Home Copa Brasil Minas vence o Fluminense e se garante na fase final da Copa Brasil
Copa Brasil - 22 de janeiro de 2019

Minas vence o Fluminense e se garante na fase final da Copa Brasil

Adversário na semifinal será o Osasco/Audax, que eliminou o Hinode/Barueri

O Minas derrotou o Fluminense por 3 sets a 1 – parciais de 25/22, 25/17, 25/22 e 25/16 – na noite desta terça-feira, na Arena do Minas, em Belo Horizonte, pelas quartas de final da Copa Brasil Feminina 2018. O time mineiro se classificou para a semifinal, que será disputada no dia 1 de fevereiro, às 21h30, na cidade de Gramado (RS). O adversário, por uma vaga na decisão, no dia 2, será o Osasco/Audax, que eliminou o Hinode/Barueri, de virada, também na noite de hoje, com a vitória por 3 sets a 1, em Barueri.

A outra semifinal será disputada entre Dentil/Praia Clube – que eliminou o Curitiba Vôlei, por 3 sets a 1, de virada, nesta terça-feira, em Uberlândia -, e o Sesi-Bauru, que passou pelo Sesc RJ, por 3 sets a 2, em Bauru, no dia 1 de fevereiro, às 19h30. Todos os jogos da fase final terão transmissão pelo SporTV.

Natália marcou 12 pontos contra o Flu (Orlando Bento/MTC/Divulgação)

A ponteira Natália, que desfalcou o Minas em algumas rodadas da Superliga, com dores no joelho direito, jogou praticamente toda a partida e marcou 12 pontos. A oposto Bruna Honório e a ponteira Gabi também se destacaram no jogo, com 17 e 16 pontos, respectivamente. As centrais Carol Gattaz e Mayany marcaram 13 pontos cada uma.

O jogo

O primeiro set começou equilibrado até o placar de 5 a 5, quando o Fluminense conseguiu abrir uma vantagem de três pontos. Mas o Minas foi guerreiro e buscou o empate (11 a 11). A partir daí, com boas bolas de ataque de Bruna Honório e com o bloqueio pesado de Gattaz, Mayany e Gabi, só deu Minas, que conseguiu virar o jogo e vencer a parcial: 25 a 22.

Assim como o primeiro, o segundo set começou lá e cá. O ataque minastenista começou a desequilibrar, mais uma vez, e abriu uma vantagem de nove pontos (19 a 10). A defesa foi muito eficiente e parou o ataque adversário. As duas equipes tiveram poucos erros neste set, principalmente, as minastenistas, que venceram por 25 a 17.

(Orlando Bento/Divulgação)

Diferentemente dos dois primeiros sets, o Fluminense veio com tudo para o terceiro e abriu uma diferença de seis pontos no placar, logo de cara (10/4). Porém, as donas da casa foram guerreiras e empataram (13 a 13). No entanto, o time carioca se aproveitou de alguns erros na recepção do Minas e fechou o set: 25/22.

No quarto set, a equipe minastenista se acertou. Com muita eficiência no ataque e na defesa, as anfitriãs não deram chances de reação para a equipe tricolor, que viu o Minas fazer 25 a 16 e fechar o jogo.

Superliga 

Pela Superliga Cimed Feminina 2018/2019, o Minas enfrenta o São Cristóvão/São Caetano, sexta-feira, às 20h, em São Caetano do Sul (SP), pela segunda rodada do returno. A partida não terá transmissão. As mineiras ocupam a segunda colocação na tabela, com 32 pontos (11 vitórias e 1 derrota), um ponto a menos que o líder Dentil/Praia Clube. O São Caetano é o vice-lanterna com 5 pontos (11 derrotas e 1 vitória). O Fluminense tem pela frente o Balneário Camboriú, sexta-feira, às 20h, em Camboriú. O tricolor ocupa a sétima posição, com 16 pontos (5 vitórias e 7 derrotas), enquanto o time do Sul é o lanterna da Superliga, com 3 pontos  (11 derrotas e 1 vitória).

Esta é a sexta edição da Copa Brasil. As duas primeiras edições, em 2007 e 2008, tiveram o Rexona-Ades (RJ) e Finasa/Osasco (SP) como campeões, respectivamente. O torneio voltou a ser disputado em 2014, e esta será a quinta edição consecutiva. Na última edição, vitória do Vôlei Nestlé (SP) sobre o Dentil/Praia Clube (MG) (veja todos os campeões abaixo).

TODOS OS CAMPEÕES DA COPA BRASIL FEMININA:  

2007 – Rexona-Ades (RJ), em Brusque (SC)
2008 – Finasa/Osasco (SP), em Curitiba (PR)
2014 – Molico/Nestlé (SP), em Maringá (PR)
2015 – E.C Pinheiros (SP), em Cuiabá (MT)
2016 – Sesc-RJ, em Campinas (SP)
2017 – Sesc-RJ, em Campinas (SP)
2018 – Vôlei Nestlé, em Lages (SC)

Quartas de final

22.01 (TERÇA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 1 Curitiba Vôlei (PR), às 19h30, no Praia Clube, em Uberlândia (MG) – parciais de 20/25, 25/22, 25/18 e 25/15

22.01 (TERÇA-FEIRA) – Minas Tênis Clube (MG) 3 x 1 Fluminense (RJ), às 20h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – parciais de 25/22, 25/17, 22/25 e 25/16

22.01 (TERÇA-FEIRA) – Hinode Barueri (SP) 1 x 3 Osasco-Audax (SP), ás 19h30, no José Correa, em Barueri (SP) – parciais de  25/19, 19/25, 21/25 e 20/25

22.01 (TERÇA-FEIRA) – Sesi Vôlei Bauru (SP) 3 x 2 Sesc RJ, às 19h30, no Ginásio Municipal Neusa Galetti, em Marília (SP) – parciais de 25/13,  16/25, 25/20,  20/25 e 15/13

Semifinal

01.02 (SEXTA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube x Sesi-SP, às 19h30, no Perinão, em Gramado (RS) – SPORTV 2

01.02 (SEXTA-FEIRA) – Minas x Osasco/Audax, às 21h30, no Perinão, em Gramado (RS) – SPORTV 2

Final

02.02 (SÁBADO) – Vencedor do jogo 5 x Vencedor do jogo 6, às 21h30, no Perinão, em Gramado (RS) – SPORTV 2

VEJA TAMBÉM

Conheça Bruno Souza, narrador do SporTV, com uma vida ligada ao vôlei

Conteúdo do Web Vôlei agora em outro veículos de comunicação do país

Um bate-papo com o levantador Marlon, 41 anos, e disposição de sobra para não encerrar a carreira

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…