Home Internacional Filipe festeja os 39 anos com mais uma final pelo Sada/Cruzeiro. E não fala em parar
Internacional - 2 de março de 2019

Filipe festeja os 39 anos com mais uma final pelo Sada/Cruzeiro. E não fala em parar

Um dos jogadores mais identificados com o projeto do Sada/Cruzeiro, o ponta Filipe comemorou em quadra os 39 anos, na vitória de virada sobre o Obras San Juan, da Argentina, com a passagem para mais uma final de Sul-Americano.

Um aniversário pra lá de especial, já que estavam na Arena do Minas, em Belo Horizonte, toda a família do capitão celeste: esposa, filhos, pais, irmão… Filipe foi um dos últimos jogadores a deixar a quadra, já na madrugada deste sábado. Os filhos corriam e se divertiam, ele batia papo com os familiares e tentava aproveitar os últimos minutos antes de voltar para o hotel onde os times estão hospedados.

– É uma felicidade sem tamanho estar aqui ao lado de toda a família. Praticamente em todo o Sul-Americano eu comemoro em quadra. Já aconteceu em Montes Claros, agora em Belo Horizonte. É sempre uma sensação especial – disse Filipe, ao Web Vôlei.

Na véspera, o jogador participou de um evento corporativo do Grupo Sada, numa palestra com funcionários do jurídico. E a inevitável pergunta sobre os planos para a aposentadoria também foi feita. Nada que incomode Filipe, que ainda ter planos de passar mais aniversários dentro de quadra antes do encerramento da carreira.

– Na palestra com o pessoal do Sada, com pessoas do Brasil inteiro, me fizeram essa pergunta também. E eu respondi o seguinte: “Sou um cara apaixonado pelo que eu faço e ainda tenho muito gás ainda”. Mesmo com 39 anos completados nesta sexta-feira, eu me sinto bem nos treinamentos. Sei que eu inspiro através do exemplo. Eu sou um cara que eu não pensa em aposentadoria. Sei que está próximo, mas não penso. Enquanto eu puder ainda sentir que meu corpo está bem e eu sentir que estou fazendo uma coisa boa para o esporte e para o time, vou continuar atuando. A partir do momento que as dores estiverem incomodando, que a qualidade não for mais a mesma, que eu não ajudo mais a equipe, talvez eu vá para o outro lado. Estou feliz, cara. Ainda tenho muito gás para queimar – comentou o jogador.

Filipe busca mais um título com o Sada (Agênciai7/Divulgação)

Neste sábado, às 20h30, com transmissão pelo SporTV, Filipe poderá levantar mais um caneco com a camisa cruzeirense diante da UPCN. Conta que ele já perdeu.

– Seria o sexto sul-americano, com 29 títulos em 35 torneios?

Mais exatamente, Filipe, desde 2010 foram 44 campeonatos disputados, 39 presenças em decisões, já contando o Sul-Americano deste ano, com a possibilidade de conquista do 34º título hoje. E hoje pode ser mesmo o sexto caneco continental, o quarto consecutivo.

– Esse time é impressionante. Entra peça, sai peça, e seguimos bem. Esse ano, se não me engano, foram três, quatro titulares (Leal, Simon e Uriarte). E esse time consegue estar em primeiro lugar na Superliga e disputando título deste torneio aqui. É muito comprometimento! A identidade que nós criamos é muito grande, sabendo tirar o máximo de cada um dentro de quadra. Acho que isso reflete nos treinamentos e nos jogos. Estamos aí mais uma vez.

É para respeitar mesmo!

Por Daniel Bortoletto

LEIA TAMBÉM

+ Como Evandro “entrou na cabeça” dos rivais na semi do Sul-Americano

+ Natália tem fissura na costela confirmada

Brasileiro Guilherme Hage é destaque pela UPCN

Um papo com o campeão olímpico Bruno Schmidt

Mundiais de Clubes com formatos diferentes em 2019

Veja também

Flávio admite viver momento especial da carreira

Aos 29 anos, Flávio vive um dos melhores momentos da carreira. O meio de rede defenderá o …