Home Superliga Em jogo emocionante, Minas vence o Dentil/Praia Clube e segue invicto na Superliga
Superliga - 5 de janeiro de 2019

Em jogo emocionante, Minas vence o Dentil/Praia Clube e segue invicto na Superliga

Minastenistas derrotaram as rivais no tie-break. Praia segue na liderança isolada

Foi daqueles jogos de tirar o fôlego do torcedor, com viradas, ralis, contusões e jogadoras saindo do banco de reservas para mudar a história da partida. Sem Natália e diante de uma arena completamente lotada, com torcedores do lado de fora do ginásio, o Minas venceu o Dentil/Praia Clube por 3 sets a 2 – parciais de 26/24, 17/25, 25/22, 23/25 e 15/13 -, nesta sexta-feira, em Uberlândia, no esperado clássico mineiro válido pela 10ª rodada do turno da Superliga Cimed Feminina 2018/2019.

Apesar da derrota, o time do Triângulo manteve a liderança isolada na competição, com 24 pontos e 8 vitórias em 9 jogos. O Minas é o vice-líder, com 22 (com um jogo a menos) e 8 vitórias em 8 partidas. Com o triunfo de hoje, passa a ser a única equipe invicta na competição. O Sesi/Bauru é o terceiro na classificação, com 18 pontos (6 vitórias e 3 derrotas).

A ponteira Gabi, do Minas, foi a maior pontuadora do confronto, com 22 pontos (17 de ataque, 3 de bloqueio e 2 aces). A central Carol Gattaz, também do time minastenista, foi eleita a melhor em quadra e ficou com o troféu Viva Vôlei. Ela marcou 16 pontos (13 de ataque e 3 de bloqueio). Pelo lado do Praia, a maior pontuadora foi a ponteira Fernanda Garay, com 20 acertos (16 de ataque, 2 de bloqueio e 2 de saque). A oposto norte-americana Fawcett foi outro destaque do time de Uberlândia, com 19 pontos (16 de ataque e 3 de bloqueio).

Carol Gattaz ficou com o Troféu Viva Vôlei (Divulgação)

Agora, o Dentil/Praia Clube terá pela frente o Sesi/Bauru, terça-feira (8.01), às 19h30, no Panela de Pressão, em partida válida pelo 5ª rodada e adiada por causa da participação da equipe de Uberlândia no Mundial de Clubes da China, mês passado. No mesmo dia e horário, o Minas enfrentará o Fluminense, no ginásio do Hebraica, no Rio, em confronto também válido pela 5ª rodada – com transmissão pelo SporTV 2 – e também por conta da participação das minastenistas no Mundial.

Desfalques

Tanto o Praia quanto o Minas começaram o jogo com dois desfalques importantes. Duas horas antes do início da partida, a central Fabiana anunciou, por meio das redes sociais, que não estaria relacionada para o jogo, por conta das dores no joelho direito que a tiraram dos últimos dois jogos da Superliga. Fran foi mantida na equipe mas, sofreu uma torção no joelho esquerdo ainda no primeiro set e deixou a quadra.

Mayany em ação (Divulgação)

Pelo lado do Minas, minutos antes do confronto, o técnico Stefano Lavarini anunciou que a ponteira Natália não começaria jogando pelo mesmo motivo: seria poupada por conta de dores no  joelho. Lana começou no time titular. No último jogo de 2018, na vitória minastenista sobre o Sesc RJ, em Belo Horizonte, por 3 sets a 2, Natália sentiu o joelho direito durante o terceiro sete e chegou a sair de quadra. Ela retornou no final da parcial e ficou até o fim do jogo, mas ficou a preocupação com a sobrecarga no joelho.

O jogo

O primeiro set foi marcado pelo equilíbrio, mas premiou o time mais eficiente no bloqueio. O Minas marcou 6 pontos nesse fundamento, contra 3 das donas da casa. O Praia ainda cedeu 14 pontos em erros ao rival. Com a Arena lotada, a equipe de Uberlândia começou o clássico em ritmo acelerado, abrindo 2 sets a 0. O primeiro ponto foi da ponteira Rosamaria, que parece ter se firmado de vez no time titular, depois de ter perdido a posição para Michele no início da temporada. Rosamaria comemorou muito o primeiro ponto contra o ex-time, incendiando a arquibancada.

O Minas marcou 19 pontos de bloqueio, contra 14 do Dentil/Praia Clube (Divulgação)

As anfitriãs comandaram o placar até o 7 a 7, quando Fran, em choque por baixo da rede com Gabi, sentiu o joelho esquerdo e caiu no chão, já sentindo bastante dor. A central foi atendida na quadra, mas acabou saindo e foi  substituída pela reserva Gabriela. O Praia não absorveu bem a lesão da meio-de-rede e o Minas reagiu, fazendo 10 a 7 , aproveitando os contra-ataques.

A levantadora do Praia, Lloyd, passou a usar mais a oposto norte-americana Fawcett e o atual campeão da Superliga encostou em 17 a 18. Lavarini surpreendeu, colocando Natália em quadra, mas a ponteira errou um passe logo de cara e deixou a quadra para a volta de Lana.

O jogo seguiu com os dois times pontuando, até que Fawcett empatou o marcador em 20 a 20, em um bloqueio sobre Bruna Honório. A virada das donas da casa aconteceu em uma rede da oposto do Minas, que acabou substituída. Malu entrou, manteve o equilíbrio e deixou a quadra ao errar um ataque que deu o set point às rivais: 24 a 23. Bruna Honório entrou novamente, fez o ataque que empatou o jogo e o ace que colocou o Minas à frente: 25 a 24. O Minas fechou o set no bloqueio de Lana sobre Fawcett, fazendo 26 a 24.

O segundo set também começou equilibrado, mas o Praia começo a abrir a partir do sexto ponto (6 a 4), contando com a eficiência de Fê Garay, pouco acionada no primeiro set. As anfitriãs fizeram 9 a 5 e Lavarini mexeu no time, colocando Malu novamente no lugar de Bruna Honório. As minastenistas encostaram em 9 a 8 mas, em uma sequencia de erros de passe e ataque do Minas, o Praia abriu a boa vantagem novamente: 12 a 8. As donas da casa mantiveram a boa distância no placar e, apoiadas pela torcida e pela instabilidade do Minas no saque e no ataque, avançaram sem dificuldade.

O Dentil/Praia Clube segue líder da Superliga (Divulgação)

No final do set, Natália retornou ao time, mas pouco produziu, levando dois bloqueios. O ponto mais emocionante da partida foi o penúltimo do set. Lloyd salvou uma bola perdida nas placas de publicidade, Fê Garay passou também na base da raça para o outro lado da quadra. Leia se afobou com a bola de graça, fazendo um passe ruim, que Macris não conseguiu consertar. Foi o 24º ponto do Praia, que fechou a parcial em 25 a 17 em um erro de ataque de Bruna Honório. O time de Uberlândia marcou 5 pontos de bloqueio contra 2 do Minas e fez 12 pontos de ataque, contra 9 das rivais.

O Minas começou comandando o terceiro set, abrindo 7 a 4 numa boa sequência de saque de Gabi, mas o Praia empatou em 9 a 9, aproveitando os erros de ataque das adversárias. O jogo seguiu equilibrando, mas com o Minas mantendo dois pontos de vantagem até 14 a 12. Em uma ótima sequencia de saque da central Carol, o Praia virou em 16 a 14.

O Minas empatou em 16 a 16, com dois bons ataques de Bruna Honório, e fez 18 a 16, depois de dois erros de ataque da centra Gabriela, nitidamente desentrosada com Lloyd. Paulo Coco tirou a levantadora norte-americana e colocou a reserva Ananda. O Praia empatou em a 19 a 19, bloqueando a china de Carol Gattaz, mas as minastenistas retomaram a vantagem em uma boa passagem de Bruninha no saque. Mara bloqueou a Fawcett para fazer 24 a 20. Em uma rede da central minastenista, o Praia diminuiu em 24 a 21 e Carol atacou do meio para fazer 24 a 22. Lavarini parou o jogo e, na volta, Gabi atacou para fechar o set em 25 a 22, fazendo 2 a 1 no jogo.

Carol Gattaz marcou 13 pontos de ataque (Divulgação)

O Minas começou o quarto set em ritmo arrasador, fazendo 5 a 1 rapidamente com uma boa atuação do bloqueio, que amortecia os ataques rivais. O jogo caminhava para uma vitória minastenista por 3 sets a 1, mas aos poucos, no entanto, o Praia reequilibrou o jogo, numa boa passagem de Lloyd pelo saque e diminuiu para 10 a 8 a vantagem minastenista.

As comandadas pelo técnico Lavarini seguiram com o bom volume no ataque, principalmente com a ponteira Gabi, que fez 13 a 8 no placar. Em um ace, Mara fez 17 a 12, mas o Praia esboçou uma reação em dois erros de Bruna Honório, fazendo 14 a 17. Em um contra ataque da Fawcett, as donas da casa diminuíram ainda mais: 17 a 15. Lavarini pediu tempo e, na volta, Fê Garay bloqueou a china de Carol Gattaz encostando em 17 a 16. O empate saiu no ataque de Fê Garay: 18 a 18. O Minas voltou a abrir 2 pontos de vantagem no bloqueio de Gabi sobre a Garay: 20 a 18. O Praia buscou o placar e empatou com Garay: 23 a 23, após um rali. Em dois bloqueios, as anfitriãs viraram de forma espetacular, levando a arena à loucura, vencendo o set por 25 a 23 e empatando o jogo em 2 a 2.

Tie-break

O time do Triângulo fez 2 a 1 com uma largadinha de Michelle, que começou o tie-break como titular, no lugar de Rosamaria. Gabi empatou em 2 a 2 a ponteira e fez 3 a 2, mantendo o o Praia na frente. As duas equipes seguiram trocando pontos até que a virada de quadra aconteceu no bloqueio de Gabi sobre Fawcett: 8 a 6 para o Minas.

A equipe minastenista fez 10 a 7 em um bloqueio triplo em cima da Fawcett, calando a Arena. Paulo Coco pediu tempo e o Praia diminuiu para 10 a  9 em um ace de Fê Garay. Foi a vez de Lavarini parar o jogo para conversar com as suas jogadoras. O empate das donas da casa veio em um bloqueio de Gabriela em cima da xará Gabi: 10 a 10 e um barulho ensurdecedor na Arena do Praia. O Minas não se abalou e abriu dois pontos (13/11) com Lana, mas Fawcett diminuiu : 13 a 12 e Fê Garay, do fundo, fez 13 a 13, empatando o tie-break e novamente fazendo o torcedor ficar de pé na arquibancada. A virada do quarto set parecia se repetir. Mas, em um bloqueio de Bruna Honório em Michelle, após ótimo saque de Geórgia em cima da Suelen, o Minas fechou o set em 15 a 13 e o jogo em 3 sets a 2, mantendo a invecvibilidade na Superliga.

EQUIPES

Dentil/Praia Clube: Lloyd (4), Fawcett (19), Fran, Carol (14), Fê Garay (20), Rosamaria (11) e Suelen (líbero). Entraram: Gabriela (6), Michelle (2), Ananda, Paula (1) e Laís

Técnico: Paulo Coco

Minas: Macris (4), Bruna Honório (15), Mayany (5), Carol Gattaz (16), Gabi (22), Lana (9) e Leia (líbero). Entraram: Natália, Mara (7), Bruninha (1), Geórgia e Malu (1)

Técnico: Stefano Lavarini

LEIA TAMBÉM

+ Barbara Seixas e Fernanda Berti iniciam 2019 com foco olímpico

+ Sheilla reforça desejo de voltar ao vôlei neste ano

Veja também

Lopez é destaque em classificação de Cuba

O ponteiro Miguel Lopez foi o grande nome da classificação de Cuba para a final da Copa Pa…