Home Mundial de Clubes Veja o que os treinadores dos 8 times do Mundial de Clubes esperam da competição
Mundial de Clubes - 3 de dezembro de 2018

Veja o que os treinadores dos 8 times do Mundial de Clubes esperam da competição

Dentil/Praia Clube estreia à meia-noite e Minas joga às 4h desta terça, com SporTV

O Mundial de  Clubes Feminino começa nessa terça e a promessa é de muita emoção, com a presença de dois clubes brasileiros, o Dentil/Praia Clube, atual campeão da Superliga, e o Minas, atual campeão Sul-Americano. Em encontro promovido pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB), nesta segunda-feira, no Xian Heng Hotel, na cidade de Shaoxing, na China, os técnicos dos oito times participantes falaram da expectativa de participar do torneio. Confira:

Giovanni Guidetti, treinador do VakifBank Istanbul, atual campeão:

– Vamos participar para vencer e estamos prontos para assumir o desafio de enfrentar as equipes fortes. Zhu, como toda jogadora que jogou em um nível muito alto no Campeonato Mundial, começará devagar nesse começo de temporada do clube. Mas, como qualquer outra boa jogadora, ela sabe como aumentar seu nível novamente. Está começando a ganhar essa boa condição e sabe jogar neste nível de competição. Ela está animada para atuar na China.

Giovanni Guidetti é o técnico do atual campeão, Vakifbank, da Turquia (FIVB)

Wang Hebin, técnico do Zhejiang Volleyball Club:

– Vamos ter um grande desafio contra as melhores equipes nesta competição, por isso cabe à nóa compreender como podemos enfrentar este desafio. Estamos preparados e acreditamos que nossa equipe está pronta.

Avital Selinger, treinador do Volero Le Cannet, da França:

– É um grande desafio competir neste torneio, mas sempre digo às minhas jogadoras para fazerem o melhor possível e a aproveitar o momento de competir contra as melhores equipes de clubes do mundo. Este é o melhor momento para aprender.

O treinador do Altay Volleyball Club, Iurii Pachenko:

– Estamos felizes por estar aqui e levar esta grande experiência para a nossa equipe. Esta é a primeira vez que estamos jogando nesta competição de alto nível, por isso estamos todos honrados por estar aqui.

O técnico do Eczacibasi VitrA Istambul, Marco Aurelio Motta:

– Estamos felizes por participar. Começamos nossa competição amanhã e estamos animados para jogar nos próximos cinco dias. Estamos preparados para disputar partidas difíceis nesta competição.

Paulo Coco, treinador da Dentil/Praia Clube:

– É uma grande honra para a nossa equipe fazer parte deste torneio. Nosso principal objetivo é melhorar nosso jogo da melhor maneira possível.

Stefano Lavarini, técnico do Minas:

– Vamos com o pé no chão, vamos ter uma primeira experiência para ver como é que é, vamos brigar duramente para tentar classificar entre os quatro, o que já seria um grande feito.

Nataphon Srisamutnak, treinador do Chronburi Supremo:

– O Campeonato Mundial Feminino de Clubes é um grande torneio para o meu time. Esta é a nossa primeira vez e vamos tentar o nosso melhor para obter um bom resultado.

 

Veja também

Fabiana: “Precisamos de várias Anas Cristinas”

Em entrevista ao site Globoesporte.com, publicada nesta sexta-feira, a bicampeã olímpica F…