Home Copa Brasil Em jogo sensacional, Fiat/Minas derruba mais um favorito e está na decisão
Copa Brasil - 27 de janeiro de 2019

Em jogo sensacional, Fiat/Minas derruba mais um favorito e está na decisão

Time derrotou o EMS/Taubaté/Funvic por 3 a 2 e pega o Sada/Cruzeiro pelo título

O time que entrou pela oitava vaga na Copa Brasil derrubou dois favoritos e está na final. O Fiat/Minas, que terminou o turno da Superliga Masculina Cimed 2018/2019 em oitavo, eliminou o líder Sesc RJ por 3 sets a 2, nas quartas, e derrotou, na noite deste sábado, o EMS/Taubaté/Funvic também no tie-break – parciais de 34/32, 20/25, 20/25, 25/22 e 15/9 -, no ginásio Jones Minosso, em Lages (SC), em um jogo sensacional.

Com o resultado, o time do técnico Nery Tambeiro garantiu vaga final. O adversário na decisão, neste domingo, às 19h30, com transmissão pelo SporTV 2, é o Sada/Cruzeiro, atual campeão da competição, que derrotou o Copel Telecom/Maringá na outra semifinal, por 3 sets a 1, e busca o tetracampeonato do torneio. A equipe celeste, atual campeã da Superliga, é também a atual líder isolada da temporada 2018/2019. Os dois times se enfrentaram na final do Campeonato Mineiro de 2018, com vitória celeste por 3 sets a 2.

Castellani pede tempo (Nilton Wolff/Divulgação)

O central Flávio foi o destaque minastenista, com 17 pontos. Davy e Honorato marcaram 16 cada e o central Cledenilson, o Pingo, somou 12. O maior pontuador do jogo foi o ponteiro Lucarelli, do time paulista, com 19 pontos.

O oposto Davy saiu do banco de reservas para ser o grande nome da virada mineira. Depois de um bom primeiro set, com a vitória do Minas por 34 a 32, o titular Felipe Roque oscilou e passou a errar muito – principalmente no ataque e no saque. O time mineiro tomou a virada, em sets, 2 a 1, e Davy entrou no lugar do gigante de 2,12m, fazendo uma grande partida, garantindo contra-ataques difíceis e bloqueando e sacando com eficiência nos momentos decisivos. O Taubaté sentiu pressão no tie-break e não conseguiu impor sua superioridade, com um time recheado de nomes da Seleção Brasileira como Lucão, Douglas Souza e Leandro Vissotto.

Disputa de bola na rede entre Douglas Souza e Marlon (Nilton Wolff/Divulgação)

O jogo

Consternados com a tragédia causada pelo rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho (MG), os jogadores do Fiat/Minas e membros da comissão técnica entraram em quadra com um laço preto na camisa, ao lado do escudo do Minas Tênis Clube, simbolizando luto pelas vítimas da tragédia dessa sexta-feira.

O jogo começou bastante equilibrado, mas com uma leve vantagem do Taubaté, que comandou o primeiro set até o nono ponto, quando o Minas, atento no bloqueio e aproveitando os contra-ataques, conseguiu empatar e passar à frente: 11 a 9. A partir daí, a equipe mineira manteve a vantagem de dois pontos até fazer 21 a 19. Lucarelli foi para o saque e fez estrago, virando a partida para 23 a 21 para o Taubaté.

O time paulista teve o set point, mas o Minas salvou em um bom ataque de Bob. A partir daí, a emoção tomou conta da partida e as duas equipes trocaram pontos até que, em um erro de ataque de Lucarelli o Minas passou à frente. O bloqueio mineiro amorteceu o ataque rival e, em uma bola de tempo com o central Flávio, o time do técnico Nery Tambeiro fechou o equilibrado set em 34 a 32.

No segundo set, o Fiat/Minas abusou dos erros e o Taubaté abriu 5 a 3. Nery Tambeiro pediu tempo. Em dois bloqueios de Lucão em cima de Felipe Roque e Bob, o time paulista ampliou a vantagem para 8 a 4. O Minas parou de errar e os dois times seguiram trocando pontos, mas a vantagem da equipe paulista era boa e ela se manteve até o 20º ponto.

Felipe Roque ataca (Nilton Wolff/Divulgação)

Em um bloqueio de Flávio em Vissoto os mineiros diminuíram para 20 a 17 e o técnico Castellani pediu tempo. A partir daí, as bolas decisivas foram todas para Lucrelli, que não decepcionou e definiu os pontos. Em um bloqueio dele sobre Davy, o Taubaté garantiu o set point. Em um ace de Uriarte, os paulistas venceram a parcial por 25 a 20.

O terceiro set começou com o Minas fazendo todos os pontos: os seus três e os quatro do Taubaté (em erros). Em um bloqueio de Lucão sobre Honorato e  um erro de ataque de Flávio, o time paulista abriu 6 a 3. Os mineiros seguiram errando e em falhas de Bob e Felipe Roque o Taubaté abriu 9 a 4. Nery Tambeiro colocou Davy no lugar de Felipe Roque e Piá no de Bob. Mas, Taubaté manteve o ritmo forte, sacando bem e jogando bastante com velocidade, principalmente com o central Athos.

Fiat/Minas eliminou o favorito EMS/Taubaté/Funvic na semifinal (Nilton Wolff/Divulgação)

A equipe paulista marcou 15 a 9, obrigando Nery Tambeiro a pedir tempo novamente. Lucarelli, em bloqueio simples sobre Davy, aumentou a vantagem: 16 a 9. Desconcentrado, o Minas seguiu errando e o Taubaté fez 20 a 13. Em um bloqueio de Flávio sobre Abouba a equipe mineira diminuiu para 20 a 15, mas o Taubaté soube administrar bem a vantagem na parte do final do set. Em um contra-ataque, Lucarelli atacou na ponta para fazer 25 a 20 e virar o jogo em 2 sets a 1.

O quarto set foi equilibrado até o 7 a 7. Em um erro de Lucarelli, o Minas abriu 8 a 7 e, em um contra-ataque, com Piá, fez 9 a 7, na boa passagem de Davy pelo saque. O Taubaté empatou em 9 a 9 com Lucão, em uma bola rápida pelo meio. O Mina manteve o bom momento, com Honorato e Davy muito bem nas bolas decisivas. Em um ace do central Flávio, o time mineiro abriu 14 a 11 e Castellani pediu tempo.

O Minas seguiu pontuando, mantendo a vantagem de dois pontos: 18 a 16, com Davy na ponta. Depois de um rali maravilhoso, o ataque de Pingo fez o Minas abrir 23 a 19. Castellani pediu desafio, mas a imagem confirmou bola dentro. Taubaté diminuiu em 23 a 21, e um ataque de Lucarelli, que encarou um triplo para diminuir a diferença para dois pontos. Em dois ataques de Davy, um pela ponta e outro na saída, o Minas fechou o set em 25 a 22, empatando a partida em 2 a 2.

O ponteiro Bob foi um dos destaques do Fiat/Minas (Nilton Wolff/Divulgação)

No tie-break, o equilíbrio se manteve. Depois de um rali espetacular, com belas defesas dos dois lados, Piá definiu para o Minas: 4 a 3. Em um ace, Davy fez 5  a 3 e Castellani parou o jogo. Em três erros mineiros, o Taubaté virou: 6  5. O Minas virou de lado na quadra: 8 a 7. Com Davy e Flávio impossíveis e na excepcional distribuição de Marlon, o time mineiro foi ampliando a vantagem. Em dois bloqueios – sobre Lucão e Lucarelli -, o Minas teve o set point: 14 a 9. Em um ataque de Piá, na ponta, o time minastenista fechou set decisivo e o jogo por 3 sets a 2, fazendo a festa em Lages (SC).

FIAT/MINAS – Marlon, Felipe Roque, Flávio, Cledenilson, Honorato e Bob. Líbero – Rogerinho

Entraram – Maique, Winck, Davy, Piá

Técnico: Nery Tambeiro

EMS TAUBATÉ FUNVIC: Raphael, Vissotto, Lucão, Athos, Lucarelli e Douglas. Líbero – Thales

Entraram – Abouba, Uriarte, Conte

Técnico: Daniel Castellani

TODOS OS CAMPEÕES DA COPA BRASIL MASCULINA:

2007 – Cimed EC (SC), em Joinville (SC)

2014 – Sada Cruzeiro (MG), em Maringá (PR)

2015 – EMS Taubaté Funvic (SP), em Campinas (SP)

2016 – Sada Cruzeiro (MG), em Campinas (SP)

2017 – EMS Taubaté Funvic (SP), em Campinas (SP)

2018 – Sada Cruzeiro (MG), em São Paulo (SP)

TABELA

Fase classificatória

Jogo 1 – 10.01 (QUINTA-FEIRA) – Sesi-SP 2 x 3 Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/19, 24/26, 25/22, 22/25 e 19/21)

Jogo 2 – 10.01 (QUINTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) 3 x 1 Vôlei Renata (SP), às 20h, no ginásio Abaeté, em Taubaté (SP) (25/22, 22/25, 25/21 e 25/16)

Jogo 3 – 16.01 (QUARTA-FEIRA) – Sesc RJ x Fiat/Minas (MG), às 20h, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) (25/20, 22/25, 25/22, 18/25 e 11/15)

Jogo 4 – 15.01 (TERÇA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 1 Vôlei UM Itapetininga (SP), às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) (27/25, 25/21, 24/26 e 25/14)

Semifinais

Jogo 5 – 26.01 (SÁBADO) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Fiat/Minas (MG) – às 19h, no Ginásio Jones Minosso, em Lages (SC) – (34/32, 20/25, 20/25, 25/22 e 15/9)

Jogo 6 – 26.01 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) 3 X 1 Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) – às 21h, no Ginásio Jones Minosso, em Lages (SC) – (25/21, 23/25, 25/21 e 25/15)

Final

Jogo 7 – 27.01 (DOMINGO) – Vencedor do jogo 5 x Vencedor do jogo 6 – às 19h30, no Ginásio Jones Minosso, em Lages (SC) – SPORTV

 

LEIA MAIS

+ Sada/Cruzeiro derrota o Copel Telecom/Maringá e está na final da Copa Brasil

Em partida emocionante, Sesi/Barueri derrota o Hinode/Barueri no tie-break

Lavarini abre o jogo sobre acerto com as coreanas

Alê Oliveira – campeão da Superliga antes de ser repórter do SporTV

Milena Rasic escala o Dream Team do vôlei feminino

+ Horácio Dileo e o desafio de ser o assistente de Marcelo Mendez na Seleção Argentina

Veja também

Brasil vai disputar 7º lugar na Copa Pan-Americana

A Seleção Brasileira sub-21 segue sem vitória na Copa Pan-Americana masculina. Neste sábad…