Home Superliga Curitiba e Fluminense jogam por difícil sobrevivência na Superliga
Superliga - 20 de março de 2019

Curitiba e Fluminense jogam por difícil sobrevivência na Superliga

Nesta quinta, Minas e Praia podem ser os dois primeiros semifinalistas

A quinta-feira é o dia da sobrevivência para dois participantes da Superliga Cimed feminina 18/19.

Pela segunda rodada do playoff em melhor de três das quartas de final, Curitiba e Fluminense tentam se manter vivos na competição. Mas a tarefa de ambos não é nada fácil.

O time paranaense terá pela frente o Itambé/Minas, melhor time da competição, às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG). Já o Tricolor medirá forças com o Dentil/Praia Clube, atual campeão, às 21h30, no ginásio do Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ). O SporTV 2 transmitirá ao vivo as duas partidas.

No momento, a vantagem na série é do Itambé/Minas (MG) e do Dentil/Praia Clube (MG). Na última segunda-feira, as equipes mineiras venceram a primeira partida do playoff por 3 sets a 0 e estão a um resultado positivo das semifinais.

Pelo lado do Curitiba Vôlei, a experiente central Valeskinha, de 42 anos, espera um jogo difícil, mas está confiante em uma boa apresentação da equipe paranaense.

– Nossa expectativa é a melhor possível depois do jogo de segunda-feira. Sabemos que temos que melhorar alguns pontos, mas o segundo set nos mostrou que somos capazes de enfrentar de igual para igual uma grande equipe que terminou a fase de classificação na liderança. Isso mostrou que se nós errarmos poucos nossas chances aumentam contra essas equipes. Também precisar se obediente taticamente e tecnicamente – disse Valeskinha, campeã olímpica em 2008.

No segundo duelo da noite de quinta, que será disputado no ginásio do Hebraica, no Rio de Janeiro, o Fluminense tentará igualar a série para forçar o terceiro duelo do playoff. A central Lara, do time carioca, pede foco total em uma boa apresentação na partida.

Curitiba tem difícil tarefa em BH (Osvaldo F./Contrapé)

– Será um jogo muito difícil e vamos ter que dar o máximo para conseguir sair com a vitória diante de um time de muita qualidade que é o Dentil/Praia Clube. No entanto, estaremos jogando em casa e com o apoio da nossa torcida. Sabemos que é a nossa última chance de continuar no campeonato. Por isso, iremos fazer de tudo para ganhar e levar a decisão para o terceiro confronto – afirmou Lara.

LEIA TAMBÉM

Conegliano vira de forma incrível e elimina o Eczacibasi na Champions

Sesi/Bauru faz Panela de Pressão explodir ao vencer o Sesc RJ nas quartas

Clubes femininos optam por manutenção do ranking para 2020

Sander, destaque do Sada/Cruzeiro, recebe propostas do exterior

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…