Home Superliga Dentil/Praia Clube supera o Pinheiros, chega aos 44, e empata com o líder Itambé/Minas
Superliga - 11 de fevereiro de 2019

Dentil/Praia Clube supera o Pinheiros, chega aos 44, e empata com o líder Itambé/Minas

O Dentil/Praia Clube derrotou o Pinheiros, de virada, por 3 sets a 1 – parciais de 23/25, 25/16, 25/22 e 25/11) -, em 1h44 min de partida, na noite desta segunda-feira, na Arena do Praia, em Uberlândia, na abertura da sexta rodada do returno da Superliga Cimed 2018/2019.

Com o resultado, o time do técnico Paulo Coco manteve-se na vice-liderança, com 44 pontos, empatado com Itambé/Minas, que segue em primeiro por ter melhor set average.

O Praia torce agora para que o rival Minas – que enfrenta o Hinode/Barueri nesta terça-feira, às 19h, em Belo Horizonte – perca por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1, para retornar à primeira colocação na tabela. A equipe do interior paulista foi a única que venceu o clube mineiro até agora na Superliga, no turno, por 3 sets a 1, em Barueri.

Michele ficou com o VivaVôlei (Divulgação/CBV)

A ponteira Michelle, que deixou o banco de reservas para substituir Rosamaria no segundo set e foi fundamental para a virada tanto no ataque quanto no passe, foi eleita a melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei. A central do Praia, Carol, foi a maior pontuadora do jogo, com 20 pontos (14 de ataque e 6 de bloqueio). Pelo Pinheiros, o destaque foi a ponteira cubana Herrera, com 17 pontos (16 de ataque e 1 de bloqueio).

Sexta-feira, o Praia recebe o Fluminense,, às 19h30, em Uberlândia, com transmissão pelo Canal Vôlei Brasil, pela sétima rodada do returno. O Pinheiros tem pela frente o Curitiba, sábado, às 21h, no Paraná, com transmissão pelo site Globoesporte.com.

O jogo

O Praia começou comandando o placar, mas sempre com o Pinheiros por perto. Depois de fazer 5 a 3, o time da casa chegou a impor 12 a 9, comandado pelos ataques de Fê Garay. O passe, no entanto, calcanhar de aquiles da equipe do técnico Paulo Coco na temporada, voltou a falhar e, aos poucos, liderado pela cubana Herrera e pela ponteira Pietra virou o jogo para 16 a 15. Com saque forçado, as paulistas mantiveram a boa vantagem e, aproveitando os erros do Praia, fechou o set em 25 a 23, em 29 minutos.

As anfitriãs entraram em quadra mordidas, após a derrota diante da sua torcida no primeiro set e comandaram os primeiros pontos da segunda parcial. Com Michelle no lugar de Rosamaria, o Praia fez 7 a 4 e abriu 9 a 5, com a levantadora Carli Lloyd usando mais as centrais Carol e Fabiana. Sérgio Negrão pediu tempo. Com um saque forte, O Praia dificultou o passe do Pinheiros, obrigando a levantadora Lyara a jogar muito com as ponteiras bem marcadas. Rapidamente, a equipe de Uberlândia fez 16 a 9 no marcador. O Praia manteve a boa vantagem, administrando sem problemas e, com boa atuação de Michelle tanto na recepção quanto nas bolas de definição, fechou o segundo set por 25 a 16, em 24 minutos, empatando a partida em 1 a 1.

Paredão do Praia funcionou (Divulgação)

O terceiro set foi equilibrado até o sexto ponto, mas a partir daí o Praia impôs um ritmo forte no saque e no bloqueio, abrindo para 9 a 6. O Pinheiros correu atrás e, em dois bons contra-ataques, empatou em 11 a 11. Garay foi para o saque e colocou novamente as donas da casa em boa vantagem, se aproveitando dos erros de passe do time de Sérgio Negrão, fazendo 14 a 11 e logo em seguida 18 a 14. O Pinheiros reagiu e chegou a fazer 18 a 17, contanto com uma boa atuação do bloqueio, que amortecia as bolas e contava com Herrera para colocar o ataque no chão. Mas, após uma série de erros das paulistas, o Praia voltou a abrir 4 pontos (22 a 18), fazendo com que Sérgio Negrão parasse a partida mais uma vez. As donas da casa, no entanto, administraram a vantagem com tranquilidade, fechando em 25 a 22, em 29 minutos, e virando o jogo em 2 a 1.

Em uma ótima sequência de saque, a central Fabiana fez logo 4 a 1 para o Praia no início do quarto set, sacando em cima da cubana Herrera e atrasando a saída da ponteira rival para o ataque. Bem marcadas, as jogadoras do Pinheiros não conseguiam virar a bola e a equipe de Uberlândia foi abrindo a vantagem, com destaque para Michelle, bem tanto no volume de jogo quanto nos contra-ataques. O Pinheiros abusou dos erros, facilitando a vida do Praia, que fez 15 a 7 no marcador, empurrado pela torcida.

Carol (centro), foi a maior pontuadora do jogo, com 20 acertos (Divulgação)

Sérgio Negrão trocou Herrera, muito marcada, por Pietra, mas não adiantou. As donas da casa seguiram em ritmo avassalador, fazendo 20 a 9, com facilidade. Com erros bobos, o Pinheiros foi entregando a vitória às anfitriãs, sem opor resistência e acabou perdendo o set por 25 a 11 em 22 minutos e jogo por 3 sets a 1.

Dentil/Praia Clube: Lloyd, Fawcett, Carol, Fabiana, Rosamaria, Fê Garay e Suelen (líbero). Entaram: Michele, Ananda, Paula Borgo, Laís e Ednéia.
Técnico: Paulo Coco

Pinheiros: Lyara, Mari Cassemiro, Camila Paracatu, Lorrayna, Pietra, Herrera e Ju Perdigão (líbero)
Entraram: Roberta, Amanda e Natália.

Técnico: Sérgio Negrão

SUPERLIGA CIMED FEMININA 18/19

Sexta rodada do returno

11.02 (SEGUNDA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) x Pinheiros (SP), às 20h30, no Praia Clube, em Uberlândia (MG) – SporTV 2 (23/25, 25/16, 25/22 e  25/11)

12.02 (TERÇA-FEIRA) – Osasco-Audax (SP) x Balneário Camboriú (SC), às 19h30, no José Liberatti, em Osasco (SP)

12.02 (TERÇA-FEIRA) – Sesi Vôlei Bauru (SP) x Curitiba Vôlei (PR), às 19h30, no Panela de Pressão, em Bauru (SP) – Canal Vôlei Brasil

12.02 (TERÇA-FEIRA) – Itambé Minas (MG) x Hinode Barueri (SP), às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – Globoesporte.com

12.02 (TERÇA-FEIRA) – Fluminense (RJ) x Sesc RJ, às 20h, no Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ)

12.02 (TERÇA-FEIRA) – São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) x BRB/Brasília Vôlei (DF), às 20h, no Lauro Gomes, em São Caetano do Sul (SP)

LEIA TAMBÉM

O Dream Team da holandesa Sloetjes

Leon comanda virada e título do Perugia na Copa Brasil

Cai invencibilidade do Zenit Kazan na Rússia

Coluna: Os sonhos interrompidos no Flamengo

Entrevista exclusiva com a russa Kosheleva

Veja também

Sada Cruzeiro supera o Fiat Minas e segue líder

O Sada Cruzeiro derrotou o Fiat Minas por 3 sets a 0 – parciais de 26-24, 25-18, 25-…