Home Destaques Copa do Mundo ganha forma. Veja como será a competição!
Destaques - Internacional - 17 de fevereiro de 2019

Copa do Mundo ganha forma. Veja como será a competição!

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) deverá confirmar nas próximas semanas os detalhes da edição de 2019 da Copa do Mundo.

A competição, disputada de quatro em quatro anos no Japão, perdeu o status de classificatória para os Jogos Olímpicos, como acontecia nos ciclos anteriores. Ainda assim, ela é mantida como uma das mais importantes do calendário internacional.

A versão feminina está prevista para acontecer entre 14 e 29 de setembro. Os 12 participantes, jogando em turno único, serão: Japão (sede), Sérvia (campeã do mundo), Brasil e Argentina (América do Sul), Rússia e Holanda (Europa), Estados Unidos e República Dominicana (Américas do Norte e Central), China e Coreia do Sul (Ásia), Camarões e Quênia (África).

Alguém deverá se perguntar: Qual o critério para a participação? Além dos donos da casa e o atual campeão do mundo, a FIVB disponibiliza duas vagas por continente definidas pela posição no ranking mundial. Explica-se assim a ausência da Itália, oitava colocada no ranking, atrás exatamente da Holanda.

Brasil está garantido na Copa do Mundo (FIVB Divulgação

Uma oportunidade para ver Stefano Lavarini, italiano que comanda o Itambé/Minas, à frente da seleção sul-coreana.

Já a Copa do Mundo masculina acontecerá em seguida, entre os dias  1 e 15 de outubro. Japão e Polônia entram como sede e título mundial. Pelo ranking da FIVB, os demais dez participantes serão: Brasil e Argentina (América do Sul), Itália e Rússia (Europa), Estados Unidos e Canadá (Américas do Norte e Central), Irã e Austrália (Ásia), Egito e Tunísia (África), segundo o site argentino Voley Plus.

As ausências mais sentidas serão as de França e Sérvia, atualmente em nono e décimo lugares no ranking mundial. Como no feminino, o torneio masculino será uma boa chance para ver um velho conhecido dos brasileiro: Marcelo Mendez, que em 2019 assumirá a seleção argentina.

LEIA TAMBÉM

Lucarelli é o nome mais comentado no mercado europeu

Hinode Barueri vira e vence o Sesc RJ no Rio de Janeiro

Estilo e métodos de Lavarini conquistam Minas

Entrevista exclusiva com a russa Kosheleva

 

 

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…