Home Superliga Hinode/Barueri vira e vence clássico com o Sesc RJ no Rio de Janeiro
Superliga - 16 de fevereiro de 2019

Hinode/Barueri vira e vence clássico com o Sesc RJ no Rio de Janeiro

Skowronska mais uma vez se destaca em trunfo do time paulista

No duelo entre os dois técnicos mais vitoriosos do vôlei brasileiro, vitória de José Roberto Guimarães sobre Bernardinho, na noite deste sábado.

Na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, o Hinode/Barueri derrotou o Sesc por 3 sets a 1, parciais de 25-23, 18-25, 25-17 e 29-27, pela sétima rodada do returno da Superliga Cimed feminina.

Com o resultado, o Sesc, terceiro colocado, permaneceu com 37 pontos, enquanto o Barueri, quarto, subiu para 35, acirrando a disputa pela posição, importante para o emparceiramento nos playoffs e abrindo vantagem para Osasco/Audax (31) e Sesi Bauru (29), os principais perseguidores.

A disputa pela liderança segue entre Itambé/Minas e Dentil/Praia Clube, com três pontos de vantagem para o time de Belo Horizonte (50 a 47).

O Troféu VivaVôlei, no duelo na capital carioca, ficou com a polonesa Skowronska, maior pontuadora do confronto. Foram 30 acertos da oposto de Barueri: 27 no ataque, dois no bloqueio e um no saque. Pelo Sesc, a russa Kosheleva fez 21.

Mais um troféu para a polonesa (Divulgação)

Na próxima rodada, o Sesc RJ terá um clássico contra o Osasco-Audax (SP) na sexta-feira (22.02). O duelo será às 21h30, em Osasco (SP), com transmissão ao vivo do SporTV 2. Já o Hinode Barueri voltará a jogar no dia 26 deste mês, às 20h, contra o Curitiba Vôlei (PR), em Curitiba (SP), com transmissão do Canal Vôlei Brasil (http://canalvoleibrasil.cbv.com.br).

Skowronska comemorou o resultado e o desempenho em conjunto do seu time neste sábado:

– Eu fico muito feliz por essa vitória. Aqui não se joga fácil e, por isso, fico muito satisfeita por esse jogo, por essa vitória e pelo meu time. Ir bem nesta fase da Superliga Cimed é muito importante para o nosso time. Vôlei é um esporte coletivo e para jogar em alto nível precisa segurar o passe, levantamento e todos os fundamentos são importantes – disse Skowronska.

A levantadora do Sesc RJ, Carol Leite, que entrou ao longo da partida também comentou sobre o resultado final.

Barueri se manteve em quarto na tabela (Divulgação)

– Sabíamos o quão difícil seria esse jogo, a dificuldade que viria e era praticamente uma final, já que estamos brigando na tabela.Infelizmente não deu Meritos para a outra equipe, mas sabemos que era possível fazer mais. Cada jogo é uma final, vamos em busca desses pontos para ficar cada vez melhor na tabela – disse a jogadora.

Ainda na noite deste sábado, em mais um jogo realizado pela sétima rodada do returno, o Curitiba Vôlei (PR) jogou em casa e venceu o Pinheiros (SP) por 3 sets a 1 (25/20, 25/27, 25/15 e 25/23) em noite inspirada da ponteira Isabela Paquiardi. A atacante foi considerada pela comissão do time paranaense a jogadora de grande destaque e, por isso, recebeu o Troféu VivaVôlei, e ainda foi a maior pontuadora do confronto, com 23 acertos.

Sétima rodada do returno

14.02 (QUINTA-FEIRA) – Balneário Camboriú (SC) 3 x 2 São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 20h30, no Ginásio Multieventos Hamilton Cruz, em Balneário Camboriú (SC) (24/26, 19/25, 25/16, 25/18 e 15/7)

15.02 (SEXTA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 0 Fluminense (RJ), às 19h30, no ginásio do Praia Clube, em Uberlândia (MG) (25/15, 25/13 e 25/23)

15.02 (SEXTA-FEIRA) – BRB/Brasília Vôlei (DF) 0 x 3 Sesi Vôlei Bauru (SP), às 20h, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF) (20/25, 22/25 e 24/26)

15.02 (SEXTA-FEIRA) – Itambé Minas (MG) 3 x 1 Osasco-Audax (SP), às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (25/13, 25/18, 27/29 e 25/20)

16.02 (SÁBADO) – Sesc RJ 1 x 3 Hinode Barueri (SP), às 18h30, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro (RJ) (23/25, 25/18, 17/25 e 27/29)

16.02 (SÁBADO) – Curitiba Vôlei (PR) 3 x 1 E.C. Pinheiros (SP), às 21h, no ginásio Universidade Positivo, em Curitiba (PR) (25/20, 25/27, 25/15 e 25/23)

LEIA TAMBÉM

+ Navajas fala sobre a demissão de Castellani: “Agora vai ter atitude e time titular”

Os argentinos deram uma aula para nós, brasileiros

Estilo e métodos de Lavarini conquistam Minas

Entrevista exclusiva com a russa Kosheleva

 

Veja também

Gabi e Tainara no radar do Conegliano?

Duas ponteiras brasileiras ganharam força nos bastidores do Conegliano para a temporada 20…