Home Superliga Sada/Cruzeiro passeia sobre o Maringá, fecha o playoff, e se garante na semi
Superliga - 28 de março de 2019

Sada/Cruzeiro passeia sobre o Maringá, fecha o playoff, e se garante na semi

Adversário do time mineiro na próxima fase sairá do confronto entre Taubaté e Vôlei Renata

Com uma atuação contundente, e uma atuação bem superior que a do confronto anterior, no último domingo, o Sada/Cruzeiro impôs sua superioridade e derrotou, sem sustos, o Copel Telecom/Maringá, por 3 sets a 0 – parciais de 25/19, 25/21 e 25/17 -, na noite desta quinta-feira, no Ginásio Chico Neto, em Maringá (PR), pelo segundo jogo das quartas de final da Superliga Cimed Masculina 2018/2019.

Com o resultado, o time do técnico Marcelo Mendez fechou a série em 2 a 0 e se classificou para as semifinais da competição. O adversário na próxima fase sairá do confronto entre EMS/Taubaté/Funvic e Vôlei Renata, que se enfrentam nesta sexta-feira, às 19h, no Ginásio Abaeté, em Taubaté, no terceiro duelo da série (empatada em 1 a 1). O SporTV 2 transmite.

No outro jogo desta noite, o Sesi-SP derrotou o Itapetininga por 3 sets a 1, garantiu a vaga e vai enfrentar o Sesc RJ nos playffs das semifinais.

O Sada/Cruzeiro busca o sétimo título da Superliga Masculina (Agenciai7/Divulgação)

O Maringá, uma das maiores surpresas da temporada, se classificou na sétima colocação na primeira fase e, com um investimento bem menor que os grandes, conseguiu vencer jogos e sets de times favoritos. No primeiro duelo das quartas de final, domingo, o a equipe paranaense perdeu apenas no tie-break, por 17 a 15, sendo que chegou a estar vencendo o quinto set por 9 a 5.

O ponteiro norte-americano Sander foi eleito o melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei.

Desde o início, o Cruzeiro, que busca o seu sétimo titulo da Superliga, conseguiu impor seu jogo de saque forte, bloqueio agressivo e bom fundo de quadra, sem dar chances à equipe paranaense.

O central Isac, do Cruzeiro, comemorou a boa atuação e disse que não esperava uma vitória por um placar tão tranquilo, principalmente depois o placar apertado do último jogo.

– Não esperávamos esse 3 a 0. O Maringá é uma equipe que erra pouco. Mérito do nosso time, que hoje soube jogar bem. Agora é descansar e observar. A equipe que passar (para as semifinais) a gente já conhece, não tem surpresa – disse o central.

O técnico do time mineiro, o argentino Marcelo Mendez, também aprovou a atuação do time nesta quinta-feira.

– Hoje jogamos muito melhor que o outro dia, trabalhamos bem o saque e a defesa, o ataque também esteve bem.  Estamos em mais uma semifinal, estamos muito felizes. Agora é trabalhar para chegar a mais uma final. O Cruzeiro é a minha segunda casa, me sinto muito feliz, me acolheram muito bem. É minha casa e quero continuar muito tempo mais – disse o treinador, confirmado como novo técnico da Seleção Argentina.

Maringá se despede da Superliga 2018/2019 ( Paulo Santos/Resenha Comunicação)

O técnico Alessandro Fadul chorou ao falar da temporada de superação do Maringá.

– Foi uma temporada muito boa, porque quando esse grupo foi formado, todo mundo colocou a gente na condição de time que iria lutar para não cair. E, provavelmente, naquele momento estávamos nessa condição mesmo. Mas, o grupo entendeu suas limitações, mudou, cresceu e fez uma boa campanha. Eu sempre falava para eles que quem tinha de nos definir eramos nós mesmo, com treinos, com bons jogos. E o grupo colocou como meta participar nos playoffs, passou a acreditar. Participamos de uma semifinal inédita da Copa Brasil. Os meninos compraram a ideia e seguem crescendo, com ambição para continuar crescendo. Os meninos dividiram comigo o desejo por conquistas e isso foi primordial para a gente ter ido bem na Superliga. Quem sabe onde o caminho vai nos levar? – disse o treinador, que se emocionou e não escondeu as lágrimas pela despedida honrosa do Maringá na Superliga.

O ponteiro Hugo, da equipe paranaense, também fez uma análise positiva da temporada do Maringá.

– Viemos de dois rebaixamentos na Superliga, fomos o último time a montar o elenco na temporada e fizemos um campeonato de superação. O Cruzeiro veio inspiradíssimo, com um nível de bloqueio e defesa de Seleção Brasileira, uma equipe multi campeã.

Superliga Masculina – Tabela das quartas de final

PRIMEIRA RODADA

23.03 (SÁBADO) – EMS Taubaté Funvic (SP) 3 x 2 Vôlei Renata (SP), às 11h30, no ginásio do Abaeté, em Taubaté (SP) (25/14, 25/17, 25/27, 21/25 e 15/12)

23.03 (SÁBADO) – Sesc RJ 3 x 1 Fiat/Minas (MG), às 14h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) (26/24, 20/25, 28/26 e 25/22)

23.03 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 0 Vôlei UM Itapetininga (SP), às 21h30, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/23, 25/19 e 25/19)

24.03 (DOMINGO) – Sada Cruzeiro (MG) 3 x 2 Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), às 19h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG) (21/25, 25/18, 25/23, 25/27 e 17/15)

SEGUNDA RODADA

27.03 (QUARTA-FEIRA) – Vôlei Renata (SP) 3 x 1 EMS Taubaté Funvic (SP), às 19h, no Taquaral, em Campinas (SP) (25/23, 20/25, 25/15 e 25/20)

27.03 (QUARTA-FEIRA) – Fiat/Minas (MG) 0 x 3 Sesc RJ, às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) (19/25, 19/25 e 22/25)

28.03 (QUINTA-FEIRA) – Vôlei UM Itapetininga (SP) 1 x 3 Sesi-SP, às 19h, no ginásio Ayrton Senna, em Itapetininga (SP) – SPORTV 2 (24/26, 28/30, 25/22, 17/25)

28.03 (QUINTA-FEIRA) – Copel Telecom Maringá Vôlei (PR) 0 x 3 Sada Cruzeiro (MG), às 21h30, no Chico Neto, em Maringá (PR) – SPORTV 2 (19/25, 21/25 e

TERCEIRA RODADA

29.03 (SEXTA-FEIRA) – EMS Taubaté Funvic (SP) x Vôlei Renata (SP), às 19h, no Abaeté, em Taubaté (SP) – SPORTV 2

LEIA TAMBÉM

Jogadoras protestam contra manutenção do ranking

Sesc RJ é o primeiro semifinalista da Superliga Masculina

Bernardinho é flagrado chamando Tifanny de “homem” e provoca polêmica

+ Macris vira 7 pontos e complica a vida do Itambé/Minas na próxima temporada

Sassá vai ao clássico no Maracanã com a blusa do Fla e torcida do Flu não perdoa

Definidos os playoffs do Italiano Masculino

+ Itália domina semifinais da Champions, com quatro dos oito times classificados

+ Itambé/Minas vence o Curitiba e se classifica para as semifinais

Bruninha cai no choro depois do jogo e é consolada por Lavarini

+ Com direito a 25/8, Vakifbank elimina time de Goncharova na Champions

Thaisa comemora vitória e o milésimo ponto de bloqueio na Superliga

Clubes se reúnem e querem que Libertadores classifique o campeão ao Mundial

Fawcett na mira de clube italiano

Sander, destaque do Sada/Cruzeiro, recebe propostas do exterior

Egonu desequilibra na Champions, Novara vence e anuncia técnico

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…