Home Superliga Fabiana retorna ao Dentil/Praia Clube, mas admite que ainda não está 100%
Superliga - 9 de janeiro de 2019

Fabiana retorna ao Dentil/Praia Clube, mas admite que ainda não está 100%

Central, que se recupera de uma lesão no joelho, entrou durante o jogo contra o Sesi

Poupada nos últimos quatro jogos da Superliga Cimed 2018/2019 por conta de dores no joelho direito, a central Fabiana entrou em quadra e ajudou o Dentil/Praia Clube a derrotar o Sesi-Bauru, por 3 sets a 1, de virada – parciais de 23/25, 25/22, 25/17 e 25/19 -, na noite de terça-feira, no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru, em partida válida pela 5ª partida e adiada por causa da participação do time mineiro no Mundia de Clubes, em dezembro.

– Foi um jogo muito importante. Sabíamos que seria difícil, mas saímos com a vitória. Começamos sacando bem e conseguimos abrir uma vantagem tática na partida. Venho de uma recuperação no joelho, então fiquei muito feliz em poder entrar e ajudar a equipe. Espero poder crescer cada vez mais e chegar a meus 100% – comentou.

Fabiana ficou no banco no jogo de ontem. As centrais titulares foram Carol e Gabriela. Gabi entrou no lugar de Fran, que vinha substituindo Fabiana, mas sofreu uma grave lesão na partida contra o Minas, dia 4 de janeiro, e terá de operar o joelho esquerdo, ficando fora do restante da Superliga.

O praia chegou aos 27 pontos e segue líder isolado da Superliga (9 vitórias em 10 jogos). A ponteira Fernanda Garay foi a maior pontuadora do time do Triângulo, com 20 pontos e levou o Troféu VivaVôlei. O próximo adversário será o Sesc RJ (terceiro colocado com 19 pontos 7 vitórias e 3 derrotas), sexta-feira (11/01), às 21h30, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, com transmissão do canal SporTV, pela 11ª e última rodada do turno.

Garay ganhou o VivaVôlei em Bauru (Divulgação)

Para o técnico Paulo Coco, apesar da derrota no primeiro set, o grupo teve persistência e conseguiu alcançar o objetivo traçado.

– Foi uma vitória importante, contra um dos adversários candidatos ao título. Nossa equipe teve consistência durante a partida. Começamos bem, lideramos o primeiro set, mas cometemos alguns erros forçados desnecessários e deixamos a vitória escapar. Porém, as atletas mantiveram persistência, como tem sida a tônica dessa equipe, e lutaram em busca do resultado. Assim, o jogo começou a fluir melhor. Com o sistema defensivo trabalhando de forma mais eficiente, conseguimos administrar o jogo bem e sair com a vitória – afirmou o comandante.

LEIA MAIS: 

Minas vence o Fluminense e segue invicto na Superliga Feminina

Sesc-RJ derrota o Camboriú e sobe da quarta para a terceira colocação na tabela

Médico do Sesc-RJ conversa com o Web Vôlei e revela que Drussyla não tem previsão de volta

Veja também

Mineiro masculino: divulgados os oito participantes

A Federação Mineira anunciou, nesta terça-feira, os oito participantes do Estadual masculi…