Home Superliga Satisfação do Praia pela presença na terceira final de Superliga
Superliga - 8 de abril de 2019

Satisfação do Praia pela presença na terceira final de Superliga

O Dentil/Praia Clube disputará a final da Superliga Feminina pela terceira vez na história, tentando desempatar o retrospecto.

A primeira vez que chegou à decisão do torneio foi na temporada 2015/2016, ante o time do Rio de Janeiro. Na oportunidade, as praianas foram superadas pelas cariocas, em Brasília (DF). Já na temporada passada, as equipes de Uberlândia e Rio de Janeiro se reencontraram na final de mais uma edição do torneio. Dessa vez jogando em casa, o Dentil/Praia Clube saiu vitorioso ante o Sesc, após vencer o golden set.

Para Paulo Coco, o sentimento é de gratidão por estar pela segunda vez consecutiva em uma final da Superliga com o Praia.

“O time ganhou um padrão. Está errando bem menos nas situações ofensivas, principalmente o sistema de recepção, e está mais equilibrado. Evoluímos nessa reta final, mas sabemos que ainda tem muita coisa para acontecer. É só mais um passo alcançado, mais uma etapa concluída. Agora, é descansar e nos preparar para a final, que sabemos que não será fácil. Acredito que chegamos até aqui por uma série de fatores. Primeiramente, agradeço ao Clube pelo apoio e incentivo que tem nos dado por meio de sua Diretoria e todos os envolvidos na parte administrativa e na quadra. É fundamental esse suporte. Depois, os patrocinadores, que nos dão tranquilidade e estão ao nosso lado mesmo nas dificuldades. Nessa temporada, o entrosamento foi difícil devido ao calendário. Sabíamos disso, mas persistimos. É uma grande característica dessa equipe, essa luta em melhorar, em poder evoluir, em ganhar padrão de jogo. Mesmo em derrotas, sentimos que os patrocinadores eles estão ao nosso lado. Por último, a cidade de Uberlândia, com essa torcida fantástica, fãs, torcedores e imprensa. Sentimos o vôlei sendo respirado pela cidade. Enfim, essa atmosfera que envolve o time contribui para tudo isso”, comentou.

Sobre a vitória por 3 a 0 no duelo com o Sesi Bauru, Carol, aniversariante e melhor jogadora da partida, ficou satisfeita com a atuação do Praia.

“Acredito que nossa vitória veio, principalmente, de estudo. Conseguimos aplicar os ensinamentos dentro de quadra e neutralizar as melhores jogadoras do Bauru. Conseguimos imprimir um bom ritmo de saque, o que dificultou um pouco para a Fabíola, que é uma grande levantadora e está de parabéns. Estou muito feliz pela evolução do nosso elenco não só tecnicamente, mas também como grupo. Cada jogadora nossa sabe do seu potencial e sabíamos que precisávamos de tempo para colocar isso tudo dentro de quadra, esse entrosamento. Realmente é o que faz ganhar jogos e títulos. Tivemos paciência! Foram muitas partidas, treinos, viagens e nosso time está de parabéns, pois conseguimos encontrar essa essência no tempo certo. Agora, levaremos isso para a grande decisão!”, comentou.

LEIA TAMBÉM

Adenízia pede afastamento da Seleção e deixa Tóquio-2020 em aberto

Um papo com Macris sobre ótima fase, Seleção, veganismo, ranking e futuro

+ Patrocínio do Sesc é renovado e time feminino começa a reconstrução

Seleção Masculina jogará em Cuiabá e Brasília na Liga das Nações

Bruninho exclusivo: “Cabeça do Leal encaixando com filosofia da Seleção”

Veja também

Brasil vai disputar 7º lugar na Copa Pan-Americana

A Seleção Brasileira sub-21 segue sem vitória na Copa Pan-Americana masculina. Neste sábad…