Home Copa Brasil Dose dupla: Vôlei Um/Itapetininga pega o Sada/Cruzeiro duas vezes em quatro dias
Copa Brasil - 9 de janeiro de 2019

Dose dupla: Vôlei Um/Itapetininga pega o Sada/Cruzeiro duas vezes em quatro dias

Primeiro confronto, domingo, é pela Superliga e, terça-feira, pela Copa Brasil

Vôlei Um/Itapetininga e Sada/Cruzeiro vão se enfrentar duas vezes em quatro dias. O primeiro confronto será sábado, em Contagem (MG), pela primeira rodada do returno da Superliga Cimed Masculina 2018/2019 – com transmissão pelo SporTV -, e o segundo terça-feira (14/01), novamente no Ginásio do Riacho, o Riachão, dessa vez pela partida de ida das quartas de final da Copa Brasil. Quem vencer o playoff garante uma vaga na fase final do torneio, que será disputada nos dias 26 e 27 de janeiro na cidade de Lages (SC).

Sétimo colocado na Superliga com 15 pontos conquistados, o Vôlei UM busca surpreender a equipe mineira, vice-líder e atual campeã da competição. Este será o segundo encontro entre as duas equipes, no primeiro turno, a equipe mineira venceu o Itapetininga por 3 sets a 0, ( 23/25, 17/25, 24/26). O técnico Fabiano Ribeiro, o Magoo, fala das expectativas para a partida.

– Espero um jogo difícil. Estamos vindo de um período de mais de duas semanas sem jogar, porém estamos nos preparando bem, fizemos um bom jogo contra eles no primeiro turno e sabemos que temos que encarar esse gigante do vôlei sem medo e sem receio, aproveitando esta oportunidade da melhor forma – disse Magoo.

O atacante Sanchez é um dos destaques do time de Itapetininga (Divulgação)

O treinador comemorou a classificação para as quartas de final da Copa Brasil:

– Nossa classificação para a Copa Brasil foi algo espetacular. A equipe foi planejada para permanecer na Superliga e acabamos finalizando o primeiro turno em sétimo lugar, com isso ganhamos o direito de disputar a Copa Brasil. Agora são dois jogos em quatro dias contra um grande time, a responsabilidade de vitória é deles. Temos que respeitar nosso adversário, mas também que acreditar e buscar a vitória – disse Magoo.

LEIA MAIS:

Confira a entrevista exclusiva do narrador Bruno Souza ao Web Vôlei

Lesões encerram carreira de campeã olímpica aos 28 anos

Peña fala sobre a sua segunda temporada no Brasil

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…