Home Coluna Vaivém: Osasco/Audax fez boas “compras” no mercado
Coluna - Vaivém - 2 de maio de 2019

Vaivém: Osasco/Audax fez boas “compras” no mercado

Time paulista passará por grande reformulação

A montagem do Osasco/Audax para a temporada 2019/2020 tem deixado muito torcedor empolgado. Bem diferente do ambiente ao fim da Superliga retrasada, com o encerramento do patrocínio da Nestlé e a incerteza até sobre a continuidade.

Do Sesc chegarão a levantadora Roberta e a central Bia, duas jogadoras convocadas e já em treinamento com a Seleção Brasileira em Saquarema. Já do campeão Itambé/Minas os reforços serão as centrais Mara e Mayany.

Somente nesta quatro negociações já dá para perceber a mudança radical no elenco de Luizomar de Moura. Uma levantadora que chega para ser titular e três centrais presentes na lista de 30 inscritas do Brasil para a Liga das Nações.

E pelo segundo ano seguido, em tese, Mara e Mayany disputarão a mesma vaga no time titular, imaginando que Bia confirme a condição de principal nome da posição.

Outra interessante peça acertada para o novo elenco é a ponta Fernanda Tomé. Depois de alguns anos em São Caetano, ela finalmente aceitou uma proposta para deixar o ABC. E olha que Tomé teve várias oportunidades em janelas recentes de transferência. Curioso para ver como ela reagirá. As outras duas opções para o setor são Ellen, ex-Praia, e Vanessa, ex-Sesi Bauru. Ainda vejo a necessidade de uma titular incontestável para a posição. E, pela carência nacional, ela teria de vir do exterior. A peruana Leyva não conseguiu ser essa peça nas últimas temporadas.

Referência do projeto, a líbero Camila Brait continuará, com toda a segurança que passa na linha de passe e com as defesas. Uma jogadora como ela faz diferença em qualquer equipe.

Roberta deixa o Sesc após vários anos (Divulgação)

Por fim, falta ainda a definição sobre a permanência ou não de Hooker. Uma jogadora de força, experiente e valorizada no mercado internacional. A diretoria segue tentando mantê-la. A presença nela no elenco fará toda a diferença para definir em qual prateleira Osasco estará para a temporada 2019/2020. Se a continuidade não acontecer, novamente o mercado estrangeiro será a opção.

Por Daniel Bortoletto

LEIA TAMBÉM

+ As primeiras renovações do Itambé/Minas

Elenco do América começa a ganhar corpo

Reforços argentinos do Sesc curtem Copacabana

Sai a lista das 30 inscritas pelo Brasil para a Liga das Nações Feminina 

Opinião: Força do elenco faz a diferença a favor do EMS/Taubaté

Começa a venda de ingressos para os jogos da Seleção Feminina na Liga das Nações

Seleção sub-19 masculina do Brasil é convocada

Veja também

Mineiro masculino: divulgados os oito participantes

A Federação Mineira anunciou, nesta terça-feira, os oito participantes do Estadual masculi…