Home Superliga Serginho relembra início como boleiro após receber homenagem
Superliga - 13 de janeiro de 2019

Serginho relembra início como boleiro após receber homenagem

Líbero ganhou placa da CBV antes da vitória do Sada/Cruzeiro

Antes do confronto entre Sada/Cruzeiro e Vôlei Um Itapetininga, no sábado, em Contagem, o líbero Serginho recebeu uma homenagem da CBV, dentro das comemorações pelos 25 anos da Superliga.

O jogador, hexacampeão nacional pelo Sada e além de tri com o Minas, é o maior campeão da competição.

Serginho relembrou o início no vôlei, quando ainda sonhava em ser jogador, e via de perto os ídolos ajudando como boleiro em treinos e jogos.

– Fiquei muito feliz pelo reconhecimento da confederação e vou guardar a placa com muito carinho. Nesses 25 anos de Superliga, se eu não joguei todos, eu participei de todos indiretamente. Inicialmente eu era criança e ficava na arquibancada, vendo meus ídolos jogarem. Depois eu virei boleiro e comecei a catar bola, e depois, mais velho um pouquinho, eu joguei com eles. Fiz parte de grandes times e fiquei muito tempo em duas grandes equipes, primeiro no Minas e depois no Sada Cruzeiro, quando vivi meu melhor momento na carreira, com grandes conquistas. Eu não esperava ter tantos títulos como eu tive pela Superliga, pois é um campeonato longo, difícil. Vôlei é um esporte coletivo e com certeza eu tenho que agradecer a muita gente que esteve comigo estes anos todos. E espero jogar ainda muitos anos este campeonato tão importante no nosso país – afirmou Serginho.

Depois da homenagem, Serginho ajudou o Sada/Cruzeiro a virar a partida diante do Itapetininga.

LEIA TAMBÉM

+ Coluna: Como é estranho ser eliminações em série do Sada/Cruzeiro

+ Entenda a confusão de Herrera com a arbitragem em jogo em Santa Catarina

Veja também

Brasil vai disputar 7º lugar na Copa Pan-Americana

A Seleção Brasileira sub-21 segue sem vitória na Copa Pan-Americana masculina. Neste sábad…