Home Internacional Itambé/Minas garante a “Tríplice Coroa” na temporada
Internacional - 23 de fevereiro de 2019

Itambé/Minas garante a “Tríplice Coroa” na temporada

Em casa, título sul-americano com vitória sobre o Dentil/Praia Clube

Campeonato Mineiro, Copa Brasil e agora Sul-Americano. Três canecos para as prateleiras do Itambé/Minas na temporada 2018/2019

A conquista continental foi confirmada neste sábado, em Belo Horizonte, após vitória sobre o arquirrival Dentil/Praia Clube por incontestáveis 3 sets a 0, parciais de 25-21, 25-16 e 26-24. Curiosamente os três títulos do Minas foram garantidos em cima da equipe de Uberlândia.

Mais uma vez, chamou demais a atenção a eficiência do sistema bloqueio-defesa do Minas. É um dos principais méritos do trabalho do italiano Stefano Lavarini: dar consciência e competência tática a um time repleto de talentos individuais. Impressiona a quantidade de ataques do Praia que foram recuperados pelo sistema defensivo ou pararam no block do Minas.

Festa do Minas na Arena (Orlando Bento/MTC)

Tal excelência permite que atuações individuais abaixo da média não sejam tão sentidas. Gabi foi o exemplo nesta decisão. A ponta não teve um bom aproveitamento no ataque, errou mais do que o costume e, ainda assim, o jogo seguiu sob controle do Minas.

E olha que não estamos falando de enfrentar um adversário qualquer. O Praia é o atual campeão da Superliga e tem um elenco tão estelar quanto o do Minas. Na final do Sul-Americano, porém, faltou de tudo ao time de Paulo Coco: paciência na virada de bola, consistência na linha de passe, precisão na distribuição de bola, eficiência no saque, além de um excesso de erros individuais. Com tal cardápio fica praticamente impossível vencer o maior rival.

O melhor momento do Dentil/Praia Clube no jogo aconteceu no início do segundo set. Chegou a abrir 8 a 4, dando a impressão de que equilibraria as ações. Mas logo sofreu um apagão daqueles, tomando 11 pontos consecutivos. Coco mexeu no time e nenhum sinal de reação aconteceu. Na terceira parcial, com Ananda em quadra, a equipe de Uberlândia chegou a reagir e virar o placar. Mas não sustentou a liderança por muito tempo.

O título sul-americano, o segundo consecutivo, garante o time do Minas mais uma vez no Campeonato Mundial de Clubes, que acontecerá na China no fim do ano. Em dezembro passado, as comandadas por Lavarini ficaram com o vice-campeonato, perdendo para o poderoso Vakifbank, da Turquia, na decisão. Bem antes disso, em maio, o elenco minastenista buscará o troféu mais aguardado pelo torcedor: o da Superliga. Por enquanto, o time lidera a competição, com apenas uma derrota em 18 jogos.

Com Macris, Carol Gattaz, Natália, Bruna Honório & Cia jogando o fino, o torcedor pode sonhar também com o fim do jejum nacional.

Itambé/Minas: Macris, Bruna Honório, Gabi, Natália, Carol Gattaz, Mara e Léia (líbero). Entraram: Bruninha, Georgia, Lana, Mayany.
Técnico: Stefano Lavarini

Dentil/Praia Clube: Lloyd, Fawcett, Michele, Fernanda Garay, Fabiana, Carol e Suelen (líbero). Entraram: Rosamaria, Ananda, Paula.
Técnico: Paulo Coco

Por Daniel Bortoletto

LEIA TAMBÉM

Um papo com o campeão olímpico Bruno Schmidt

Mundiais de Clubes com formatos diferentes em 2019

+ O fim precoce das transmissões da TV Gazeta

+ Um papo com a central Adenízia

Veja também

Monza tenta se firmar entre os grandes

Vice-campeão da última liga italiana, o Monza promete brigar em todas as frentes na tempor…