Home Superliga Dois paulistas, um carioca e um paranaense em vantagem na Superliga B feminina
Superliga - 17 de março de 2019

Dois paulistas, um carioca e um paranaense em vantagem na Superliga B feminina

Quatro times podem se garantir nas semifinais na próxima quinta-feira

Vôlei Valinhos (SP), Flamengo (RJ), Maringá/Amavôlei (PR) e ADC Bradesco (SP) estão a uma vitória das semifinais da Superliga B feminina. Neste sábado, as quatro equipes largaram na frente no playoff melhor de três das quartas de final da competição.

O Vôlei Valinhos (SP) superou o Marcelino Champagnat/FEL/Londrina (PR) por 3 sets a 0 (27/25, 25/17 e 25/18), no ginásio Darcy Cortez, em Londrina (PR). O treinador do time de Valinhos, André Rosendo, comemorou a vitória e falou da dificuldade do confronto mesmo com a vitória em três sets.

– Esse resultado tem uma grande importância. Nós lideremos a primeira fase, mas o playoff é um novo campeonato. A equipe de Londrina enfrenta os adversários de igual para igual. Elas apertaram o jogo contra a nossa equipe, mas mostramos maturidade depois de um set muito equilibrado que foi o primeiro. Temos que continuar focados e tentar definir essa classificação já na próxima quinta-feira – disse André Rosendo.

André Rosendo comanda Valinhos (Reprodução EPTV)

O Flamengo levou a melhor em um equilibrado confronto contra o Feac/AFV Franca (SP) por 3 sets a 2 (27/25, 24/26, 22/25, 25/14 e 15/12), no ginásio Champagnat, em Franca (SP). O treinador do time carioca, Alexandre Ferrante, fez uma análise da vitória rubro-negra.

– Estávamos preocupados com esse jogo e a partida se desenhou como tínhamos previsto. Estou muito orgulhoso do nosso time porque passamos a nossa maior dificuldade na competição e conseguimos reverter a situação. No quarto e no quinto set jogamos muito bem e quando conseguimos encontrar uma formação ideal saímos de quadra com uma vitória que é muito importante na nossa caminhada – explicou Alexandre Ferrante.

O Maringá/Amavôlei (PR) foi até Marau (RS) e superou o Cefa (RS) por 3 sets a 1 (18/25, 25/18, 25/23 e 25/19), no ginásio Jatyr Francisco Foresti. Já o ADC Bradesco (SP) passou pelo São José dos Pinhais (PR) por 3 sets a 1 (23/25, 25/20, 25/17 e 25/22), no Bradesco Esportes, em Osasco (SP).

A segunda rodada das quartas de final será realizada na próxima quinta-feira.

LEIA TAMBÉM

Veja a tabela das quartas de final da Superliga Feminina

Sesc RJ derrota o Dentil/Praia Clube e termina em terceiro

+ Itambé/Minas supera o Curitiba e mantém liderança

+ Hinode/Barueri passa pelo São Caetano e fica em quarto

Osasco/Audax supera o BRB/Brasília é fica em quinto

Flu surpreende e bate o Sesi/Bauru, fora de casa

Fawcett na mira de clube italiano

Clubes femininos optam por manutenção do ranking para 2020

Sander, destaque do Sada/Cruzeiro, recebe propostas do exterior

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…