Home Fora de Quadra Danielle Scott celebra o Natal e revela alívio com prisão do assassino da irmã
Fora de Quadra - 25 de dezembro de 2018

Danielle Scott celebra o Natal e revela alívio com prisão do assassino da irmã

A ex-central da Seleção dos Estados Unidos, Danielle Scott, 46 anos, escreveu um post de “Feliz Natal” em seu perfil no Instagram, nesta terça-feira, mostrando que, aos poucos, está superando o trauma recente na sua vida pessoal e da sua família.

No dia 18 de novembro, a ex-atleta – que participou de cinco edições dos Jogos Olímpicos – Atlanta-96, Sydney-2000, Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012, tendo perdido as finais das duas últimas competições disputadas para o Brasil -, foi esfaqueada pelo ex-cunhado, Michael Vallery, em Baton Rouge, na Lousiana, nos Estados Unidos.

No ataque, Stefanie Vallery, irmã de Danielle, morreu. Ela estava em processo de divórcio do assassino e já havia aberto dois processos por violência doméstica contra o agressor.

Na tentativa de defender a irmã, junto com a sobrinha – que também se chama Dani Scott e foi ferida, mas sem gravidade -, a ex-jogadora acabou levando várias facadas nas mãos e nas pernas. O casal tem mais três filhos que não estavam no local no momento do crime. Danielle Scott passou por cirurgias nas mãos e na perna e passa bem.

– Eu tenho feito o meu melhor para focar e me manter positiva e grata durante o período de luto pela perda da minha irmã, lidando com o fato de ter testemunhado a morte dela e não conseguido salvá-la – escreveu Dani Scott.

Ela revelou, com alívio, que o assassino se entregou à polícia e está preso.

– Enquanto ele corria livre, tínhamos um sentimento inquietante, um medo de olhar por cima do meu ombro imaginando se e quando ele poderia aparecer. Pois ontem à noite, Michael Vallery apareceu. Na porta do apartamento da minha sobrinha, ele se entregou. Minha filha exclamou alegremente: “Um milagre de Natal”. Nossa confiança está sempre no Senhor. Ele é fiel e justo. Minha irmã, Stef, está salva. Nós celebramos tudo que o Cristo representa. Eu valorizo a conexão que temos como irmãs e irmãos. E agradeço a Jesus por morrer por nossos pecados. Não esqueça o motivo da data (Natal) -, escreveu a ex-jogadora que, no Brasil, teve passagem por clubes como Osasco, Jundiaí, São Bernardo, Macaé e Brasília.

Veja também

Flávio admite viver momento especial da carreira

Aos 29 anos, Flávio vive um dos melhores momentos da carreira. O meio de rede defenderá o …