Home Superliga Hinode/Barueri bate o Sesi/Bauru e conquista a 5ª vitória consecutiva
Superliga - 18 de janeiro de 2019

Hinode/Barueri bate o Sesi/Bauru e conquista a 5ª vitória consecutiva

A polonesa Skowronska marcou 25 pontos e ficou com o Troféu VivaVôlei

Depois de tirar a invencibilidade do Minas, na última rodada, o Hinode/Barueri derrotou mais um clássico na Superliga Cimed Feminina 2018/2019. Por 3 sets a 0 – parciais de 25/23, 25/23 e 25/21 -, o time do técnico José Roberto Guimarães venceu o Sesi/Bauru, na noite desta sexta-feira, no ginásio José Correia, em Barueri, no encerramento da rodada de abertura do returno da competição.

Com o resultado, a equipe se consolidou de vez na terceira colocação da competição, agora com 25 pontos (9 vitórias e 3 derrotas). O Dentil/Praia Clube lidera com 33 e o Minas é o vice-líder, com 32. O Sesi/Bauru caiu da quarta para a quinta posição, com 21 pontos (7 vitórias e 5 derrotas), atrás do Sesc RJ, que tem a mesma pontuação, mas melhor saldo de sets.

A oposto polonesa Skowronska, maior pontuadora da Superliga, foi novamente o destaque do Hinode/Barueri, com 25 pontos (21 de ataque, 1 de bloqueio e 3 de saque) e ficou com o Troféu VivaVôlei. A ponteira Amanda marcou 9 pontos e a central Thaisa e a ponteira Maira marcaram 8 cada uma.

Skowronska é a maior pontuadora da Superliga (Alexandre Fisio/Divulgação)

Pelo lado do Sesi, quem mais pontuou foi também uma jogadora estrangeira, a oposto italiana Valentina Diouf, com 14 pontos (11 de ataque, 2 de saque e 1 de bloqueio). O outros destaques do time de Bauru foram a central Saraelen, com 7 pontos, as ponteiras Tifanny e Palacio, com 6, e a ponteira Gabi Candido, com 5.

– Mais uma vez erramos muito, principalmente nos momentos decisivos dos sets, e isso tem nos atrapalhado demais – disse a central Valquiria, em entrevista ao SporTV.

Diouf foi a maior pontuadora do Sesi/Bauru (Agencia ME Sports)

Na próxima rodada, sexta-feira, o Hinode/Barueri enfrenta o Pinheiros, às 21h30, no Ginásio Henrique Vilaboin, em São Paulo (com transmissão pelo SporTV 2). O Sesi/Bauru tem pela frente outro clássico paulista, contra o Osasco/Audax, no mesmo dia, às 19h30, em no Panela de Pressão, em Bauru, com transmissão pelo Canal Vôlei Brasil.

Antes dos jogos da segunda rodada do returno, no entanto, os dois times têm compromissos com a Copa Brasil. Na terça-feira, o Barueri enfrenta o Osasco/Audax, em casa e o Sesi recebe o Sesc RJ, às 19h30, no ginásio Neusa Galetti, em Marília (SP), ambos os jogos pelas quartas de final do torneio. Os outros dois confrontos da competição também acontecem na terça-feira:  Minas Tênis Clube (MG) x Fluminense (RJ) e Dentil/Praia Clube (MG) x Curitiba Vôlei (PR). Os quatro vencedores se classificam para a fase final, nos dias 1 e 2 de fevereiro, em Gramado (RS).

(Agencia ME Sports)

O Sesi não poderá mandar o confronto da Copa Brasil no seu ginásio, o Panela de Pressão, porque o local receberá, na mesma data, às 19h, o jogo do Bauru Basket contra o Brasília, pela 17ª rodada do NBB Caixa 2018/2019, que foi antecipado pela TV do dia 23 para o dia 22.

O JOGO

O Hinode Barueri começou melhor e fez 6/1. Com um ataque da central Thaisa, o time da casa manteve a vantagem (7/4). Quando a equipe de Barueri fez 13/5, o treinador Anderson pediu tempo. A paralisação fez bem as visitantes que cresceram de produção e empataram no 17º ponto. A oposta Skowronska se destacou no contra-ataque e o time do treinador José Roberto Guimarães fez 21/19. O Hinode Barueri segurou a vantagem e venceu o primeiro set por 25/23.

O Sesi Vôlei Bauru voltou melhor para o segundo set e fez 3/1. Bem no saque, as visitantes fizeram 10/6. O Hinode Barueri cresceu de produção e empatou a parcial (13/13). Com um ponto de bloqueio da central Thaisa, Hinode Barueri fez 15/14. O final da parcial foi disputado ponto a ponto. Com uma largada da oposta Skowronska, o Hinode Barueri levou a melhor no segundo set por 25/23.

(Agência ME Sports)

Com uma boa sequência de saques da levantadora Juma, o Hinode Barueri fez os quatro primeiros pontos do terceiro set. A oposta Skowronska se destacava e o time de Barueri fez 10/7. Bem no bloqueio, a equipe do treinador José Roberto Guimarães abriu quatro pontos (14/10). O Hinode Barueri segurou uma reação do Sesi Vôlei Bauru e levou a melhor no terceiro set por 25/21 e no jogo por 3 sets a 0.

Equipes:

Hinode Barueri – Juma, Skowronska, Amanda, Maira, Thaisa e Milka. Líbero – Natinha
Entraram – Dani Lins, Jacke, Tainara
Técnico – José Roberto Guimarães

Sesi Vôlei Bauru – Fabíola, Diouf, Gabi Cândido, Tifanny, Saraelen e Valquíria. Líbero – Tássia
Entraram – Arlene, Palácio, Naiane, Edinara, Vanessa Janke, Julia
Técnico – Anderson

Praia, Osasco, Minas e Sesc RJ também vencem

No primeiro jogo da noite a ser encerrado, o Dentil/Praia Clube (MG) jogou em casa e levou a melhor sobre o Balneário Camboriú (SC). A equipe dirigida pelo técnico Paulo Coco venceu por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/17 e 25/16. A ponteira Fernanda Garay foi a maior pontuadora da partida, com 13 acertos (nove de ataque, dois de saque e dois de bloqueio). E a comissão técnica do time mineiro escolheu a central Carol como melhor jogadora da partida.

O Osasco-Audax (SP) também saiu vitorioso da rodada ao bater o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 3 sets a 1 (25/12, 25/19, 23/25 e 25/19). A equipe contou com 30 pontos da oposta Hooker para assegurar o resultado positivo diante de seus torcedores. Após grande atuação, a norte-americana foi eleita a melhor do jogo e foi premiada com o Troféu VivaVôlei.

Depois de perder a invencibilidade na rodada passada, o Minas Tênis Clube (MG) voltou a vencer na Superliga Cimed 18/19. O time de Belo Horizonte (MG) jogou na Arena Minas e bateu o BRB/Brasília Vôlei (DF) em parciais diretas: 25/19, 25/19 e 27/25. A líbero Léia se destacou e foi escolhida, pela comissão técnica do seu time, a melhor em quadra. E a ponteira Gabi também ajudou a equipe ao marcar 20 pontos e ser a maior pontuadora da partida.

Na capital paranaense, o Sesc RJ derrotou o Curitiba Vôlei (PR) por5 3 sets a 1, com parciais de 25/19, 25/13, 22/25 e 25/19. A ponteira Kosheleva foi quem mais pontuou no jogo ao fazer 15 pontos. E a central Bia agradou ao público, que votou no site da Confederação Brasileira de Voleibol e deu a ela o Troféu VivaVôlei. A jogadora fez questão de dividir o prêmio com as companheiras de equipe.

Confira os resultados: 

SUPERLIGA CIMED FEMININA 18/19

Primeira rodada do returno

18.01 (SEXTA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 0 Balneário Camboriú (SC), às 19h30, no Praia Clube, em Uberlândia (MG) (25/15, 25/17 e 25/19)

18.01 (SEXTA-FEIRA) – Osasco-Audax (SP) 3 x 1 São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 19h30, no José Liberatti, em Osasco (SP) (25/12, 25/19, 23/25 e 25/19)

18.01 (SEXTA-FEIRA) – Hinode Barueri (SP) 3 x 0 Sesi Vôlei Bauru (SP), às 21h30, no José Correa, em Barueri (SP) – SporTV 2 (25/23, 25/23 e 25/21)

18.01 (SEXTA-FEIRA) – Curitiba Vôlei (PR) 1 x 3 Sesc RJ, às 20h, na Univ. Positivo, em Curitiba (PR) – Canal Vôlei Brasil (19/25, 13/25, 25/22 e 19/25)

18.01 (SEXTA-FEIRA) – Minas Tênis Clube (MG) 3 x 0 BRB/Brasília Vôlei (DF), Às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/19, 25/19 e 27/25)

LEIA TAMBÉM

CBV libera Herrera para enfrentar o Flu

Veja como ficaram as semifinais da Libertadores

Segundo portal, Band quer voltar a transmitir jogos de vôlei

Fiat/Minas surpreende o favorito Sesc RJ, no Rio, e está nas semifinais da Copa Brasil

Tandara fala sobre futuro após passagem pela China

Veja também

Brasil vai disputar 7º lugar na Copa Pan-Americana

A Seleção Brasileira sub-21 segue sem vitória na Copa Pan-Americana masculina. Neste sábad…