Home Superliga Confira todas as colocações do Minas até hoje na história da Superliga
Superliga - 27 de abril de 2019

Confira todas as colocações do Minas até hoje na história da Superliga

O Minas participou de todas as 25 edições da Superliga Feminina. Além do título conquistado na noite de sexta-feira, com a vitória sobre o Dentil/Praia Clube por 3 sets a 1, no Sabiazinho, em Uberlândia, as minastenistas levantaram a taça da competição na edição de 2001/2002, com o time que tinha Pirv, Fofão, Érika, Elisângela, Ângela Moraes e era comandado pelo técnico Antônio Rizola.  O clube disputou cinco finais.

Confira todas as colocações do Minas no torneio, desde que ele passou a se chamar Superliga, na edição 1994/1995.

1994/95 – 3º lugar
1995/96 – 8º lugar
1996/97 – 5º lugar
1997/98 – 3º lugar
1998/99 – 6º lugar
1999/00 – vice-campeão
2000/01 – 3º lugar
2001/02 – CAMPEÃO
2002/03 – vice-campeão
2003/04 – vice-campeão
2004/05 – 4º lugar
2005/06 – 7º lugar
2006/07 – 3º lugar
2007/08 – 6º lugar
2008/09 – 8º lugar
2009/10 – 5º lugar
2010/11 – 5º lugar
2011/12 – 4º lugar
2012/13 – 7º lugar
2013/14 – 12º lugar
2014/15 – 4º lugar
2015/16 – 3º lugar
2016/17 – 4º lugar
2017/18 – 3º lugar
2018/19 – CAMPEÃO

* Em negrito, as vezes em que o Minas subiu ao pódio

Confira a campanha do clube na Superliga 2018/2019

Primeiro turno
16/11 – BRB/ Brasília Vôlei (1 x 3) Minas – Brasília (DF) – (25/21 12/25 14/25 23/25)
20/11 – Minas (3 x 0) São Cristóvão Saúde/São Caetano – Arena MTC (25/14, 25/17 e 25/13)
23/11 – Sesi Vôlei Bauru (1 x 3) Minas – Bauru (SP) – (16/25, 18/25, 25/15 e 22/25)
27/11 – E.C. Pinheiros (0 x 3) Minas – São Paulo (SP) – (17/25, 17/25 e 19/25)
15/12 – Vôlei Balneário Camboriú (0 x 3) Minas – Camboriú (SC) – (11/25, 12/25 e 20/25)
18/12 – Osasco/Audax (0 x 3) Minas – Osasco (SP) – (15/25, 29/31 e 27/29)
21/12 – Minas (3 x 2) Sesc-RJ – Arena MTC – (26/28, 25/11, 25/22, 16/25 e 15/13)
4/1 – Dentil/Praia Clube (2 x 3) Minas – Uberlândia (MG) – (24/26 25/17 22/25 25/23 13/15)
8/1 – Fluminense x Minas – Rio de Janeiro (RJ) – (21/25 11/25 27/25 22/25)
11/1 – Minas x Curitiba Vôlei – Arena MTC – (25/21, 26/24 e 25/16)
15/1 – Hinode/ Barueri (3 x 2) Minas – Barueri (SP) – (25/22 27/25 19/25 23/25 15/11)

Segundo turno
18/1 – Itambé/Minas (3 x 0) BRB/ Brasília Vôlei – Arena MTC (25/19, 25/19 e 27/25)
25/1 – São Cristóvão Saúde/São Caetano (1 x 3) Itambé/Minas – São Caetano do Sul (SP) (19/25, 17/25, 25/18 e 17/25)
29/1 – Itambé/Minas (3 x 0) Sesi Vôlei Bauru – Arena MTC (25/16, 25/22 e 25/19)
5/2 – Itambé/Minas (3 x 0) E. C. Pinheiros – Arena MTC (25/11, 25/20 e 25/20)
8/2 – Itambé/Minas (3 x 0) Fluminense F. C. – Arena MTC (25/17, 26/24 e 25/12)
12/2 – Itambé/Minas (3 x 1) Hinode Barueri – Arena MTC (18/25, 25/23, 30/28 e 25/21)
15/2 – Itambé/Minas (3 x 1) Osasco/ Audax – Arena MTC (25/3, 25/18, 27/29 e 25/20)
26/2 – Sesc-RJ (2 x 3) Itambé/Minas – Rio de Janeiro (RJ) – (23/25, 25/18, 25/23, 21/25 e 11/15)
8/3 – Itambé/Minas (2 x 3) Dentil/ Praia Clube – Arena MTC – (23/25, 25/20, 25/21, 22/25 e 14/16)
12/3 – Itambé/Minas (3 x 1) Balneário Camboriú – Arena MTC – (28/30, 25/22, 25/21 e 25/21)
15/3 – Curitiba Vôlei (0 x 3) Itambé/Minas – Curitiba (PR) (21/25, 10/25 e 16/25)

Quartas de final
18/3 – Curitiba Vôlei (0 x 3) Itambé/Minas – Curitiba (PR) – (25/18, 32/30 e 25/19)
21/3 – Itambé/Minas (3 x 1) Curitiba Vôlei – Arena MTC – (25/14, 25/20, 20/25 e 25/11)

Semifinal
1º/4 – Itambé/Minas (3 x 1) Osasco/Audax – Arena MTC – (24/26, 25/15, 25/17 e 25/13)
8/4 – Osasco/Audax (1 x 3) Itambé/Minas – Osasco (SP) (15/25, 25/19, 25/27 e 19/25)

Final
21/4 – Itambé/Minas (3 x 2) Dentil/Praia Clube – Mineirinho (28/26, 25/22, 25/17, 25/17 e 15/6)
26/4 – Dentil/Praia Clube (1 x 3) Itambé/Minas – Uberlândia (MG) – (17/25, 25/23, 25/14, 28/26)

LEIA TAMBÉM

+ Fim do jejum: Itambé/Minas conquista a Superliga novamente, 17 anos depois

+ Confira a relação de todos os campeões da Superliga Feminina da história

+ Campeão Minas domina a Seleção da Superliga

+ Lavarini fala em “encontro de almas” para explica sucesso do Minas

Campinas receberá amistosos da Seleção masculina

+ Título da Superliga coroa temporada impecável do Itambé/Minas

Civitanova bate o Trentino e é o primeiro finalista do Italiano

Após críticas por ter pedido dispensa da Seleção, Gabi Cândido revela ter síndrome do pânico

Lukinha, ex-líbero do Vôlei Renata, vai para o lugar de Serginho no Sada/Cruzeiro

Rizola relembra título e batalha contra o BCN na final da Superliga 2001/2002

+ Dentil/Praia Clube anuncia renovação com Fernanda Garay

Veja também

Mineiro masculino: divulgados os oito participantes

A Federação Mineira anunciou, nesta terça-feira, os oito participantes do Estadual masculi…