Home Estaduais Luizomar fala da natural falta de entrosamento no novo Osasco/Audax
Estaduais - 10 de setembro de 2019

Luizomar fala da natural falta de entrosamento no novo Osasco/Audax

Osasco está desfalcado de oito jogadoras

O Osasco/Audax estreou com vitória no Campeonato Paulista Feminino 2019. Na noite desta terça-feira (10.9), a equipe comandada pelo técnico Luizomar de Moura derrotou o Atacadão Joseense, de São José dos Campos, por 3 sets a 1, de virada, parciais de 13/25, 25/22, 26/24 e 25/18, em 1h48. O time tem oito desfalques.

Para Luizomar, a estreia foi complicada, mas, aos mesmo tempo positiva.

– Sabíamos que seria assim. Muitas meninas nunca haviam jogado no Liberatti e durante a semana deu para sentir a expectativa de todas. Isso atrapalhou um pouco a construção do resultado. Mas é importante passar por situações como estas para a gente conhecer mais o time – disse o treinador.

Nikolle e Adriani no bloqueio (João Pires/FotoJump)

Luizomar lembrou da natural falta de entrosamento em um grupo novo.

– Algumas jogadoras nunca havia trabalhado comigo, outras apenas nas seleções de base. E achei legal o envolvimento de todas, a paciência na construção do resultado. O time não perdeu a cabeça e a torcida nos apoiou, entendendo a situação complicada em função dos oito desfalques – ressaltou o treinador, citando que Osasco ainda não conta com as atletas que servem a Seleção Brasileira (Roberta, Bia, Mara e Camila Brait), a sérvia Bjelica (também com o time do seu país), a cubana Casanova (ainda sem liberação), Jaque (ainda em pré-temporada) e Fernanda Tomé (contundida).

Kika

No reformulado time de Osasco, Kika agora é veterana. Com 23 anos, o fator não é idade, mas tempo de casa. Na terceira temporada com a camisa osasquense, ela conhece bem o estilo de trabalho de Luizomar e recebeu instruções ao longo da partida e repassou às companheiras.

A líbero Kika (João Pires/FotoJump)

– Isso facilita a comunicação com as meninas no meio do jogo, que foi duro, mas importante pelo resultado e porque deu para sentir que a torcida veio junto. Sentimos o nervosismo da estreia, mas os sets foram passando, a ansiedade foi baixando um pouquinho, o time foi ficando mais lúcido e conseguimos processar melhor as orientações da comissão técnica. E foi fluindo. O caminho é esse – analisou a líbero.

O Osasco entrou em quadra com com Pri Heldes (5 pontos), Nikolle (9), Vanessa Janke (16), Ellen (20), Karyna (2), Adriani (9) e a líbero Kika. Técnico Luizomar. Entraram: Raquel Loff (3), Amanda.

O Atacadão Joseense entrou em quadra com Carol (9), Natasha (5), Camila (12), Maiara (12), Karina (9), Milla (5) e a líbero Tuki. Técnico: Jailson Silva. Entraram: Thayná (13), Yasmin, Sabrina.

Casanova e Jaque assistiram ao jogo no José Liberatti (João Pires/FotoJump)

LEIA MAIS

+ Confira os títulos e os prêmios individuais de Boskovic na carreira

A aposentadoria da polonesa Skowronska

André Heller fala sobre renúncia da Comissão de Atletas

Um papo com Antonio Rizola, técnico da Colômbia

A volta de Jaqueline ao Osasco/Audax

Veja também

A foto oficial do Flamengo para a temporada

A manhã de sexta-feira foi de muito trabalho e um pouco de descontração para a equipe do F…