Home Superliga Itambé/Minas bate Flu por 3 sets a 0 e segue líder isolado da Superliga Feminina
Superliga - 8 de fevereiro de 2019

Itambé/Minas bate Flu por 3 sets a 0 e segue líder isolado da Superliga Feminina

Quatro jogadoras terminaram o jogo como maiores pontuadoras, todas com 12 acertos

O Itambé/Minas sofreu no segundo set, mas acabou vencendo o Fluminense por 3 sets a 0 – parciais de 25/17, 26/24 e 25/12 -, em 1h17min de jogo, na noite desta sexta-feira, na Arena do Minas, em Belo Horizonte, pela quinta rodada do returno da Superliga Cimed Feminina 2018/2019.

Com o resultado, o time do técnico Stefano Lavarini manteve a liderança isolada da competição, com 44 pontos (15 vitórias e 1 derrota), três pontos à frente do vice-líder Dentil/Praia Clube, que também venceu por 3 sets a 0 na rodada. O Flu é o oitavo na tabela, com 18 pontos (6 vitórias e 8 derrotas), mas tem um jogo a menos.

Quatro jogadoras terminaram a partida com 12 pontos: a oposto Bruna Honório, a central Mara e a ponteira Lana, todas do Minas, e a oposto Joycinha, do Tricolor Carioca.

Bruna foi a melhor do jogo (Divulgação)

Lavarini poupou a ponteira Natália, que ainda se recupera de dores no joelho direito, e começou com Lana no time titular. Macris, inspirada, fez boa distribuição. Além das três jogadoras com boa pontuação, Gabi e Carol Gattaz marcaram 10 pontos cada uma.

O Itambé/Minas recebe o Hinode/Barueri, na próxima terça-feira (12.02), às 19h, na Arena do Minas, em Belo Horizonte, pela sexta rodada do returno, com transmissão pelo site Globoesporte.com. O Flu enfrenta o Sesc, no mesmo dia, às 20h, no Ginásio do Hebraica.

Antes de começar a partida, o público presente na Arena fez um minuto de silêncio em respeito às vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ), ocorrido na madrugada dessa sexta-feira. O gesto foi repetido em todos os jogos da Superliga nesta sexta-feira.

Quando a bola subiu, o Itambé/Minas impôs um ritmo de ataque muito forte. Desde o início, o time minastenista dominou o adversário, que viu as donas da casa abrirem 10 a 5. As cariocas cresceram na partida e encostaram no placar (13/11). Porém, a reação do Fluminense durou pouco, e as minastenistas voltaram a dominar a parcial, após bons saques de Lana, Gabi e Bruna Honório. Com um bloqueio pesado, o Itambé/Minas fechou a primeira parcial em 25/17.

Joycinha foi o destaque do Fluminense (Orlando Bento/MTC)

O segundo set começou um pouco mais equilibrado. O Itambé/Minas chegou a abrir boa vantagem (15/10). A partir daí o time cometeu alguns erros na recepção e, com isso, o Fluminense cresceu no set e virou o placar (18/16). O técnico Stefano Lavarini parou o jogo e chamou a atenção do time, que teve outra postura em quadra. No potente saque de Bruna Honório, o time minastenista voltou a liderar o placar (20/19). A parcial seguiu bem equilibrada, mas, no fim, a força do ataque minastenista prevaleceu e o time fez 2 sets a 0 : 26/24.

O Itambé/Minas começou o terceiro set com gás total. De cara, a equipe abriu 10 a 3. A levantadora Macrís distribuiu excelentes bolas e, ainda, conseguiu pontuou duas vezes seguidas, com bolas de segunda. No bloqueio, Mara e Gabi formaram um paredão e impediram qualquer reação do Fluminense. No setor ofensivo, Honório, Gabi e Lana ditaram o ritmo da equipe, que só ampliou a vantagem (17/5). Nervoso em quadra, o Fluminense não conseguiu esboçar reação. Por outro lado, as minastenistas mantiveram a regularidade e finalizaram o jogo em 3 sets a 0, com 25/12 no terceiro set.

Lana foi titular no lugar de Natália, poupada (Orlando Bento/MTC)

Itambé/Minas: Macrís, Bruna Honório, Mara, Carol Gattaz, Gabi, Lana e Léia (líbero). Entraram: Bruninha, Georgia, Malu e Laura. Técnico: Stefano Lavarini.

Fluminense: Giovana, Larissa, Thaisinha, Pri Daroit, Joycinha, Letícia Hage e Sthefany (líbero). Entraram: Ariane, Ju Carrijo, Carla e Marcella. Técnico: Hylmer Nascimento.

LEIA MAIS: 

+ Mundo do vôlei se solidariza com tragédia no CT do Flamengo

Entrevista exclusiva com a russa Kosheleva

Minas Gerais prestes a ser anunciada como sede do Pré-Olímpico

Coluna do editor Daniel Bortoletto: O calendário precisa ser revisto

As definições dos Sul-Americanos feminino e masculino em BH

+ Mari e Jaque juntas na praia? Campeãs olímpicas não descartam

Veja também

Santo André vira sobre o Vôlei Renata

Primeiro dia, primeira zebra. O Vôlei Renata, atual bicampeão do Campeonato Paulista, estr…