Home Internacional Sada/Cruzeiro embarca para a Argentina para disputar a Libertadores
Internacional - 6 de janeiro de 2019

Sada/Cruzeiro embarca para a Argentina para disputar a Libertadores

Competição conta com quatro times brasileiros e quatro argentinos

Os jogadores do Sada/Cruzeiro embarcaram neste domingo para Buenos Aires, e de lá seguiram para a cidade de Bolívar, onde farão duas partidas pela Copa Libertadores de Vôlei, torneio piloto fruto de uma parceria entre a Associação de Clubes da Liga Argentina de Vôlei (ACLAV) e a Associação de Clubes de Voleibol (ACV), entidade do Brasil.

A competição foi criada ano passado e já está aprovada pela Confederação Sul-Americana de Voleibol (CSV). Nesta primeira edição, vão participar os quatro clubes melhores ranqueados na Superliga Masculina 2017/2017 e os quatro melhores clubes do Campeonato Argentino. Os representantes brasileiros são, além do Cruzeiro, Sesi-SP, Sesc-RJ e EMS/Taubaté/Funvic. Os hermanos classificados são UPCN, Bolivar, Ciudad Voley e o Libertad, campeão da Copa ACLAV.

O Grupo A é formado por Sada/Cruzeiro, Sesc RJ, Bolivar e Ciudad Voley. O B tem EMS/Taubaté, Sesi-SP, UPCN e Libertad.

Na próxima terça-feira (08.01), o time carioca enfrenta ao Ciudad Voley, às 18h30 (de Brasília), enquanto a equipe celeste tem pela frente o anfitrião Bolivar, às 21h30, no ginásio República de Venezuela. Na quarta-feira, confrontos se invertem. O Cruzeiro recebe o Ciudad Voley, às 18h30, e o Sesc, o Bolivar, às 21h30.

Os jogadores do Sada/Cruzeiro almoçaram em Buenos Aires, antes de seguir viagem para a cidade de Bolivar (Instagram/reprodução)

A fase classificatória começou em outubro. Em Contagem, o Sesc RJ derrotou o Cruzeiro por 3 sets a 1 e venceu o Bolivar e o Ciudad Voley por 3 a 0. A equipe mineira também derrotou os argentinos por 3 sets a 0. Com isso, o time do Rio, atual líder da Superliga, ocupa a primeira posição do grupo A, com 9 pontos, seguido pelos rivais celestes, que têm 6. O Bolivar é o terceiro, com 3 pontos, e o Ciudad ainda não pontuou.

No grupo B, o Sesi-SP e o argentino UPCN encabeçam a chave com 6 pontos cada um. O Taubaté é o terceiro, com 5 pontos, e o Libertad tem 1. Na fase classificatória da chave, nos dias 5 e 6 de novembro, o Sesi bateu o Libertad por 3 a 0 e perdeu pelo mesmo placar para o UPCN. Já o Taubaté derrotou o UPCN por 3 sets a 2 e o Libertad por 3 a 0. O Sesi ganhou o clássico brasileiro contra o Taubaté, disputado no dia 14 de novembro por 3 a 0. No dia 4 de dezembro, o UPCN bateu o rival argentino por 3 a 2.

Os jogos de volta do Grupo B serão disputados nos dias 15 e 16 de janeiro, no ginásio do Sesi,na Vila Leopoldina, em São Paulo. No primeiro dia, às 18h, o Taubaté enfrentará o UPCN, e o Sesi, o Libertad. Os confrontos se inverterão no dia seguinte.

Regras

Os melhores colocados de cada grupo se classificam para as semifinais. A fase decisiva será disputada em Taubaté-SP, nos dias 12 e 13 de fevereiro. O Taubaté já está entre os semifinalistas, por ser a sede da competição. Uma regra da Libertadores impete que quatro equipes de um mesmo país se classifiquem para essa fase. Portanto, com o Taubaté já garantido, ao menos um brasileiro ficará de fora da fase decisiva, mesmo que conquiste a vaga dentro de quadra. Nesse caso, o time verde-amarelo de pior campanha cederá seu lugar ao argentino melhor colocado.

O Taubaté já está classificado para as semifinais, por ser sede da fase decisiva, nos dias 12 e 13 de fevereiro (Divulgação)

Veja também

Maique: “Estamos buscando identidade para o grupo”

A Seleção Brasileira masculina está na França fazendo os últimos ajustes para o Campeonato…