Home Superliga Flamengo e Valinhos vencem e seguem na ponta da Superliga B feminina
Superliga - 2 de fevereiro de 2019

Flamengo e Valinhos vencem e seguem na ponta da Superliga B feminina

Após três rodadas, cariocas e paulistas somam nove pontos

A briga no topo da tabela da Superliga B feminina 2019 se acirrou após a terceira rodada. Com três jogos realizados na noite deste sábado, Flamengo (RJ) e Vôlei Valinhos (SP) se destacam na liderança da competição, ambos seguem invictos. Outro fato marcante do dia foi a primeira vitória do Cefa (RS).

A partida que reuniu a equipe gaúcha e o Bradesco Esportes (SP) abriu a rodada deste fim de semana. Mesmo jogando fora de casa, o Cefa conseguiu vencer por 3 sets a 0 (25/16, 25/23 e 25/21), no CDE Bradesco em Osasco (SP). O técnico Michel Guimarães, do Cefa, comemorou o resultado.

– Foi um jogo difícil, enfrentamos uma equipe forte, principalmente quando joga em casa. Mas nosso time manteve o equilíbrio e soube aproveitar as oportunidades. Foi uma vitória importante para somar pontos, mas a competição está apenas no começo, e vamos seguir nosso trabalho visando fazer bons jogos – disse Michel.

No Rio de Janeiro (RJ), o Flamengo jogou pela primeira vez em casa, mas manteve o bom rendimento na temporada. O Rubro-Negro carioca bateu o São José dos Pinhais (PR) por 3 sets a 0 (25/19, 25/23 e 25/23), no Togo Soares. Com a vitória o Fla segue na primeira posição, com nove pontos somados.

Outro que segue invicto é o Vôlei Valinhos que foi até Franca (SP) e levou a melhor sobre o Feac/AFV Franca (SP) por 3 sets a 0 (25/15, 25/15 e 25/21), no Champagnat. O Valinhos também tem nove pontos e divide a ponta da tabela com o Flamengo.

No domingo a rodada se completa com o duelo paranaense entre o Maringá Prorelax AmaVôlei e o Marcelino Champagnat/FEL/Londrina, no Chico Neto em Maringá, às 18h.

LEIA TAMBÉM

Minas Gerais prestes a ser anunciada como sede do pré-olímpico

Uma entrevista com o gigante russo Muserskyi, carrasco do Brasil na final de Londres-2012

Le Roux, do Sada/Cruzeiro: assinaria a renovação do contrato de olhos fechados

Natália Brait: momento climão durante o jogo e abraço no final

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…