Home Internacional Fiat/Minas passa fácil pelo Nacional (URU) e aguarda adversário da semifinal
Internacional - 27 de fevereiro de 2019

Fiat/Minas passa fácil pelo Nacional (URU) e aguarda adversário da semifinal

Depois de um primeiro set de altos e baixos, o Fiat/Minas impôs sua superioridade e derrotou o Nacional (URU), por 3 sets a 0 – parciais de 25/23, 25/12 e 25/15 – na noite desta quarta-feira, na Arena do Minas, em Belo Horizonte (MG), pela segunda rodada do Campeonato Sul-Americano Masculino de Clubes 2019.

Com o resultado, e a vitória na estreia sobre o Obras de San Juan (ARG), também por 3 sets a 0, na estreia do torneio, terça-feira, os minastenistas se classificaram para as semifinais no primeiro lugar do Grupo A e aguardam agora a definição do adversário do jogo de sexta-feira – provavelmente o UPCN (ARG). A final será no sábado.

Nesta quinta, Nacional e Obras de San Juan jogam pelo segundo lugar no Grupo. O vencedor será, provavelmente, o adversário do Sada/Cruzeiro na outra semifinal.

 

O central Matheus jogou contra o Nacional (URU) (Orlando Bento/MTC)

 

O técnico do Minas, Nery Tambeiro, aproveitou a fragilidade do adversário para dar ritmo de jogo aos jogadores do banco de reservas. O time titular foi: Carísio, Felipe Roque, Flávio, Matheus, Honorato e Piá e Rogerinho e Maique se revezando como líberos.

No primeiro set, os donos da casa cometeram muitos erros no ataque e na cobertura do bloqueio e, embora tenham comandado o placar o tempo todo, fecharam a parcial por uma diferença de apenas dois pontos: 25 a 23.

Nery Tambeiro seguiu dando rodagem a todo o grupo e entraram o cubano Elian e o central Rafael. Winck entrou apenas para fazer a inversão do 5 x 1, deixando Marlon fora, poupado. Carísio foi mantido em quadra quase o tempo todo. Em ritmo de treino, o Minas fechou o terceiro set em 25/15 e o jogo em 3 sets a 0.

O cubano Elian jogou (Orlando Bento/MTC)

LEIA TAMBÉM

Em jogo de duas viradas, Itambé/Minas vence o Sesc RJ no Rio

Bruna  Honório: “Estou na melhor fase da minha carreira”

Renan fala do desafio em Taubate, divisão com a Seleção, Leal e muito mais

Confusões, expulsões e problema com juiz em jogo da Superliga B

Um papo com o campeão olímpico Bruno Schmidt

Mundiais de Clubes com formatos diferentes em 2019

O fim precoce das transmissões da TV Gazeta

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…