Home Superliga De virada, Sesi desbanca o Sada/Cruzeiro na despedida de 2018
Superliga - 23 de dezembro de 2018

De virada, Sesi desbanca o Sada/Cruzeiro na despedida de 2018

No último jogo de vôlei no Brasil no ano, vitória paulista na Vila Leopoldina

O primeiro turno da Superliga Cimed masculina terminou em grande estilo. Em uma partida repleta de alternâncias e jogada em alto nível técnico, o Sesi derrotou, de virada, o Sada/Cruzeiro por 3 sets a 2, parciais de 20-25, 27-25, 25-21, 24-26 e 15-9, no Ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo.

O resultado fez a classificação formar uma escadinha nos quatro primeiros lugares: o líder Sesc, campeão simbólico, com 27 pontos, Sada/Cruzeiro com 26 e logo depois Sesi (24) e EMS/Taubaté (23).

O campeão olímpico Lipe, em sua melhor partida desde uma lesão nas finais do Campeonato Paulista, ganhou o Troféu VivaVôlei.

Foi a segunda vitória seguida do Sesi sobre o Sada/Cruzeiro, repetindo o que já havia feito na Supercopa.

A série de nove vitórias seguidas dos mineiros na Superliga 2018/2019 não parecia que seria quebrada depois do primeiro set. Com excelente aproveitamento de saque com a dupla Rodriguinho/Le Roux, o atual campeão nacional ditava o ritmo do jogo. Cachopa estava confortável e preciso na distribuição.

O panorama da partida começou a mudar em um nervoso segundo set. Os visitantes reclamaram muito de um saque na linha de Evandro (marcado fora) e um erro de ataque de Lipe, com marcação de desvio. O Sada/Cruzeiro começou a perder a cabeça e viu o time da casa crescer. Em vantagem, o Sesi levou um susto quando Rodriguinho salvou um set point com um poderoso saque. Mas na sequência um erro de ataque do americano Sander decretou o empate.

Com um baixíssimo nível de erros na terceira parcial, o Sesi esteve sempre em vantagem. E viu um nervoso Cruzeiro, a partir de um cartão vermelho por reclamação para Marcelo Mendez, se perder nas próprias falhas para levar a virada.

A tensão e as reclamações persistiram no quarto set. Desta vez foi a vez de Rubinho ser punido com vermelho e a perda de um ponto. O jogo se manteve igual até o 20º ponto, quando o Sada/Cruzeiro, já com capitão Filipe em quadra, virou e colocou pressão no Sesi. E com uma largadinha de Sander o jogo se encaminhou para o tie-break.

Sesi festeja vitória em casa (Divulgação)

A parcial final começou com o Sesi abrindo 3 a 0, após erros de saque de Filipe, uma bola para fora no ataque de Evandro e um bloqueio em cima do mesmo oposto. Marcelo Mendez parou o jogo para acalmar o time. Nos donos da casa, Alan, que cresceu bastante na parte final do jogo, passou a receber bolas importantes de William.  E a vitória do Sesi foi garantida até com certa tranquilidade, mesmo com Lipe tendo deixado a quadra, com dores na coxa esquerda, com o placar mostrando 10 a 5.

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…