Home Internacional 2018, com quatro Mundiais, termina com “liderança” da Itália
Internacional - Seleção Brasileira - 10 de dezembro de 2018

2018, com quatro Mundiais, termina com “liderança” da Itália

Confira um balanço das conquistas por país após Mundiais de seleções e clubes

A vitória do Vakifbank sobre o Minas, em Shaoxing (CHN), neste domingo, encerrou um ano atípico para o vôlei, com a realização de quatro Mundiais: dois de seleções e dois de clubes.

O Brasil saiu sem títulos desta vez. A medalha de prata mineira no Mundial feminino de clubes e o segundo lugar da equipe de Renan Dal Zotto no Mundial masculino de seleções foram os melhores resultados.

Numa divisão por país, os quatro títulos ficaram com europeus. No total, oito países diferentes foram ao pódio. A Itália, com três medalhas, foi a mais laureada.

Confira abaixo um resumo de conquistas por aí:

OURO

Sérvia – seleção feminina
Turquia – Vakifbank
Polônia – seleção masculina
Itália – Trentino

PRATA

Itália – seleção feminina
Brasil – Minas
Brasil – seleção masculina
Itália – Civitanova

BRONZE

China – seleção feminina
Turquia – Eczacibasi
Estados Unidos – seleção masculina
Rússia – Fakel Novy Urengoy

Trentino faturou o Mundial masculino de clubes (FIVB Divulgação)

Em 2014, ano também com quatro Mundiais disputados, o balanço brasileiro foi melhor. Foram quatro medalhas do país na ocasião: prata no Mundial masculino e bronze no feminino de Seleções, além do segundo lugar do Molico/Osasco e o terceiro do Sesi na competição feminina de clubes. A masculina, realizada em Minas Gerais, terminou com o Sada/Cruzeiro em quarto lugar.

Relembre aqui como ficou o “quadro de medalhas” em 2014

OURO

Estados Unidos – seleção feminina
Rússia – Dínamo Kazan
Polônia – seleção masculina
Rússia – Belgorie Belgorod

PRATA

China – seleção feminina
Brasil – Molico/Osasco
Brasil – seleção masculina
Qatar – Al-Rayyan

BRONZE

Brasil – seleção feminina
Brasil – Sesi
Alemanha – seleção masculina
Argentina – UPCN

 

Veja também

Flávio admite viver momento especial da carreira

Aos 29 anos, Flávio vive um dos melhores momentos da carreira. O meio de rede defenderá o …