Duda
Home Destaques Comissão técnica do Itambé/Minas se despede de Duda e Lavarini
Destaques - Superliga - Vaivém - 30 de abril de 2019

Comissão técnica do Itambé/Minas se despede de Duda e Lavarini

Preparador físico Alexandre Marinho deseja sorte aos ex-companheiros

O preparador físico do Itambé/Minas, Alexandre Marinho, despediu-se nesta terça-feira do técnico Stefano Lavarini e do assistente-técnico Duda, que estão deixando o clube. O treinador, que comandou o Minas nas duas últimas temporadas, vai assumir Busto Arsizio, da Itália – antes, vai comandar a Seleção Coreana na missão de conquistar uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2020, no Japão – e Duda é o novo técnico do Curitiba Vôlei.

Marinho se despediu dos companheiros por meio de um texto em seu perfil no Instagram.

“Foram aproximadamente 500 treinos físicos-técnicos-táticos juntos, uma pancada de jogos e alguns canecos levantados! Um aprendizado incrível e interação bastante produtiva. Stefano Lavarini e Durva, foi um prazer participar deste processo! Sucesso sempre a vocês”, escreveu Marinho.

O trio conquistou quatro dos cinco títulos que disputou nesta temporada e chegou em todas as finais. O único ouro que o Minas deixou escapar foi na decisão do Mundial de Clubes, em dezembro do ano passado, na China, quando foi derrotado pelo poderoso Vakifbank – que na temporada anterior foi campeão de tudo que era possível: Mundial, Champions League, Copa Turca e Liga Turca.

A comissão técnica minastenista levou o clube aos títulos do Campeonato Mineiro, Copa Brasil, Sul-Americano e Superliga, curiosamente todos em cima do mesmo adversário, o rival mineiro Dentil/Praia Clube.

Para o lugar de Lavarini, o Minas acerta os detalhes para contratar o também italiano Nicola Negro, que comandou o Trentino na Série A2 do Campeonato Italiano nas duas últimas temporadas.  Aos 39 anos, Negro tem passagem pelo vôlei polonês e já comandou o tradicional Conegliano.

Nicola Negro vai substituir Lavarini no Itambé/Minas (Divulgação)

O Minas ainda não conforma oficialmente as renovações, mas vai manter a levantadora Macris, a central Carol Gattaz e a líbero Leia. As ponteiras Gabi e Natália têm propostas da Turquia e deixarão BH. De qualquer forma, no clube não poderia manter a dupla, já que Macris foi ranqueada como jogadora de valor 7 na próxima temporada e cada time só pode ter duas delas em seu elenco – Gabi e Natália também são 7 pontos.

Os rumores da saída das duas ponteiras ganharam mais força depois da contratação da central bicampeã olímpica Thaisa, que defendeu o Hinode/Barueri nesta temporada.

Ainda não é oficial, mas em entrevista exclusiva ao Web Vôlei, a ponteira venezuelana Roslandy Acosta confirmou que vai defender o Minas na temporada 2019/2020.

Acosta defendeu o Bergamo nas duas últimas temporadas (Divulgação)

LEIA TAMBÉM

+ Vaivém: Evandro vai jogar a Copa do Rei, no Qatar

+ América-MG e Montes Claros lançam projeto de novo time na Superliga 2019/2020

+ Começa a venda de ingressos para os jogos da Seleção Feminina na Liga das Nações

Seleção sub-19 masculina do Brasil é convocada

Fim do jejum: Itambé/Minas conquista a Superliga novamente, 17 anos depois

Lavarini deixa o Minas após temporada perfeita: 5 torneios, 5 finais e 4 títulos

+ Opinião: O feito gigantesco do Itambé/Minas na temporada

Confira a relação de todos os campeões da Superliga Feminina da história

Campeão Minas domina a Seleção da Superliga

Veja também

Flávio admite viver momento especial da carreira

Aos 29 anos, Flávio vive um dos melhores momentos da carreira. O meio de rede defenderá o …