Home Superliga Hora da decisão para EMS/Taubaté e Vôlei Renata
Superliga - 28 de março de 2019

Hora da decisão para EMS/Taubaté e Vôlei Renata

Paulistas definem nesta sexta o classificado para a semifinal

EMS/Taubaté e Vôlei Renata  farão o terceiro e decisivo jogo pelas quartas de final da Superliga Cimed masculina nesta sexta-feira. Os times estão empatados em 1 a 1 na série melhor de três e terão a vaga na semifinal definida na partida que terá início às 19h, no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP), com transmissão do SporTV 2.

Até agora, cada equipe venceu atuando em casa e com apoio da sua torcida. No primeiro duelo, em Taubaté, melhor para a equipe de Renan por 3 sets a 2. No segundo, em Campinas (SP), vitória do time dirigido por Horácio Dileo, por 3 a 1. A série envolve o terceiro colocado na fase classificatória, EMS/Taubaté, contra o sexto, Vôlei Renata.

Para o jogo de amanhã, o capitão do time taubateano, Rapha, espera que o grupo saiba tirar proveito dos pontos que tem a seu favor para assegurar a classificação para a semifinal da Superliga Cimed.

– Esse jogo é o mais importante da temporada para o nosso time. É uma partida decisiva e que, por méritos nosso, conseguimos fazer com que fosse na nossa casa. Precisamos aproveitar isso, nossas referências de ginásio, nossa torcida, nosso mando de campo, e principalmente colocar em prática a agressividade do time para que possamos sair vitoriosos – afirmou Rapha.

O levantador do time do Vale do Paraíba ainda demonstrou prazer em estar em quadra em um duelo coo este.

– Esse é um jogo importante, esperado e gostoso de jogar. Fico muito feliz de poder estar participando de uma situação como essa pelo time de Taubaté – complementou Raphael.

No Vôlei Renata, o objetivo é buscar concentração e bom desempenho no saque.

– Acho que o principal foco está no saque. Temos que agredir o tempo inteiro. A equipe deles teve e tem um alto poder de ataque. Isso pode ajudar nosso sistema de bloqueio/defesa que tem se mostrado consistente ao longo da competição – elogiou o capitão Vini.

(Rafinha Oliveira/Divulgação)

O resultado de ontem motivou, mas, segundo o central, serve para basear os estudos.

– A vitória, como sempre, foi muito importante e decisiva. Quem estiver mais bem preparado para esta montanha russa emocional se sairá melhor e o foco tem que ser total. O jogo de ontem já passou, nosso foco agora é estudar os dois jogos e ver quais são as possibilidades que temos de melhorar para o de amanhã”, concluiu Vini.

Tabelas das quartas de final

PRIMEIRA RODADA

23.03 (SÁBADO) – EMS Taubaté Funvic (SP) 3 x 2 Vôlei Renata (SP), às 11h30, no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP) (25/14, 25/17, 25/27, 21/25 e 15/12)

23.03 (SÁBADO) – Sesc RJ 3 x 1 Fiat/Minas (MG), às 14h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) (26/24, 20/25, 28/26 e 25/22)

23.03 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 0 Vôlei UM Itapetininga (SP), às 21h30, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/23, 25/19 e 25/19)

24.03 (DOMINGO) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 2 Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 19h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) (21/25, 25/18, 25/23, 25/27 e 17/15)

SEGUNDA RODADA

27.03 (QUARTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) 3 x 1 EMS Taubaté Funvic (SP), às 19h, no Taquaral, em Campinas (SP) (25/23, 20/25, 25/15 e 25/20)

27.03 (QUARTA-FEIRA) – Fiat/Minas (MG) 0 x 3 Sesc RJ, às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (19/25, 19/25 e 22/25)

28.03 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei UM Itapetininga (SP) x Sesi-SP, às 19h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP) – SPORTV 2

28.03 (QUINTA-FEIRA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) x Sada Cruzeiro (MG), às 21h30, no Chico Neto, em Maringá (PR) – SPORTV 2

TERCEIRA RODADA

29.03 (SEXTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 19h, no Abaeté, em Taubaté (SP) – SPORTV 2

30.03 (SÁBADO) – Sesi-SP x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) – SPORTV 2

30.03 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) x Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 21h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) – SPORTV 2

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…