Home Internacional Tandara volta a ser relacionada após lesão na China
Internacional - 16 de dezembro de 2018

Tandara volta a ser relacionada após lesão na China

Brasileira comemorou o fato de ser relacionada para viagem do time

Pouco mais de um mês de sofrer uma lesão no tornozelo esquerdo, em partida pelo seu time, o Guangdong Evergrande, contra o Liaoning, pela quinta rodada do Campeonato Chinês, a oposto brasileira Tandara, 30 anos, campeã olímpica em Londres-2012, que defendeu o Osasco na última temporada, está de volta às quadras e à equipe.

A jogadora, considerada uma das melhores do mundo na posição  postou uma foto nas redes sociais comemorando o fato de ter sido reintegrada à delegação do Evergrande:

– Lá vamos nós para a primeira viagem com o time depois da lesão – escreveu a oposto, em seu perfil nos Stories, do Instagram.

Tandara foi carregada pelas companheiras, logo após a lesão (YouTube/Reprodução)

Tandara jogou quatro partidas pelo Campeonato Chinês e era a principal jogadora do time e uma das maiores pontuadoras da competição, com média de 22 pontos por jogo. Ela se machucou no segundo set do quinto confronto com a camisa do Guangdong Evergrande, quando tinha marcado seis pontos.

A lesão aconteceu no dia 14 de novembro. Depois de um bloqueio, Tandara caiu de mau jeito, pisando no pé de uma jogadora adversária e torceu o tornozelo. As imagens do lance são fortes e dava a impressão de que a lesão era grave. Ela deixou a quadra carregada e foi direto fazer exames de imagens em um hospital

A oposto da Seleção Brasileira chegou a usar muletas e uma bota ortopédica nos primeiros dias para evitar pisar com a perna lesionada.

Tandara, nos primeiros dias, logo após a lesão (Instagram/Reprodução)

Para se recuperar mais rápido e voltar logo às quadras, Tandara “importou”, de São Paulo, um profissional de confiança e amigo, o fisioterapeuta Alexandre Ramos, o Urso, especialista em recuperação esportiva, com passagem pela Seleção Brasileira Feminina entre 2010 e 2017 e em vários clubes do Brasil.

– Recebi uma ligação do Cléber (Cléber Mineiro, ex-jogador de vôlei e marido da oposto), falando que a Tandara havia torcido o tornozelo e que estava indo para o hospital, o mesmo tornozelo que já havia dado trabalho outras vezes – contou Alexandre Urso, em seu perfil nas redes sociais.

– Quando vi as imagens do momento da lesão, confesso que fiquei assustado. E, na hora, veio a indagação deles: “Quando você vem para a China?”. Como virar as costas para alguém que convivo por 15 anos? Minha resposta foi: “Quando vocês quiserem”. Imediatamente, liguei para meu amigo e parceiro e um dos melhores médicos do esporte e ortopedista que também conheço, Dr. Thiago, que já tinha cuidado dela em outros carnavais, traçamos uma estratégia com base nas informações que tínhamos e na literatura, conversei com meus sócio (na clínica), desmarquei aulas (em faculdades) e pedi autorização para quem manda (a esposa), arrumei as coisas e parti – completa o fisioterapeuta.

Tandara e o fisioterapeuta Alexandre Ramos, o Urso (Instagram/Reprodução)

Pelas redes sociais, os fãs da jogadora puderam acompanhar a rotina de fisioterapia, circuitos físicos, trabalhos com bola sem saldo, piscina e academia, sempre comandado por Urso, inclusive, nos finais de semana.

– Foram 20 dias de trabalho intenso, chegamos a fazer até 8 horas de tratamento por dia. Por fim, volto para o Brasil com a sensação de dever cumprido – disse Alexandre Urso, que deixou a China na última sexta-feira.

Antes da lesão, Tandara tinha média de 22 pontos por partida, no Campeonato Chinês (Instagram/Reprodução)

 

Veja também

Maique: “Estamos buscando identidade para o grupo”

A Seleção Brasileira masculina está na França fazendo os últimos ajustes para o Campeonato…