Home Superliga Sesc RJ passeia sobre o Sesi/Bauru em casa e empata o playoff das quartas de final
Superliga - 22 de março de 2019

Sesc RJ passeia sobre o Sesi/Bauru em casa e empata o playoff das quartas de final

Time de Bernardinho derrotou as paulistas por 3 a 0 e forçou o terceiro e decisivo jogo

Com uma atuação impecável e uma facilidade impressionante, o Sesc RJ derrotou o Sesi/Bauru na noite desta sexta-feira, diante de um Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) abarrotado de gente, e empatou o playoff das quartas de final da Superliga Cimed Feminina 2018/2019 em 1 a 1.

Depois da derrota por 3 a 1 na primeira partida da série, terça-feira, em Bauru, o time do técnico Bernardinho não deu chances ao rival, com parciais de 25/10, 25/18 e 25/19, e forçou a realização do terceiro e decisivo confronto, na próxima terça-feira, às 21h30, novamente no Rio. As cariocas levam vantagem no mando de quadra por terem feito melhor campanha na fase classificatória.

Quem vencer vai enfrentar o Dentil/Praia Clube, que já se garantiu na próxima fase após eliminar o Fluminense na última quinta-feira, com a vitória por 3 sets a 0.

No outro playoff das quartas de final, o Osasco/Audax derrotou o Hinode/Barueri por 3 sets a 2, em uma virada histórica – depois de ter perdido o primeiro set por 25 a 5 – e também levou a decisão da vaga para o terceiro jogo, terça-feira, às 19h, em Barueri (SP). Quem vencer o duelo vai encarar, na série melhor de três das semifinais, o Itambé/Minas, que eliminou o Curitiba, quinta-feira, em Belo Horizonte (MG).

Com 17 pontos – 10 de bloqueio -, a central do Sesc, Juciely, foi o destaque da partida e ficou com o Troféu VivaVôlei. Kosheleva marcou 7 pontos. Pelo Sesi/Bauru, que mais marcou foi a ponteira Tifanny, também com 7 pontos.

Juciely faturou o VivaVôlei (Divulgação)

Muito focado, cometendo poucos erros e com a ponteira russa Kosheleva bem mais ligada do que no primeiro confronto, o Sesc RJ não deu chances ao Sesi em seu ginásio. O time de Bauru, por outro lado, não foi nem sombra da equipe aguerrida e disciplinada taticamente que se viu no jogo anterior. Abusou dos erros e não conseguiu colocar o passe na mão da levantadora Fabíola. Sem opção, a capitã do time paulista jogou com bolas altas quase o tempo todo, facilitando a vida do bom bloqueio do Sesc RJ.

O Jogo
Empurrado pela torcida e bastante à vontade no seu ginásio, o Sesc RJ abriu logo 7 a 2 no placar. Sem passe, Bauru não conseguia jogar e, na base dos contra-ataques, as donas da casa ampliaram a vantagem para 13 a 7. As visitantes abusavam dos erros. Dos 16 pontos do Sesc (16 a 7), seis foram cedidos pelas rivais. Em ritmo arrasador, com Kosheleva e Drussyla virando todas das bolas e Juciely inspirada no bloqueio, a equipe do técnico Bernardinho fechou o primeiro set e 25 a 10, em 19 minutos.

O segundo set foi equilibrado somente até o 12º ponto. Mas, com Juciely muito bem no bloqueio, o Sesc RJ foi, aos poucos, abrindo vantagem. Fabíola continuou sem o passe na mão, jogando com as bolas altas pelas pontas, sendo presa fácil para as donas da casa. Sem muito esforço, as cariocas fecharam o set em 25 a 18 em 25 minutos, abrindo 2 a 0 no placar.

A dominicana Peña no saque (Divulgação)

Sem poder de reação, o Sesi/Bauru continuou com uma atuação apática, enquanto o Sesc seguia destruindo o adversário no saque e no bloqueio. Nesse ritmo, em um bloqueio de Bia sobre Edinara, a equipe carioca abriu 18 a 9, massacrando a equipe paulista no Tijuca. O placar apontava 20 a 10 e o barulho no ginásio do Tijuca era ensurdecedor. A torcida, de pé, fazia a festa, já pensando no confronto de terça-feira. Bauru, no entanto, perdia por 24 a 14 e esboçou uma reação, diminuindo a diferença para 24 a 18, obrigando Bernardinho a pedir tempo. Na volta, em um ataque da ponteira Drussyla, o Sesc fechou o set em 25 a 19 e o jogo em 3 a 0.

Sesc RJ: Roberta, Monique, Kosheleva, Drussyla, Bia, Juciely e Gabiru (líbero).
Técnico: Bernardinho

Sesi/Bauru: Fabíola, Valentina Diouf, Tifanny, Gabi Cândido, Andressa, Vakquíria e Tássia (líbero). Entraram: Naine, Edinara, Palácio, Vanessa e Arlene.

Técnico: Anderson Rodrigues

Superliga Feminina – quartas de final

Primeira rodada

18.03 (SEGUNDA-FEIRA) – Curitiba Vôlei (PR) 0 x 3 Itambé/Minas (MG), às 19h, no ginásio da Univ. Positivo, em Curitiba (PR) – SporTV 2 (18/25, 30/32 e 19/25)

18.03 (SEGUNDA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 0 Fluminense (RJ), às 21h30, no Praia Clube, em Uberlândia (MG) – SporTV 2 (25/23, 25/17 e 25/19)

19.03 (TERÇA-FEIRA) – Hinode Barueri (SP) 3 x 2 Osasco-Audax (SP), às 19h, no José Correa, em Barueri (SP) SporTV 2(22/25, 25/23, 25/23, 19/25 e 16/14)

19.03 (TERÇA-FEIRA) – Sesi Vôlei Bauru (SP) 3 x 1 Sesc RJ, às 21h30, no Panela de Pressão, em Bauru (SP) SporTV 2 (25/23, 20/25, 25/17 e 25/23)

Segunda rodada

21.03 (QUINTA-FEIRA) – Itambé/Minas (MG) 3 x 1 Curitiba Vôlei (PR), às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) SporTV 2 (25/14, 25/20, 20/25 e 25/11)

21.03 (QUINTA-FEIRA) – Fluminense (RJ) 0 x 3 Dentil/Praia Clube (MG), às 21h30, no ginásio do Hebraica, no Rio de Janeiro (RJ) SporTV 2 (15/25, 15/25 e 21/25)

22.03 (SEXTA-FEIRA) – Osasco-Audax (SP) x Hinode Barueri (SP), às 19h, no José Liberatti, em Osasco (SP) – SporTV 2 (5/25, 17/25, 25/22, 25/20, 15/11)

22.03 (SEXTA-FEIRA) – Sesc RJ x Sesi Vôlei Bauru, às 21h30, no Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ) – SporTV 2 (25/10, 25/18 e 25/19)

Terceira rodada

26.03 (TERÇA-FEIRA) – Hinode Barueri (SP) x Osasco-Audax (SP), às 19h, no José Correa, em Barueri (SP) – SporTV 2

26.03 (TERÇA-FEIRA) – Sesc RJ x Sesi Vôlei Bauru (SP), às 21h30, no Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ) – SporTV 2

LEIA TAMBÉM

+ Com uma virada espetacular, Osasco bate o Barueri e força o terceiro jogo

+ Itália domina semifinais da Champions, com quatro dos oito times classificados

+ Itambé/Minas vence o Curitiba e se classifica para as semifinais

+ Bruninha cai no choro depois do jogo e é consolada por Lavarini

+ Dentil/Praia Clube derrota o Flu, faz 2 a 0 na série e está na semifinal

+ Vídeo Challenge confirmado nas quartas de fina da Superliga Masculina

+ Com direito a 25/8, Vakifbank elimina time de Goncharova na Champions

+ Thaisa comemora vitória e o milésimo ponto de bloqueio na Superliga

Clubes se reúnem e querem que Libertadores classifique o campeão ao Mundial

Veja a tabela das quartas de final da Superliga Feminina

Fawcett na mira de clube italiano

Clubes femininos optam por manutenção do ranking para 2020

Sander, destaque do Sada/Cruzeiro, recebe propostas do exterior

Egonu desequilibra na Champions, Novara vence e anuncia técnico

Veja também

Brasil e França empatam em jogo-treino

As seleções masculina de Brasil e França disputaram um jogo-treino em Montpellier, nesta q…