Home Superliga Dani comprova boa fase no Vôlei Renata, pela primeira vez em frente aos pais
Superliga - 11 de março de 2019

Dani comprova boa fase no Vôlei Renata, pela primeira vez em frente aos pais

Oposto foi um dos destaques diante do Corinthians. Pais estavam no Taquaral

A Superliga Cimed 2018/2019 não sairá tão cedo da memória do oposto Dani do Vôlei Renata. Além de ser um dos destaques do time campineiro na competição, o jogador sentiu uma emoção única na vitória sobre o Corinthians/Guarulhos, por 3 a 1, no último final de semana, no Ginásio do Taquaral. Pela primeira vez na carreira, o camisa 12 teve a oportunidade de jogar com os pais assistindo na arquibancada.

Dani contribuiu com 15 pontos na vitória do time campineiro sobre o Corinthians, por 3 a 1, no último sábado. Além de onze acertos no ataque, o oposto roubou a cena no saque, com quatro aces, e grandes sequências, tudo sob olhar atento de Claudio e Sueli, que saíram de Chapecó (SC) para verem o jovem brilhar.

– Meus pais sempre me apoiaram muito, assistem pela TV, tentam acompanhar de perto, mas nunca tinham conseguido assistir um jogo meu no ginásio. Então teve uma motivação diferente. Fiquei feliz que deu certo e acho que eles gostaram bastante. Eu queria muito presentear eles com a vitória e, com ajuda do time, consegui – comentou o jogador.

Dani com um VivaVôlei recebido nesta Superliga (Divulgação)

Dani desembarcou em Campinas há quatro anos e, aos poucos, cavou seu espaço no elenco adulto depois de fazer toda a categoria de base no Vôlei Renata. Em sua segunda temporada no time principal, o oposto se tornou titular e vem sendo um dos destaques do time campineiro. O camisa 12 é o terceiro melhor sacador da Superliga Cimed, com 30 aces.

Com Dani em quadra e toda família Cagliari na torcida, o Vôlei Renata volta às quadras para enfrentar Vôlei Um/Itapetininga, no próximo sábado, às 19h30, fora de casa. O jogo encerra a primeira fase da Superliga Cimed. Classificado aos playoffs, o time campineiro é o quinto colocado, com 34 pontos.

LEIA TAMBÉM

Sander, destaque do Sada/Cruzeiro, recebe propostas do exterior

Dentil/Praia Clube vence clássico e acaba com série invicta do Itambé/Minas

+ Egonu pode trocar Novara por rival na Itália

Todos os dias deveriam ser das mulheres

Macris fala de mudanças, após iniciar dieta vegana

Líbero Serginho fala sobre mais um título do Sada/Cruzeiro e planos para o futuro

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…