Home Superliga Flu vence Sesc no clássico e assume vice-liderança da Superliga
Superliga - 7 de dezembro de 2018

Flu vence Sesc no clássico e assume vice-liderança da Superliga

Tricolor é a maior surpresa do campeonato feminino até agora

O Fluminense não cansa de surpreender na Superliga Cimed Feminina 2018/2019. Depois de fazer 3 a 0 no Osasco/Audax, no Ginásio José Liberatti, o Tricolor derrotou o Sesc, nesta sexta-feira, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, por 3 sets a 1, parciais de 25-15, 26-24, 15-25 e 25-12.

O triunfo fez o time subir para a vice-liderança da competição com 13 pontos, atrás apenas do líder Dentil/Praia Clube (com um jogo a menos). Uma campanha surpreendente até para o mais fanático torcedor.

A central Letícia Hage, autora de 16 pontos, foi eleita a melhor em quadra e faturou o Troféu VivaVôlei. Ela foi uma das bolas de segurança de Giovanna, além de aparecer muito bem no bloqueio.

– O time sabia das dificuldade. Tivemos dois 3 a 2 com o Sesc no Estadual. Eles serviram tanto pra deixá-las mais alertas quanto para gente ficar com a sensação que dava para vencer. Nós vínhamos de duas vitórias e isso nos deu mais confiança, fez o jogo fluir hoje – analisou Letícia.

A oposto Joycinha colaborou com mais 15 acertos.

Letícia Hage recebeu VivaVôlei (Mailson Santana)

O Sesc sofreu demais na linha de passe e teve assim muita dificuldade para pontuar no ataque. Ainda sem Drussyla e Bia, a equipe de Bernardinho não viu as mudanças feitas surtirem efeito. A ponto de o quarto set ter sido um verdadeiro passeio.

Para a experiente Juciely, a dolorosa derrota precisa render alguma lição para a sequência do Sesc na competição.

– Nosso time vem buscando regularidade, não errar tanto. É uma busca constante, mas que ainda não tem surtido o efeito necessário. De toda derrota temos de tirar uma lição. É seguir trabalhando, pois temos de melhorar muito. É muito triste sair com uma derrota dentro de casa – disse a central.

O Sesc, após sofrer a primeira derrota na Superliga, estaciona nos 12 pontos, mesmo número de Minas e Osasco/Audax.

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…