Zhu Egonu
Home Destaques Após título turco, Vakifbank se despede oficialmente de Zhu e mais três estrangeiras
Destaques - Internacional - Vaivém - 7 de maio de 2019

Após título turco, Vakifbank se despede oficialmente de Zhu e mais três estrangeiras

Time turco deve anunciar em breve a oposta Isabelle Haak e a ponteira Gabizinha

Um dia depois da conquista do título do Campeonato Turco, segunda-feira, com a vitória sobre  Eczacibasi, o Vakifbank anunciou, nesta terça, a saída de quatro estrangeiras do time.

A primeira mudança e mais impactante para a equipe é a saída da ponteira chinesa Ting Zhu, campeã olímpica nos Jogos do Rio-2016, que vai retornar ao vôlei do seu país, à pedido da técnica da Seleção Chinesa Lang Ping, que quer sua principal jogadora atuando perto dela, nesse último ano do ciclo olímpico, visando os Jogos de Tóquio-2020.

Zhu e a holandesa Sloetjes, campeãs turcas na segunda-feira, estão de saída do Vakifbank (Divulgação)

À exemplo do que aconteceu antes dos Jogos de 2016, Lang Ping quer que a Seleção Chinesa inicie os treinos em fevereiro do ano que vem, para chegar à Olimpíada de Tóquio com o time inteiro fisicamente e entrosado. Isso seria impossível se Zhu, principal estrela da equipe, continuasse na Turquia, onde o Vakifbank normalmente disputa toas as finais nacionais e europeias até maio. Apesar de a Liga Chinesa ser tecnicamente inferior às ligas turca e italiana, a mudança compensaria. Na China, como são menos times participando, os torneios terminam mais cedo que os demais.

Além de Zhu, o time turco deu adeus à ponteira norte-americana Kelsey Robinson, à oposta holandesa Sloetjes e a italiana Chiara Di Iulio. Robinson seguirá no país para defender o rival Fenerbahce.

“Nos despedimos de Kelsey Robinson, que teve uma participação no sucesso no nosso time, com seu caráter e sua postura dentro e fora da quadra, honrando o uniforme amarelo-preto. Obrigado, Kelsey”, escreveu o clube.

Zhu foi eleita a MVP do Campeonato Turco 2018/2019 (Divulgação)

O Vakifbank se despediu de cada jogadora, em separado, por meio de postagens em suas redes sociais. Mas, o texto de despedida de Zhu era diferente. Termina com um “Nós vamos nos encontrara novamente”, dando a entender que, depois dos Jogos de 2020, ela vai retornar ao time.

“Por conta de uma decisão do Comitê Olímpico Chinês, Zhu vai atuar na China na próxima temporada, visando os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Nossos corações estarão sempre juntos. Você nos mostrou que esporte é muito mais que um jogo. Vamos nos encontrar novamente, Zhu. Obrigado”, escreveu o clube.

Zhu deixa a Turquia com uma chuva de troféus e prêmios individuais. A MVP dos Jogos do Rio-2016 foi ainda eleita MVP em oito competições em três anos: Mundial (duas vezes), Champions League (duas vezes), Campeonato Turco (duas vezes), Copa e Supercopa. A ponta chinesa teria recusado, inclusive, uma proposta milionária do Dínamo Kazan, da Rússia, que giraria em torno de oito milhões de reais por temporada.

A brasileira Gabi, ex-Itambé/Minas, e a sueca Isabelle Haak, ex-Scandicci, da Itália, serão duas das substitutas no time de Giovanni Guidetti. O terceiro nome a ser confirmado é da ponta holandesa Celeste Plak, que disputou as finais do Italiano pelo Novara. Sloetjes, por sua vez, assumirá exatamente o lugar que era de Haak no Scandicci.

Já a central sérvia Rasic, a outra estrangeira do Vakifbank, seguirá no time por mais uma temporada.

“Dizemos adeus a Lonneke Slöetjes, que está entre os momentos inesquecíveis de nossa família com sua determinação, ambição sem fim e energia positiva. Obrigado, Lonne, por tudo!”, escreveu o Vakifbank em seu perfil no Instagram.

LEIA TAMBÉM

Thaisa é confirmada como primeiro reforço do Itambé/Minas para a temporada 2019/20

Gabi aponta 2019 como ano de “construção” da Seleção Feminina

Intensa dança das cadeiras após o término do Campeonato Turco Feminino

Osasco fez boas “compras” no mercado. Mayany e Mara foram duas delas

Itambé/Minas confirma renovações para a temporada 2019/2020

Sai a lista das 30 inscritas pelo Brasil para a Liga das Nações Feminina

Opinião: Força do elenco faz a diferença a favor do EMS/Taubaté

Começa a venda de ingressos para os jogos da Seleção Feminina na Liga das Nações

Veja também

Irmãs Key e Keyt Alves se enfrentam no Paulista

Companheiras fora das quadras, as irmãs Key e Keyt Alves serão rivais nesta terça-feira, n…