Home Superliga Bernardinho vê duelo do Sesc contra o líder Praia como decisivo
Superliga - 10 de janeiro de 2019

Bernardinho vê duelo do Sesc contra o líder Praia como decisivo

Técnico acredita que jogo pode consolidar novo status do time na Superliga

Sesc RJ e Dentil/Praia Clube têm construído uma rivalidade recente. As equipes já decidiram a Superliga Cimed em duas ocasiões, com um título para cada lado, e agora se encontrarão em mais um confronto importante: fecharão o primeiro turno da temporada 18/19 da competição nesta sexta-feira, às 21h30, na Jeunesse Arena, no Rio. E com uma campanha irregular, o time carioca só pensa na vitória diante de sua torcida. Até para mostrar que continua como um dos postulantes ao título.

– Esse jogo é decisivo em dois aspectos: avaliarmos em que ponto nós estamos e também no da classificação da Superliga. Se conseguirmos uma vitória, podemos consolidar um terceiro lugar, o que seria bom em virtude do nosso início irregular. Mas a consistência da atuação é o que mais nos interessa, pensando na continuidade da competição, mostrando que podemos jogar de igual para igual com os favoritos – analisou Bernardinho, enumerando os pontos fortes do Praia Clube.

– Sabemos que será um jogo complicado. Elas já tinham uma equipe fortíssima e se reforçaram com a Lloyd e com a Rosamaria. Contam com a Garay, que tem feito um campeonato espetacular, com a Fabizona, que não está 100%, mas já entrou no último jogo, contra o Bauru. O Praia é o atual campeão e nós ainda estamos atrás de nosso equilíbrio, de ter mais consistência, regularidade. Melhoramos um pouco, mas sabemos que ainda há um longo caminho a ser percorrido – disse Bernardinho.

Capitã do Sesc, Roberta levou o troféu de melhor em quadra no último jogo da equipe, diante do Balneário Camboriú. E a levantadora acredita que o resultado foi fundamental para que ela e suas companheiras mostrassem que continuam evoluindo.

Bernardinho orienta a levantadora Roberta (Divulgação)

– Eu considero todo jogo importante. Camboriú é uma equipe estreante, não está nas primeiras posições, mas era uma partida-chave. Precisávamos vencer, pois era o primeiro jogo do ano e tínhamos que mostrar que ainda estamos evoluindo, melhorando, mantendo o ritmo de antes da parada para as festas, no final do ano – afirmou Roberta, indicando o caminho para conquistar um bom resultado.

– Teremos um grande time pela frente, as líderes da Superliga, atuais campeãs e, por isso, estudamos muito. Acredito que para vencer será fundamental entrar em quadra com uma postura sólida, agressiva, ditando o ritmo do jogo e mantendo um número baixo de erros. Esperamos sair de quadra com mais esse bom resultado, muito importante para manter o Sesc nas primeiras posições da tabela de classificação – finalizou Roberta.

Ingressos
Os torcedores poderão trocar 2kg de alimento não perecível por um ingresso a partir das 18h30, no próprio ginásio de jogo. Os donativos serão revertidos para instituições de assistência social previamente cadastradas no Mesa Brasil Sesc no estado do Rio de Janeiro.

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…