Home Destaques Peña fala sobre 2ª temporada no Brasil, aprendizado com Bernardinho e os sonhos
Destaques - Especiais - 5 de janeiro de 2019

Peña fala sobre 2ª temporada no Brasil, aprendizado com Bernardinho e os sonhos

Com apenas 25 anos, a ponta dominicana Yonkaira Peña já é uma cidadã do mundo. Saiu do país-natal ainda adolescente para atuar no Peru e buscar espaço no cenário internacional. Depois passou por Japão, Turquia e Polônia até chegar ao Brasil, em 2017.

No Rio de Janeiro, ela se sente em casa. Clima e cultura muito parecidos com os da República Dominicana. O idioma também não é problema.

– Sem dúvida nenhuma isso me ajudou muito. O Rio de Janeiro se parece muito com o meu país – admite Peña ao Web Vôlei.

Vencida a adaptação da primeira temporada no Brasil, ela vem fazendo uma boa Superliga, sendo a maior pontuadora do Sesc em várias partidas, mesmo dividindo a responsabilidade ofensiva com uma estrela do status de Kosheleva.

A confiança está tão em alta que a dominicana não vê a atual Superliga como a mais difícil dos últimos tempos, algo dito por 9 entre 10 especialistas do meio do vôlei.

– Para mim, a temporada passada da Superliga foi mais difícil, até por ter sido a minha primeira.

Confira abaixo outros tópicos do bate-papo com Peña.

BERNARDINHO

Além de trabalhar muito, tenho aprendido com ele todo dia uma melhor maneira de jogar, de explorar minhas qualidades e melhorar os meus defeitos.

Peña com o técnico Bernardinho (Divulgação Sesc)

KOSHELEVA

Ela é uma jogadora como outra qualquer em nosso grupo. Chegou essa temporada e tem trabalhado bastante junto com todo o elenco.

SEM DRUSSYLA, COM MONIQUE AJUDANDO NA LINHA DE PASSE

Temos trabalhado muito para conseguir nos adaptarmos o mais rápido possível e acredito que temos melhorado no andamento da temporada.

O RIO DE JANEIRO

Eu gosto muito do Rio de Janeiro. Não tem nada na cidade que eu não goste.

A SELEÇÃO DOMINICANA

Temos tido uma evolução muito boa. Fico muito feliz de fazer parte, de poder contribuir para a melhora do voleibol do meu país.

Peña premiada na Superliga (Divulgação)

DUELO COM O BRASIL NO PRÉ-OLÍMPICO

Sabemos que será muito difícil para a nossa seleção. Mas vamos pensando passo a passo. Antes de qualquer coisa, queremos chegar lá e jogar bem.

MAIOR SONHO

Sem dúvida o maior sonho a ser realizado em minha carreira é participar dos Jogos Olímpicos. Espero conseguir representar meu país em alguma edição.

LEIA TAMBÉM

+ Minas quebra invencibilidade do Dentil/Praia Clube na Superliga

+ Kurek vê futuro companheiro Leon como o melhor do mundo

Veja também

Santo André vira sobre o Vôlei Renata

Primeiro dia, primeira zebra. O Vôlei Renata, atual bicampeão do Campeonato Paulista, estr…