Home Superliga Sesi/Bauru derrota o Pinheiros de virada e reassume a quinta posição na tabela
Superliga - 9 de março de 2019

Sesi/Bauru derrota o Pinheiros de virada e reassume a quinta posição na tabela

Pinheiros perde chance de seguir brigando por G8 e põe o Curitiba nos playoffs

O Sesi/Bauru derrotou o Pinheiros por 3 sets a 2, de virada – parciais de 22/25, 26/24, 26/24, 19/25 e 15/7 -, em 2h34min de jogo, na noite deste sábado, no Ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP), no encerramento da décima e penúltima rodada do returno da Superliga Cimed Feminina 2018/2019. A partida ficou cerca de 20 minutos parado, no terceiro set, por falta de luz.

O resultado acabou com as chances do Pinheiros de brigar, na última rodada, por uma vaga no G8. A derrota garantiu o Curitiba na oitava e última vaga nos playoffs Com 23 pontos, a uma rodada do final da fase classificatória e com apenas três pontos em jogo, o time do Sul não pode mais ser alcançado por ninguém. Com 18 pontos, Pinheiros e São Cristóvão Saúde/São Caetano se mantiveram na primeira divisão do vôlei brasileiro na próxima temporada. Balneário/Camboriú e BRB/Brasília já estão rebaixados.

A ponteira Gabi Cândido, do Sesi/Bauru, foi a maior pontuadora do jogo, com 17 pontos (9 ataques, 5 bloqueios e 3 saques) e ficou com o Troféu VivaVôlei. A central Andressa Picussi marcou 11 e a ponteira Tifanny Abreu, 12.

Gabi Cândido levo o Troféu VivaVôlei (Marcelo Ferrazoli/Divulgação)

Pelo Pinheiros, a maior pontuadora foi a oposto Mari Casemiro, com 16 (11 de ataque, 4 de bloqueio e 1 de saque), seguida pela central Camila Paracatu e da ponteira cubana Herrera, ambas com 12 pontos.

Sem a oposto italiana Valentina Diouf, com dores lombares, e a central Valquiria, em fase final de recuperação de dengue, o técnico do Sesi, Anderson Rodrigues, começou o duelo com: Fabíola, Tifanny, Gabi Cândido, Edinara, Andressa Picussa, Saraelen e Tássia (líbero).

– Tivemos altos e baixos, mas o importante é que conseguimos a vitória. Agora é trabalharmos ainda mais para evitarmos os momentos de instabilidade que apresentamos durante a partida – destacou a levantadora Fabíola, do Sesi.

O Sesi comemora mais uma vitória e a quinta colocação (Marcelo Ferrazoli/Divulgação)

Com o resultado, o time de Bauru subiu da sexta para a quinta posição, com 36 pontos, empatado com o Osasco/Audax, que tem uma vitória a menos. O time rival, no entanto, ainda tem dois jogos para fazer (contra o Fluminense, na próxima terça-feira, e o BRB/Brasília, na próxima sexta-feira). O Sesi tem apenas uma partida antes dos playoffs, contra o Fluminense, sexta, às 21h30, no Panela de Pressão.

O Pinheiros enfrenta o Balneário/Camboriú, no mesmo dia e horário, no Ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP), no encerramento da fase classificatória.

Pinheiros bloqueia (Mracelo Ferrazoli/Divulgação)

O jogo

O primeiro set foi equilibrado, mas com o Sesi Vôlei Bauru à frente até o 16/16, quando Pinheiros passa à frente pela primeira vez e abre quatro pontos no 20/16, obrigando Anderson Rodrigues parar o jogo. O Sesi Vôlei Bauru reage reduzindo para um ponto no 20/19, mas volta a errar muito na recepção e o Pinheiros amplia a vantagem para três pontos no 23/20. Com as equipes bastante instáveis, o Sesi Vôlei Bauru volta a encostar no placar no 23/22 e Sérgio Negrão pede tempo. Pinheiros chega ao set point e fecha a parcial em 25/22 após erro de ataque do Sesi Vôlei Bauru.

No segundo set o Sesi Vôlei Bauru não começa bem e, com muitos erros, permite ao Pinheiros abrir sete pontos de vantagem no 16/9. Anderson coloca em quadra Naiane, Palacio e Glayce nos lugares de Fabíola, Tifanny e Edinara e o Sesi Vôlei Bauru reage e vai descontando a diferença desfavorável até empatar no 22/22, quando Sérgio Negrão pede tempo. No reinício o Sesi Vôlei Bauru chega ao set point no 24/22, mas permite ao Pinheiros empatar no 24/24. Glayce faz 25/24 para o Sesi Vôlei Bauru e fecha em 26/24 com ace.

No terceiro set o Pinheiros abre 2/0, mas em seguida o jogo é paralisado devido à falta de energia. No recomeço a equipe paulistana sustenta a vantagem e abre quatro pontos no 20/16, mas o Sesi Vôlei Bauru reduz a desvantagem para um ponto no 23/22, quando Sérgio Negrão pede tempo. No recomeço o Sesi Vôlei Bauru empata em 23/23 e vira para 24/23 com Gabi Cândido. Pinheiros empata em 24/24 com Herrera e Tifanny faz 25/24 para o Sesi Vôlei Bauru, que fecha em 26/24 com ace de Gabi Candido.

(Marcelo Ferrazoli/Divulgação)

No quarto set o Sesi Vôlei Bauru novamente começa com desempenho instável, especialmente na recepção, e o Pinheiros se aproveita e abre seis pontos de vantagem no 12/6. Instável em quadra e ainda errando muito, o Sesi Vôlei Bauru não se acerta e o Pinheiros amplia para nove pontos no 17/8. O Sesi Vôlei Bauru ensaia reação e diminui a desvantagem para quatro pontos no 23/19, mas o Pinheiros fecha em 25/19 após erro de ataque de Palacio.

O quinto set foi totalmente controlado pelo Sesi Vôlei Bauru, que dominou as ações do início ao fim e, sem sustos, fechou a parcial em 15/7 e o jogo em 3 a 2.

Confira a classificação

LEIA TAMBÉM

Dentil/Praia Clube vence clássico e acaba com série invicta do Itambé/Minas

+ Egonu pode trocar Novara por rival na Itália

Todos os dias deveriam ser das mulheres

Macris fala de mudanças, após iniciar dieta vegana

Líbero Serginho fala sobre mais um título do Sada/Cruzeiro e planos para o futuro

Giba volta a atuar para promover vôlei inglês

Opinião: Sada/Cruzeiro vence remontagem e não para de levantar títulos

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…