmente dominado pelas equipas europeias foi em 1992, em Treviso, quando o Misura Milan derrotou o Sisley Treviso por 3 a 0 numa final totalmente italiana. O Olympiacos de Pireu, da Grécia, eliminou Il Messaggero Ravenna do bronze, negando à Itália um o pódio completo. As duas primeiras equipes de cada grupo viajam para Czestochowa na sexta-feira, para jogar as semifinais no sábado e a final e disputa do terceiro lugar no domingo.

Antes, as oito equipes jogam nesta quinta-feira, o último dia de jogo da etapa classificatória nas cidades de Plock e Resovia.

Veja também

Pinta pede passe na mão de William por “novas magias”

O Fiat/Minas está em um bom momento na Superliga Banco do Brasil 2020/21, após conquistar …