Home Superliga Em Maringá, um duelo entre jovens técnicos pela Superliga
Superliga - 18 de fevereiro de 2019

Em Maringá, um duelo entre jovens técnicos pela Superliga

Alessandro Fadul e Gersinho fazem parte da nova geração no Brasil

Dois jovens técnicos no comando de equipes que se enfrentam nesta terça-feira. O Copel Telecom Maringá, de Alessandro Fadul, receberá o Corinthians-Guarulhos, de Gerson Amorim, para confronto que será disputado às 21h30, no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR), com transmissão ao vivo do SporTV 2.

No primeiro turno, o time corintiano levou a melhor neste confronto, por 3 a 0. Agora, as equipes chegam em situações diferentes na tabela. A equipe paranaense é a sexta colocada na tabela, com 26 pontos (oito vitórias e nove derrotas), enquanto o time paulista é o décimo, com 14 pontos somados depois de quatro resultados positivos e 13 negativos.

No comando do Copel Telecom Maringá Vôlei, Alessandro Fadul, de 38 anos. Depois de uma maior experiência em Volta Redonda, o treinador chegou a cidade paranaense na temporada passada e vem obtendo sucesso nesta edição da Superliga Cimed. Para a partida de amanhã, Fadul sabe que seu time terá dificuldades para mudar o resultado do turno.

– Viemos de um jogo difícil no sábado, contra Caramuru, lá em Ponta Grossa, então tivemos pouco tempo de descanso entre uma partida e outra, mas estamos começando a semana já trabalhando forte e extremamente concentrados para a partida contra o Corinthians-Guarulhos – disse Fadul.

O comandante do Copel Telecom Maringá ainda destacou o valor da partida para o time deles.

– Esse é um jogo que, para o nosso time, pode ser decisivo já em função da classificação. O grupo está trabalhando muito forte, empenhado e focado porque sabemos que é um jogo difícil e que requer paciência, contra uma equipe muito experiente e qualificada – complementou Fadul.

Corinthians/Guarulhos é comandado por Gersinho (Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic)

Do lado do Corinthians-Guarulhos, Gersinho, de 40 anos, comanda a equipe pela primeira temporada depois de uma experiência no voleibol japonês e uma longa passagem pelas categorias de base do Sesi-SP.

– Estamos fazendo uma preparação mais focados no nosso time, em acertar o que precisamos melhorar. A dificuldade de jogar contra o Copel Telecom Maringá vem principalmente da boa fase em que eles estão. O time está em uma crescente – elogiou Gersinho, que ressaltou a qualidade do adversário.

– Eles contam com uma boa linha de passe com o Hugo, então, temos que sacar bem. Também tem o Daniel, um ponteiro de força, que tem se apresentado muito bem, assim como o Lucas Borges. Se conseguirmos travar o ataque deles, trabalhando bem no sistema defensivo, temos condições de ganhar o jogo – concluiu Gersinho.

LEIA TAMBÉM

+ Após drama familiar, líbero do Bolívar festeja título “duplo” e sonha com Tóquio

Matt Anderson na Itália na próxima temporada?

Os argentinos deram uma aula para nós, brasileiros

Estilo e métodos de Lavarini conquistam Minas

Entrevista exclusiva com a russa Kosheleva

Veja também

Com 11 casos de covid, Osasco faz “treino virtual”

O Osasco/São Cristóvão Saúde confirmou hoje mais três novos casos de coronavírus, fazendo …