Home Mundial de Clubes Trentino vence clássico italiano e conquista o quinto título mundial
Mundial de Clubes - 2 de dezembro de 2018

Trentino vence clássico italiano e conquista o quinto título mundial

Com vitória sobre o Civitanova por 3 a 1, Trentino fatura mais um Mundial

2009, 2010, 2011, 2012 e 2018. O Trentino agora é pentacampeão do Campeonato Mundial masculino de vôlei.

Neste domingo, vitória na decisão em Czestochowa, na Polônia, sobre o Civitanova por 3 sets a 1, parciais de 25-20, 22-25, 25-20 e 25-18.

O time dirigido por Angelo Lorenzetti contou com uma atuação inspiradíssima do ponta sérvio Uros Kovacevic. Durante grande parte do duelo, ele foi a bola de segurança de Gianelli no ataque, com um ótimo aproveitamento. Ele terminou a final com 16 pontos (14 de 23 no ataque, além de dois aces), tendo uma passagem decisiva pelo saque na reta final do quarto set.

O maior pontuador do Trentino, porém, foi o outra ponta. O americano Russell teve 20 acertos, incluindo o que fechou a decisão. A destacar ainda a atuação do líbero francês Grebennikov no passe e na defesa, deixando claro o motivo de ser o melhor do mundo na posição atualmente.

Trentino marcou 12 pontos no bloqueio (FIVB Divulgação)O Civitanova sentiu falta de Leal. O ponteiro teve um aproveitamento muito baixo no ataque, a ponto de ter iniciado o quarto set com apenas um acerto no fundamento, após 11 tentativas. O técnico Gianpaolo Medei, vendo uma falta de sintonia entre ele e Bruninho, acabou deixando o levantador no banco após a derrota no terceiro set.  O cubano naturalizado brasileiro terminou com sete pontos (quatro em 15 no ataque).

– Fico triste porque queria trazer mais esse Mundial para casa e ajudar nossa equipe a conquistar esse troféu. Mas, bola pra frente. Que possamos ter força e nunca desanimar perante os outros obstáculos, nunca vamos perder a vontade de vencer! – comentou Leal.

O oposto búlgaro Sokolov com 17 pontos e o central cubano Simon, com 14, lideraram o Civitanova.

O pódio foi completado pelo Fakel Novy Urengoy, da Rússia, que derrotou o Asseco Resovia, time da casa, também por 3 a 1, parciais de 19-25, 25-20, 25-23 e 25-23.

Foram 15 pontos do oposto Udrys e mais 13 de Volkov.

Veja também

Sesi Bauru joga pela reabilitação na Superliga

O Sesi Bauru volta à quadra nesta sexta-feira para tentar a reabilitação na Superliga femi…