Home Superliga “Demos uma pequena acomodada no terceiro set”, analisa Bruna Honório
Superliga - 16 de fevereiro de 2019

“Demos uma pequena acomodada no terceiro set”, analisa Bruna Honório

Maior pontuadora da vitória do Itambé/Minas sobre o Osasco/Audax por 3 sets a 1, na noite de sexta-feira, na Arena do Minas, em Belo Horizonte, pela sétima rodada da Superliga Cimed Feminina 2018/2019, a oposto Bruna Honório  destacou a força de reação do time após a derrota no terceiro set, quando vencia por 24 a 22 e permitiu a virada do time paulista para 29 a 27.

– A gente começou o jogo muito bem e fizemos os dois primeiros sets muito bons. Acredito que demos uma pequena acomodada no terceiro, foi pau a pau e a gente perdeu. Voltamos com o gás total no quarto set e levamos a vitória. O nosso time é assim, a gente vai junto, vibra junto, sofre junto e, graças a Deus, a gente levou mais esta vitória – disse a jogadora.

A oposto foi eleita a melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei:

– Nosso time vem concentrado durante toda a semana e o time todo contribui para esse Troféu VivaVôlei. Eu conto com uma levantadora muito boa, um passe muito bom e esse prêmio é realmente para a equipe toda. Estamos crescendo, indo em busca de um título, mas estamos buscando melhorar em muitos pontos. Queremos estar nas cabeças – disse Bruna Honório.

Bruna Honório faturou o VivaVôlei (Orlando Bento/MTC)

A ponteira Gabi, autora de 10 pontos na partida, foi outro destaque do confronto, segurando o passe e muito bem nas defesas:

– Sabemos que, quando a nossa virada de bola sai bem, o jogo flui. Nos dois primeiros sets conseguimos ser bem agressivos ofensivamente e quando se joga na frente facilita um pouco. No terceiro erramos demais e elas não desistem nunca. Mas, voltamos no quarto com a mesma cabeça dos dois primeiros sets e foi importantíssimo fechar com três pontos – comemorou a camisa 10 do Minas.

Gabi marcou 10 pontos e foi fundamental no passe (Orlando Bento/MTC)

O resultado manteve as mineiras na liderança da Superliga, com 50 pontos (16 vitórias e 1 derrota), três à frente do rival Dentil/Praia Minas.

O time do técnico Stefano Lavarini volta à quadra agora na próxima terça-feira, pelo Campeonato Sul-Americano de Clubes, competição em que o time busca o bicampeonato, depois de ter vencido no ano passado – derrotou o Sesc RJ na decisão – e conquistado o direito de disputar o Mundial, na China, em dezembro de 2018 – quando ficou com o vice-campeonato ao perder para o Vakifbank, da Turquia, na decisão. O Minas estreia contra o Olympic Club, da Bolívia, na Arena do Minas, em Belo Horizonte, a partir das 20h. Antes, o Dentil /Praia Clube, outro brasileiro na competição, enfrenta o Boca Juniors (ARG).

Pela Superliga, o próximo adversário das mineiras é o Sesc RJ, dia 26.02 (uma terça-feira), às 21h, na Arena Jeunesse, no Rio de Janeiro, pela nona rodada do returno, com transmissão pelo site Globoesporte.com.

LEIA TAMBÉM

+ Navajas fala sobre a demissão de Castellani: “Agora vai ter atitude e time titular”

Os argentinos deram uma aula para nós, brasileiros

+ EMS/Taubaté demite Castellani e Ricardo Navajas assume o time interinamente

Estilo e métodos de Lavarini conquistam Minas

Divulgada a tabela do Sul-Americano masculino de clubes

Federação Mineira divulga tabela do Sul-Americano feminino de clubes

Cai invencibilidade do Zenit Kazan na Rússia

Entrevista exclusiva com a russa Kosheleva

Veja também

Rússia convocada com Kosheleva e Goncharova

A seleção russa feminina foi convocada, nesta segunda-feira, para o início dos treinamento…