Home Vaivém Vaivém: Sobre o futuro de Natália
Vaivém - 16 de março de 2019

Vaivém: Sobre o futuro de Natália

Site internacional garante que brasileira voltará ao vôlei turco

Natália na Itália? Natália novamente na Turquia? Natália por mais uma temporada no Itambé/Minas?

Opções para a ponta brasileira não faltam atualmente no mercado para 2019/2020. Neste fim de semana, o site World of Volley publicou reportagem sobre um acordo para transferência dela para o Eczacibasi, time comandado pelo brasileiro Marco Aurélio Motta.

Ela chegaria para substituir uma das estrelas do elenco: a americana Larson ou a coreana Kim.

A informação que eu tenho é sobre o interesse, não sobre o acerto.

Depois de sofrer com um problema no joelho no Fenerbahce na temporada passada, Natália passou por um longo e doloroso processo de recuperação, inicialmente com membros da comissão técnica da Seleção Brasileira, e na sequência no próprio Minas. Um fim de experiência turca bem traumático para a atleta, diga-se de passagem.

Natália dá muito crédito aos profissionais brasileiros pela recuperação. Sabe que no exterior a paciência seria menor, o próprio tratamento seria diferente, além da quase obrigação de jogar sempre, mesmo não estando nas melhores condições físicas. Thaisa que o diga!

Esse é um dos motivos que ainda dão esperança ao Minas da permanência. Contra pesa um fator importante: o ranking. Natália e Gabi possuem pontuação máxima e hoje ocupam as duas vagas disponíveis para atletas top no elenco minastenista. Caso Macris seja votada como sete pontos, algo muito discutido nos bastidores, o clube teria de abrir mão de uma delas para a próxima Superliga.

Vale destacar ainda que Natália é muito querida por elenco, comissão técnica, diretoria e torcida do Minas. E ambientes assim são valorizados neste momento de início da ebulição do mercado.

Natália comemora o título inédito da Copa Brasil (Rodrigo Ziebell/CBV)

O outro time de olho na brasileira é o Novara, que passará por um processo de reconstrução caso a saída de Egonu se confirme.

Pelo momento da temporada (véspera de início dos playoffs mundo afora), não esperem uma oficialização rápida de qualquer das situações acima. E entendo perfeitamente o lado de atletas e clubes, apesar de saber também que propostas e sondagens também sejam normais nesta época do ano.

Por Daniel Bortoletto

LEIA TAMBÉM

A tabela dos playoffs da Superliga feminina

Fawcett na mira de clube italiano

Clubes femininos optam por manutenção do ranking para 2020

Sander, destaque do Sada/Cruzeiro, recebe propostas do exterior

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…