Home Praia Circuito Brasileiro: Etapa de Fortaleza ganha participação de três duplas estrangeiras
Praia - 13 de fevereiro de 2019

Circuito Brasileiro: Etapa de Fortaleza ganha participação de três duplas estrangeiras

Times da Áustria, França e Polônia buscarão vaga no classificatório

O Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia 2018/2019 desembarca em Fortaleza (CE) na próxima semana, de quarta-feira (20.02) a domingo (24.02). E a etapa na capital cearense terá um atrativo especial, além das dezenas de craques medalhistas olímpicos, mundiais e pan-americanos do Brasil. Três duplas estrangeiras receberam um wild card (convite) para o classificatório e buscarão uma vaga à fase de grupos do torneio.

No naipe masculino, estão inscritos os poloneses Losiak/Kantor, que disputaram os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e conquistaram cinco medalhas na temporada passada no Circuito Mundial. Também estão na disputa os austríacos Seidl, que também disputou a Rio-2016, e seu parceiro Philipp Waller, campeões de uma etapa do tour internacional em 2018. Eles disputam o classificatório com outros 30 times em jogos eliminatórios diretos.

Entre as mulheres, a competição terá a presença das francesas Alexandra Jupiter e Aline Chamereau, que contam com suporte brasileiro. A coordenação do projeto é de Lissandro Carvalho, apoiado por Elmer Calvis Lopes, técnico e preparador físico das seleções adultas do país. Ambos foram contratados visando os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024, quando a França terá direito a ao menos uma vaga em cada naipe por ser país-sede.

Alexandra Jupiter e Aline Chamereau (dir) estarão na disputa em Fortaleza (CE) (Divulgação)

– Realizamos um período de treinamentos em Fortaleza (CE) em abril de 2018, que na época era a cidade onde estava morando, quando conheci o projeto. E neste ano resolvemos fazer toda a preparação para o Circuito Mundial e a corrida olímpica no Rio de Janeiro. Sabemos que o vôlei de praia brasileiro é o mais competitivo do mundo e reúne os melhores times. O nível é muito alto, e foi uma estratégia que Lissandro já havia adotado em dois ciclos olímpicos anteriores com a Itália – disse Elmer, que completou.

– É o melhor campeonato nacional do mundo e as garotas terão a experiência de passar pela pressão do classificatório, enfrentar grandes equipes. Temos certeza que será um ingrediente fundamental na preparação, na busca por evolução e para atingirmos nossas metas. Será a primeira vez que uma dupla francesa disputa uma etapa do Open, queremos fazer um bom trabalho.

A etapa de Fortaleza (CE), a quinta da temporada 2018/2019 do Circuito Brasileiro, contará com 24 duplas em cada naipe. Os 16 times mais bem colocados no ranking de entradas já estão garantidos na fase de grupos, enquanto outras oito vagas permanecem ‘abertas’ e serão decididas no torneio classificatório, com a presença das duplas estrangeiras. Os homens jogam na quarta-feira, e as mulheres, no dia seguinte.

As partidas também serão transmitidas ao vivo pelo Facebook da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), a partir de quinta-feira (21.02). Já as disputas de medalha dos dois naipes, no sábado (23.02) e domingo (24.02), serão exibidas ao vivo exclusivamente pelos canais SporTV. A entrada ao público na arena montada no Aterro da Praia de Iracema é franca e os atletas participarão de sessões de autógrafo e visitas sociais na véspera da competição.

O Circuito Brasileiro 18/19 conta com sete etapas, começando em setembro de 2018 e seguindo até abril deste ano. Na primeira etapa da temporada, disputada em Palmas (TO), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) ficaram com a medalha de ouro. Já na segunda parada, disputada no mês de outubro, em Vila Velha (ES), títulos para Guto/Saymon (RJ/MS) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ).

Em Campo Grande (MS), em novembro do ano passado, ouro de Pedro Solberg/Bruno Schmidt (RJ/DF) e Ágatha/Duda (PR/SE). Já em janeiro deste ano, na retomada do tour em São Luís (MA), títulos para Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE). Ainda serão disputadas etapas em Natal (RN), em março, e João Pessoa (PB), em abril.

Além das duplas campeãs de cada etapa, também existem os campeões gerais da temporada, somando a pontuação obtida nos sete eventos. A competição distribui R$ 45 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. Ao todo, são distribuídos quase R$ 500 mil por etapa.

LEIA TAMBÉM

Estilo e métodos de Lavarini conquistam Minas

Divulgada a tabela do Sul-Americano masculino de clubes

Federação Mineira divulga tabela do Sul-Americano feminino de clubes

Cai invencibilidade do Zenit Kazan na Rússia

Entrevista exclusiva com a russa Kosheleva

Coluna: O momento é do Minas

Veja também

Mudança na data de Osasco x Curitiba pela Copa Brasil

Osasco/São Cristóvão Saúde e Curitiba não entrarão em quadra, na próxima terça-feira, no J…