Home Categorias de base Com Tainara e time alto, Brasil embarca para Mundial sub-20

Com Tainara e time alto, Brasil embarca para Mundial sub-20

Mundial será disputado no México. Brasil tem elenco com nomes conhecidos e boa média de altura

A Seleção Brasileira sub-20 feminina embarcou nesta quarta-feira para o México onde disputará mais um mundial da categoria. As cidades de León e Aguascalientes serão as sedes da competição entre os dias 12 e 21 de julho. O evento contará com 16 equipes divididas em quatro grupos.

O time do Brasil, comandado pelo técnico Hairton Cabral, está no grupo D ao lado de República Dominicana, Japão e Ruanda. Antes da viagem as brasileiras estiveram em Santa Rita do Sapucaí (MG) onde fizeram um quadrangular amistoso com Argentina, Turquia e China, que também estarão no Mundial. O saldo foi favorável, com duas vitórias em três jogos.

A estreia brasileira será na próxima sexta-feira frente à República Dominicana, às 19h30 (horário de Brasília). A ponteira Júlia Bergmann, que nesta temporada também esteve no elenco da seleção adulta durante a Liga das Nações, acredita que o elenco vai ao Mundial com boa experiência.

– Nós já estudamos todos os times que enfrentaremos na primeira fase do Mundial e os jogos amistosos em Santa Rita foram muito bons. Nós enfrentamos três equipes com estilos bem diferentes, uma equipe da escola asiática, outro da escola europeia e as nossas vizinhas da Argentina. Esses confrontos foram importantes para a gente ajustar o nosso jogo. Vamos em busca de uma boa colocação no Mundial – disse Júlia.

No Mundial, ela contará novamente com a parceria Tainara. A também ponteira esteve presente até domingo nas finais da Liga das Nações. O Brasil terminou com o vice, após a virada sofrida para os Estados Unidos.

Vale ficar de olho também na ponteira Ana Cristina. Ela tem apenas 15 anos e é a mais nova na delegação brasileira. É, porém, uma das mais altas.

A média de altura desta Seleção (excluindo a líbero Letícia, de 1,59m) também é relevante: 1,88m

A Seleção sub-20 do Brasil tem um bom retrospecto em campeonatos mundiais nesta categoria. As brasileiras acumulam 13 medalhas ao longo da história da competição (seis ouros, cinco pratas e dois bronzes). Na edição passada, em 2017, também no México, as brasileiras ficaram com a quinta posição. A última vez que as meninas do Brasil subiram ao lugar mais alto do pódio foi na Tailândia em 2007.

GRUPOS DO MUNDIAL SUB-20 FEMININO

Grupo A – México, Cuba, Itália e Estados Unidos
Grupo B – Egito, Peru, China e Polônia
Grupo C – Argentina, Sérvia, Rússia e Turquia
Grupo D – Brasil, República Dominicana, Japão e Ruanda

TABELA GRUPO D

12/7 (SEXTA-FEIRA) Brasil x República Dominicana – às 19h30 (hora de Brasília)
13.07 (SÁBADO) Brasil x Japão – às 19h30 (hora de Brasília)
14.07 (DOMINGO) Brasil x Ruanda – às 17h (hora de Brasília)

A SELEÇÃO FEMININA SUB-20

1 – Rose Evaristo – levantadora – 1,75m – 18 anos
3 – Laura Kudiess – central – 1,88m – 18 anos
4 – Júlia Kudiess – central – 1,89m – 16 anos
6 – Julia Bergmann – ponteira – 1,96m – 18 anos
7 – Daniela Seibt – central – 1,90m – 19 anos
8 – Jheovana Sebastião – oposta – 1,94m – 18 anos
9 – Kisy Nascimento – oposta – 1,90m – 19 anos
10 – Tainara Santos – ponteira – 1,90m – 19 anos
11 – Mayara Barcelos – ponteira – 1,82m – 18 anos
13 – Kenya Malachias – levantadora – 1,85m – 18 anos
18 – Ana Cristina Menezes – ponteira – 1,92m – 15 anos
20 – Letícia Moura – líbero – 1,59m – 16 anos

Veja também

Líder da primeira fase, Vôlei Renata escapa dos rivais Sesi SP e EMS/Taubaté na semi

O Vôlei Renata está na semifinal do Campeonato Paulista e vai ter uma semana cheia de trab…