Home Superliga Sesi-SP supera o Vôlei Renata em Campinas e segue invicto, na cola do líder Cruzeiro
Superliga - 22 de novembro de 2018

Sesi-SP supera o Vôlei Renata em Campinas e segue invicto, na cola do líder Cruzeiro

Partida contou com a presença do técnico da Seleção Brasileira, Renan, no Ginásio do Taquaral

O Sesi-SP derrotou o Vôlei Renata (SP) por 3 sets a 1 (25/18, 25/15, 21/25 e 25/23), nesta quinta-feira, no Ginásio do Taquaral, em Campinas, e manteve sua quinta vitória consecutiva na Superliga Masculina 2018/2019. O time do técnico Rubinho segue invicto na competição.

O time da Vila Leopoldina contou com boa atuação do levantador William, que chamou atenção dos torcedores e, foi eleito, por votação popular, o melhor da partida. Com o Troféu VivaVôlei, o capitão do Sesi-SP falou sobre a vitória.

– Nosso time está crescendo, evoluindo e isso é o mais importante. Foi um jogo difícil, contra uma equipe bem treinada, de um levantador de muita qualidade. Jogamos bem nos dois primeiros sets, depois baixamos o ritmo, eles tiveram o passe na mão, e isso dificultou. Mas, o nosso time está de parabéns e vamos seguir porque tem muita Superliga pela frente – disse William

Lucas Lóh enfrenta bloqueio do time de Campinas (Marcos Ribolli/Vôlei Renata)

Elogiado pelo adversário, o também levantador Demián Gonzalez também falou sobre a atuação do seu time nesta noite. O jogador do Vôlei Renata destacou o crescimento do grupo de Campinas ao longo da partida.

– Nos dois primeiros sets nosso time não foi bem e também houve mérito deles, que jogaram muito bem, muito agressivos. No terceiro, jogamos melhor e ganhamos. O quarto foi equilibrado, mas eles fizeram uma diferença e saíram com a vitória – comentou o argentino do Vôlei Renata.

Presente ao ginásio para observar os atletas dos dois times, o técnico da seleção brasileira, Renan, gostou do que viu em quadra.

– Foi um belo jogo, com um nível bem bacana. Os dois primeiros sets com um placar mais dilatado, mas o terceiro e o quarto apresentaram um jogo muito equilibrado, de um nível técnico muito bom. É importante ver e acompanhar de perto uma Superliga nesse nível. As duas equipes em quadra hoje têm a mesma característica de uma mescla de jovens, com jogadores experientes e isso é muito bom para o nosso voleibol – opinou Renan.

A quinta rodada da Superliga começou com um jogo antecipado do Sada, que, no dia 7 deste mês, venceu o Corinthians-Guarulhos (SP) por 3 sets a 0. Na sexta rodada, o Vôlei Renata terá uma folga, já que também fez uma partida antecipada com o Cruzeiro, no jogo de abertura da competição, no dia 24 de outubro, quando o time de Campinas saiu com a vitória. Já o Sesi-SP volta a jogar em casa e no sábado (24/11) receberá o São Judas Voleibol (SP) às 18h.

O JOGO

O Sesi-SP começou melhor e abriu 2 a 0. O time visitante seguiu melhor e abriu 5 a 1. O Vôlei Renata reduziu a diferença em 8 a 6. Mas, a equipe da Vila Leopoldina voltou a ter vantagem (11 a 6) e Horacio Dileo pediu tempo. Com Lucas Lóh, o Sesi-SP marcou 14 a 9. No bloqueio de William e Gustavão, o grupo visitante chegou a 17 a 11. O Vôlei Renata pediu mais um tempo. Daniel conseguiu um ponto de saque e o time da casa marcou 13 a 17. Em boa passagem de Lucas Lóh pelo saque, o Sesi-SP marcou três pontos seguidos e fez 20 a 13. A equipe da capital administrou a vantagem e, apesar de uma reação do adversário, fechou o primeiro set em 25 a 18.

O Vôlei Renata saiu na frente na segunda parcial e, com Vaccari pontuando bem, fez 3 a 2. Na bola de segunda de William, o Sesi-SP deixou tudo igual: 5/5. O time de Campinas teve um de vantagem de novo em 8 a 7. Lucas Lóh bloqueou e colocou o Sesi-SP na frente em 9 a 8. O time da Vila Leopoldina abriu quatro pontos (14 a 10) e Dileo parou o jogo. Depois de grande levantamento de William, Alan pontuou e o Sesi-SP fez 18 a 12. O placar ainda foi a 19/12 e Horacio Dileo gastou seu segundo pedido de tempo. Com dois bloqueios seguidos, 23 a 13. E, com Lucas Lóh, o Sesi-SP fechou em 25 a 15.

O Vôlei Renata voltou para o terceiro set empolgado e, com Temponi bem no saque, abriu 3 a 1. Com Gustavão, o Sesi-SP encostou no marcador: 5 a 6. Quando o time da casa chegou a  9 a 6, Rubinho pediu tempo. O Vôlei Renata seguiu embalado e marcou 11 a 7. Os donos da casa ainda chegaram a 14 a 10. No bloqueio, o Sesi-SP aproximou, fazendo 13 a 15. Com Vaccari, os donos da casa voltaram a abrir (18 a 15). Mais uma vez com o ponteiro, 20 a 16. Neste momento, Rubinho pediu mais um tempo. No ace de Dani, 23 a 17. O Sesi-SP fez 20 a 23, mas o Vôlei Renata aproveitou a vantagem e venceu o set por 25 a 21.

O início do set esteve igual em 2 a 2 e, com Vaccari, o Vôlei Renata marcou 3 a 2. O Sesi-SP teve um de vantagem e, com Luizinho aparecendo no bloqueio, o time da casa empatou em 5 a 5. O time visitante abriu dois em 8 a 6. Com Lucas Lóh duas vezes, no contra-ataque e no bloqueio, 11 a 7. Com Daniel, o Vôlei Renata chegou a 10 a 13. Novamente com o oposto, dessa vez no saque, 12 a 13. Com dois pontos de saque seguidos de Vaccari, o time da casa virou o set e fez 15 a 14. Ace de Luizinho e 17 a 16 para o Vôlei Renata. O set esteve igual em 19 a 19 e depois em 22 a 22. O equilíbrio permaneceu até o Sesi-SP fechar em 25 a 23.

EQUIPES

VÔLEI RENATA – Demián, Dani, Luizinho, Michel, Vaccari e Temponi. Líbero – Lukinha

Entraram – Matheus, Angellus, Vini, Renan, Melqui, João Paulo Tavares, Bello9

Técnico: Horacio Dileo

SESI-SP – William, Alan, Gustavão, Éder, Lucas Lóh e Renato. Líbero – Murilo

Entraram – Evandro, Franco, Barreto

Técnico: Rubinho

SUPERLIGA CIMED MASCULINA 18/19

Quinta rodada do turno

07.11 (QUARTA-FEIRA) – Corinthians-Guarulhos (SP) 0 x 3 Sada Cruzeiro (MG), às 20h, no ginásio Ponte Grande, em Guarulhos (SP) (19/25, 16/25 e 25/25)

21.11 (QUARTA-FEIRA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) 3 x 1 Vôlei UM Itapetininga (SP), às 19h30, no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR) (19/25, 25/19, 25/22 e 25/15)

21.11 (QUARTA-FEIRA) – Fiat/Minas (MG) 1 x 3 EMS Taubaté Funvic (SP), às 19h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (22/25, 25/17, 18/25 e 19/25)

21.11 (QUARTA-FEIRA) – São Judas Voleibol (SP) 0 x 3 Sesc RJ, às 20h, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo (SP) (21/25, 16/25 e 20/25)

21.11 (QUARTA-FEIRA) – Caramuru Vôlei (PR) 0 x 3 São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão (SP), às 20h30, na Arena Multiuso, em Ponta Grossa (PR) (20/25, 19/25 e 20/25)

22.11 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) 1 x 3 Sesi-SP, às 19h, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP) (18/25, 15/25, 21/25 e 23/25)

Veja também

Macris desabafa sobre novo piso: “É rir pra não chorar”

A levantadora Macris, do Itambé/Minas, não escondeu a insatisfação com o novo piso utiliza…