Home Superliga No tie-break, EMS/Taubaté derrota o Vôlei Renata e abre 1 a 0 no playoff
Superliga - 23 de março de 2019

No tie-break, EMS/Taubaté derrota o Vôlei Renata e abre 1 a 0 no playoff

Abertura das quartas de final no Abaeté foi muito equilibrada

O EMS/Taubaté derrotou o Vôlei/Renata por 3 sets a 2, parciais de 25-14, 25-17, 25-27, 21-25 e 15-12, na tarde deste sábado, no Ginásio Abaeté, em Taubaté (SP) e abriu 1 a 0 na série melhor de três das quartas de final da Superliga Cimed Masculina 2018/2019. Um aperitivo especial do que está por vir nos playoffs!

O segundo confronto será na próxima quarta-feira, às 19h, no Ginásio do Taquaral, em Campinas (SP) e o terceiro, caso os donos da casa vençam, na sexta-feira, no mesmo horário e novamente em Taubaté.  O SporTV 2 transmite os confrontos.

O campeão olímpico Lucão foi eleito o melhor em quadra e faturou o VivaVôlei, após marcar 18 pontos. Leandro Vissotto terminou o duelo com 20, como o maior pontuador.

Lucão ficou com o VivaVôlei (Rafinha Oliveira/Divulgação)

O saque foi o grande personagem da abertura dos playoffs. Pelo lado de Taubaté, o fundamento entrou durante boa toda a partida, além de fazer estragos na recepção campineira. Lucarelli, Douglas Souza, Otávio e Lucão tiveram várias passagens longas pelo saque.

Nos dois primeiros sets, sem a bola nas mãos, o levantador Demian Gonzalez perdeu uma das principais armas ofensivas do Vôlei Renata: o uso das bolas pelo meio. Para tentar equilibrar o jogo, o time tentou repetir o expediente do rival: forçar o saque. Mas sem a mesma eficiência. Com muitos erros, o time de Horácio Dileo deixava de fazer o rival jogar e quase nunca conseguia uma sequência de dois pontos seguidos. Já a equipe de Renan Dal Zotto jogava com uma tranquilidade enorme, com boa distribuição de Rapha.

O cenário foi diferente a partir do terceiro set. O Vôlei Renata, sem partir para o “saque suicida”, passou a mirar Douglas Souza e não mais Lucarelli, chegou a abrir quatro pontos e conseguiu jogar como gosta, com Luizinho e Vini recebendo mais bolas para atacar pelo meio.

Bloqueio de Taubaté sobre o Vôlei Renata (Divulgação)

Renan parou o jogo, alertando sobre a mudança tática do Vôlei Renata. Mas Taubaté só conseguiu o empate no set point desperdiçado pelos visitantes, após um erro de ataque de Dani: 24 a 24. E o triunfo de Campinas foi confirmado após uma marcação polêmica, com um saque de Dani dado como dentro, mas pelo replay do SporTV deu para ver a bola fora. Vale lembrar que o vídeo challenge não estava disponível para esta partida no Abaeté.

Em um quarto set nervoso, com reclamações contra a arbitragem, o Vôlei Renata manteve o nível da parcial anterior e colocou pressão no Taubaté. Bruno Temponi, de volta após se recuperar de uma lesão muscular, ajudou a equilibrar o passe, além de virar bolas importantes no ataque. Errático, o time da casa não conseguiu reagir, vendo a partida ir para o tie-break.

Ponto lá, ponto cá. Os dois times ficaram juntos no placar até o 9 a 9, quando Taubaté conseguiu a virada de bola e na sequência abriu 11 a 9 com um bloqueio de Lucão em Dani. A bola iria para fora, mas resvalou no corpo do oposto. E lembra-se do saque, citado lá no início como diferencial? Foi com um ace de Douglas Souza que a partida foi encerrada.

– Sacamos muito bem nos dois primeiros sets. Depois eles conseguiram equilibrar e nós não conseguimos colocar mesmo efeito no saque. O Temponi também entrou bem, principalmente na virada de bola. Sempre temos jogos equilibrados com eles. É um time sem tanto investimento, mas muito bem treinado – disse Lucão, elogiando o Vôlei Renata.

Tabela das quartas de final

PRIMEIRA RODADA

23.03 (SÁBADO) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 11h30, no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP) (25/14, 25/17, 25/27, 21/25, 15/12)

23.03 (SÁBADO) – Sesc RJ x Fiat/Minas (MG), às 14h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) (26/25, 20/25, 28/26 e 25/22)

23.03 (SÁBADO) – Sesi-SP x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 21h30, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)

24.03 (DOMINGO) – Sada Cruzeiro (MG) x Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 19h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

SEGUNDA RODADA

27.03 (QUARTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) x EMS Taubaté Funvic (SP), às 19h, no Taquaral, em Campinas (SP)

27.03 (QUARTA-FEIRA) – Fiat/Minas (MG) x Sesc RJ, às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG)

28.03 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei UM Itapetininga (SP) x Sesi-SP, às 19h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP)

28.03 (QUINTA-FEIRA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) x Sada Cruzeiro (MG), às 21h30, no Chico Neto, em Maringá (PR)

TERCEIRA RODADA

29.03 (SEXTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 19h, no Abaeté, em Taubaté (SP)

29.03 (SEXTA-FEIRA) – Sesc RJ x Fiat/Minas (MG), às 21h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ)

30.03 (SÁBADO) – Sesi-SP x Vôlei UM Itapetininga (SP), às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP)

30.03 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) x Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 21h30, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG)

LEIA TAMBÉM

+ Sesc RJ passeia sobre o Sesi/Bauru e adia decisão para terça-feira

+ Com uma virada espetacular, Osasco bate o Barueri e força o terceiro jogo

+ Itália domina semifinais da Champions, com quatro dos oito times classificados

+ Itambé/Minas vence o Curitiba e se classifica para as semifinais

+ Bruninha cai no choro depois do jogo e é consolada por Lavarini

+ Dentil/Praia Clube derrota o Flu, faz 2 a 0 na série e está na semifinal

+ Vídeo Challenge confirmado nas quartas de fina da Superliga Masculina

+ Com direito a 25/8, Vakifbank elimina time de Goncharova na Champions

+ Thaisa comemora vitória e o milésimo ponto de bloqueio na Superliga

Clubes se reúnem e querem que Libertadores classifique o campeão ao Mundial

Veja a tabela das quartas de final da Superliga Feminina

Fawcett na mira de clube italiano

Clubes femininos optam por manutenção do ranking para 2020

Sander, destaque do Sada/Cruzeiro, recebe propostas do exterior

Egonu desequilibra na Champions, Novara vence e anuncia técnico

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…